Lista de membros do Pearl Jam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pearl Jam
Pearl Jam em apresentação em 2006. Da esquerda para a direita: Mike McCready, Stone Gossard, Jeff Ament, Matt Cameron, Eddie Vedder e Boom Gaspar
Informação geral
Origem Seattle, Washington
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock alternativo, grunge, hard rock
Período em atividade 1990 — presente
Integrantes Eddie Vedder
Stone Gossard
Jeff Ament
Mike McCready
Matt Cameron
Ex-integrantes Dave Krusen
Matt Chamberlain
Dave Abbruzzese
Jack Irons
Página oficial pearljam.com

Esta é a lista de membros do Pearl Jam, uma banda de rock norte-americana, formada em Seattle, Washington, em 1990.[1] A encarnação original da banda incluiu o baixista Jeff Ament, os guitarristas Stone Gossard e Mike McCready, o vocalista Eddie Vedder e o baterista Dave Krusen. Foi essa a formação que gravou o primeiro álbum de estúdio da banda, Ten.[2] As únicas alterações ocorridas na formação do Pearl Jam foram na bateria, iniciando-se três meses após o lançamento de Ten, em Maio de 1991, quando Krusen deixou a banda.[3]

Krusen foi substituído por Matt Chamberlain e, após tocar em alguns shows — incluindo o do videoclipe de "Alive" — Chamberlain deixou o Pearl Jam para se juntar à banda do Saturday Night Live.[4] O próprio Chamberlain sugeriu, em seu lugar, Dave Abbruzzese, que se juntou ao Pearl Jam e tocou durante o resto da turnê de suporte à Ten. Com ele, a banda gravou Vs., lançado em 1993, e Vitalogy, lançado em 1994; todavia, embora Abbruzzese tenha participado de 13 das 14 faixas de Vitalogy, foi demitido em Agosto de 1994, quatro meses antes do lançamento do álbum.[5] A banda citou diferenças políticas entre Abbruzzese e os demais membros; por exemplo, ele fora contra o boicote à Ticketmaster.[5] Ele foi substituído por Jack Irons, um amigo próximo de Vedder e antigo baterista do Red Hot Chili Peppers.[3]

A primeira gravação de Irons com a banda foi "Hey Foxymophandlemama, That's Me", última faixa de Vitalogy. Ele tocou bateria em Mirror Ball e Merkin Ball, colaborações da banda com o canadense Neil Young, ambas lançadas em 1995, além dos álbuns de estúdio No Code, de 1996, e Yield, de 1998. No mesmo ano, à época da turnê de suporte à Yield, Irons deixou a banda, alegando insatisfação com as turnês.[6] Quem assumiu em seu lugar foi o baterista do Soundgarden, Matt Cameron — e ainda que, inicialmente, sua escolha tivesse sido temporária,[6] ele logo se tornou membro oficial da banda. Com Cameron, o Pearl Jam lançou os álbuns de estúdio Binaural, em 2000, Riot Act, em 2002, Pearl Jam, em 2006, e Backspacer, em 2009. Em 2002, a banda integrou o organista Boom Gaspar como membro adicional; Gaspar apareceu nos álbuns Riot Act e Pearl Jam, em adição à sua participação nas turnês da banda.

Membros atuais[editar | editar código-fonte]

Eddie Vedder

Atividade: 1990 — presente
Instrumento: vocal; guitarra base
Lançamentos com a banda: todos os lançamentos do Pearl Jam
Vedder foi membro da banda original, formada em 1990.[7]

Mike McCready

Atividade: 1990 — presente
Instrumento: guitarra solo
Lançamentos com a banda: todos os lançamentos do Pearl Jam
McCready foi membro da banda original, formada em 1990.[7]

Stone Gossard

Atividade: 1990 — presente
Instrumento: guitarra base e solo
Lançamentos com a banda: todos os lançamentos do Pearl Jam
Gossard foi membro da banda original, formada em 1990.[7]

Jeff Ament

Atividade: 1990 — presente
Instrumento: baixo
Lançamentos com a banda: todos os lançamentos do Pearl Jam
Ament foi membro da banda original, formada em 1990.[7]

Matt Cameron

Atividade: 1998 — presente
Instrumento: bateria
Lançamentos com a banda: todos os lançamentos do Pearl Jam a partir de Live on Two Legs (1998)
Cameron havia trabalhado com membros da banda no projeto Temple of the Dog, concebido por Chris Cornell, do Soundgarden, como um tributo à Andrew Wood do Mother Love Bone, além de ter auxiliado na gravação de alguns demos instrumentais no começo de 1990.[3] Um ano após a dissolução do Soundgarden, ele se uniu ao Pearl Jam, substituindo Jack Irons, após a turnê australiana da banda em 1998, e antes do início da turnê de verão na América do Norte.

