Lista de municípios de Mato Grosso do Sul por área urbana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Relação dos municípios de Mato Grosso do Sul por área urbana.[1]

Posição Município Área (km²)
Dourados 205,9900[2][3]
Campo Grande 154,4548
Corumbá 21,5777
Três Lagoas 18,4870
Ponta Porã 13,7151
Aquidauana 8,6344
Bela Vista 7,8300
Paranaíba 7,7400
Chapadão do Sul 7,7222
10º Nova Andradina 7,6635
11º Naviraí 7,3800
12º Amambai 7,2900
13º Coxim 7,0558
14º Jardim 6,9300
15º Cassilândia 6,5666
16º Maracaju 5,5195
17º Mundo Novo 5,1300
18º São Gabriel do Oeste 5,0400
19º Anastácio 4,5521
20º Rio Brilhante 4,4070
21º Fátima do Sul 4,3091
22º Sidrolândia 4,2061
23º Aparecida do Taboado 4,1524
24º Rio Verde de Mato Grosso 4,0962
25º Caarapó 3,9089
26º Ladário 3,6191
27º Bonito 3,4830
28º Miranda 3,2689
29º Bataguassu 3,1500
30º Itaporã 2,9700
31º Coronel Sapucaia 2,8800
32º Ribas do Rio Pardo 2,6348
33º Costa Rica 2,6100
34º Iguatemi 2,5791
35º Guia Lopes da Laguna 2,5303
36º Sete Quedas 2,5151
37º Ivinhema 2,4300
38º Deodápolis 2,3764
39º Porto Murtinho 2,3525
40º Eldorado 2,3473
41º Sonora 2,2872
42º Brasilândia 2,0934
43º Bataiporã 2,0860
44º Glória de Dourados 2,0700
45º Água Clara 1,9451
46º Nova Alvorada do Sul 1,9444
47º Antônio João 1,8495
48º Itaquiraí 1,8456
49º Nioaque 1,7963
50º Paranhos 1,7259
51º Angélica 1,7005
52º Terenos 1,6981
53º Bodoquena 1,5851
54º Pedro Gomes 1,4400
55º Camapuã 1,0800
56º Inocência 0,7200
57º Anaurilândia 0,4500
58º Alcinópolis 0,3682
Aral Moreira 0,3682
Bandeirantes 0,3682
Caracol 0,3682
Corguinho 0,3682
Dois Irmãos do Buriti 0,3682
Douradina 0,3682
Japorã 0,3682
Jaraguari 0,3682
Jateí 0,3682
Juti 0,3682
Laguna Carapã 0,3682
Novo Horizonte do Sul 0,3682
Rio Negro 0,3682
Rochedo 0,3682
Santa Rita do Pardo 0,3682
Selvíria 0,3682
Tacuru 0,3682
Taquarussu 0,3682
Vicentina 0,3682
Figueirão -
Paraíso das Águas -

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Embrapa Monitoramento por Satélite. «Mato Grosso do Sul». Consultado em 8 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2011 
  2. Camila Souza de Andrade (Universidade Federal da Grande Dourados) (2011). «Caracterização geofísica da vulnerabilidade ambiental na cidade de Dourados» (PDF). Instituto Brasileiro de Ensino e Aperfeiçoamento em Saúde (IBEAS). Consultado em 18 de março de 2014 
  3. Cesar Cordeiro (redação) (14 de setembro de 2011). «"Ampliação é positiva", diz Nogueira». O Progresso. Consultado em 5 de maio de 2015