Membros adicionais[editar | editar código-fonte]

Boom Gaspar em Bologna, Itália, em 2006.

Há um músico empregado na banda que se apresenta nas turnês e contribui com gravações de estúdio, embora não seja considerado um membro oficial da banda:

Boom Gaspar

Atividade: 2002 — presente
Instrumento: órgão, piano, teclado
Lançamentos com a banda: Riot Act (2002), Pearl Jam (2006)
Gaspar conheceu Vedder quando ele estava no Havaí,[8] sendo apresentado ao vocalista através de C. J. Ramone.[9] Ele detém um crédito de composição na música "Love Boat Captain", de Riot Act.[10]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

Dave Krusen

Atividade: 1990 — 1991
Instrumento: bateria
Lançamentos com a banda: Ten (1991)
Krusen foi membro da formação original, de 1990,[7] juntando-se à banda após uma audição; ele deixou a banda após o término das sessões de gravação de Ten, colocando-se na reabilitação.[3]

Matt Chamberlain

Atividade: 1991
Instrumento: bateria
Lançamentos com a banda: uma canção, Alive (ao vivo), da versão britânica e alemã de Ten (1991)
Chamberlain foi o baterista do Pearl Jam por um curto período de tempo. Ele assumiu a vaga deixada por Dave Krusen e excursionou com a banda no verão de 1991, antes do lançamento de Ten. Chamberlain deixou o grupo após esta turnê e o lançamento do vídeo de "Alive", em 3 de Agosto de 1991, para se unir à banda do Saturday Night Live.[4]

Dave Abbruzzese

Atividade: 1991 — 1994
Instrumento: bateria
Lançamentos com a banda: Vs. (1993), Vitalogy (1994)
Abbruzzese juntou-se à banda através de uma indicação de Chamberlain; os dois se conheciam da cena musical texana.[4] Meses após a banda ter encerrado as sessões inicias de gravação de Vitalogy, ele foi demitido, devido a conflitos pessoais com os demais membros da banda.[5]

Jack Irons

Atividade: 1994 — 1998
Instrumento: bateria
Lançamentos com a banda: Vitalogy (1994), Merkin Ball (1995), No Code (1996) e Yield (1998)
Irons tornou-se o baterista oficial da banda em 1994, após a demissão de Dave Abbruzzese. Em 1998, às vésperas da turnê de suporte à Yield, ele saiu da banda, alegando insatisfação com as turnês.[6]

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Pearl Jam: Timeline». Pearljam.com. Consultado em 28 de Julho de 2011. Arquivado do original em 9 de janeiro de 2008 
  2. Crowe, Cameron (28 de Outubro de 1993). «Five Against the World». Rolling Stone. Consultado em 31 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 19 de junho de 2007  |deadurl= e |urlmorta= redundantes (ajuda)
  3. a b c d Greene, Jo-Ann. "Pearl Jam and the Secret History of Seattle Part 2." Goldmine. Agosto de 1993.
  4. a b c Peiken, Matt (Dezembro de 1993). «Dave Abbruzzese of Pearl Jam». Modern Drummer. Consultado em 28 de Julho de 2011. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2011 
  5. a b c Weisbard, Eric, et al. "Ten Past Ten". Spin. Agosto de 2001.
  6. a b c Fischer, Blair R (17 de Abril de 1998). «Off He Goes». Rolling Stone. Consultado em 31 de Julho de 2011. Cópia arquivada em 2 de outubro de 2007 
  7. a b c d e Erlewine, Stephen Thomas. "Pearl Jam". Allmusic. Página visitada em 31 de Julho de 2011.
  8. Mills, Fred. "Yield Not". Seattle Weekly. 6 de Novembro de 2002. Página visitada em 31 de Julho de 2011.
  9. Burlingame, Burl. "Way to go Boom!" Honolulu Star-Bulletin. 20 de Abril de 2007. Página visitada em 31 de Julho de 2011.
  10. Paiva, Derek. "Friendship takes stage at Pearl Jam concert". The Honolulu Advertiser. 1º de Dezembro de 2006. Página visitada em 31 de Julho de 2011.