Lista de organizações da série Guilty Gear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A seguir segue-se uma lista das principais organizações presentes na série Guilty Gear.

Guilda dos Assassinos[editar | editar código-fonte]

A guilda dos Assassinos,também conhecida como sindicato dos assassinos,ou simplesmente a guilda,é um grupo obscuro composto de assassinos profissionais.Seus membros trabalham em segredo,tendo enormes redes em diferentes no mundo inteiro.Muitos têm proezas de batalha semelhante ao de Gears,o que leva a acreditar que os membros praticam o que chamam de Kinju,um tipo de mágica proibida desenvolvida na guilda.

Embora ela não fosse dessa forma no início,a guilda atualmente tem se relacionado bastante com a política,sendo certamente capaz de influenciar o A Country(recente Estados Unidos).Eles também são conhecidos por fazerem alianças com oficias e funcionários corruptos,sendo que muitos presidentes de um país são apenas "marionetes" da guilda,como Erica Bartolomeu,embora a mesma tenha formado uma forte aliança com o país de Zepp para diminuir o poder da guilda na política.

A guilda dos assassinos foi fundada por Slayer para,como ele diz: "punir aqueles que se consideram acima da lei". Slayer se cansou do modo de vida na Terra,e decidiu se afastar da guilda,retirando-se para seu castelo,uma área pouco conhecida.Muitos anos se passaram,e eventualmente,Zato-1 tornou-se o novo líder da guilda,presumivelmente graças à Forbidden Beast implantada nele pela Post War Administration Bureau,o que acabou aumentando suas capacidades de combate e sentidos ainda mais.

Outros membros incluem Venom e Millia,orfãos adotados por Zato-1.Venom quase foi morto pelo sindicato,que pretendia implantar uma Forbidden Beast em seu corpo,mas Zato apareceu e salvou sua vida.No caso de Millia,não está claro em que idade ela foi trazida para a guilda,e nem se a Forbidden Beast Angra implantada nela,havia sido colocada em seu corpo no mesmo período de Zato.

IPF[editar | editar código-fonte]

A Internal Police Force,abreviada como IPF,é uma entidade estabelecedora de leis formada pela ONU.Sua tarefa principal é,eliminar todo conhecimento e uso relacionado à Black Tech,recolhendo artefatos e pessoas relacionadas as mesmas.A IPF também é responsável pela emissão de listas de recompensa,sob as ordens da ONU,sendo a principal encarregada de monitorar os cidadãos especiais,como os japoneses,mantendo-os dentro das colônias.

A ONU pode solicitar a assistência da IPF caso seja confrontada com problemas internos,tais como ameaças de assassinato aos líderes.No CD Drama de Guilty Gear X,é mostrado que uma grande parte dos membros da IPF são corruptos.Ky Kiske,um oficial de alta patente,ainda continua investigando seus próprios superiores.Está implícito no drama que a força policial não é eficaz o suficiente para mitigar os problemas como a pirataria e o comércio ilegal.

Jellyfish Pirates[editar | editar código-fonte]

Jellyfish Pirates é a tripulação do navio flutuante do complicado casal May e Johnny,seguidores feverosos dos princípios de Robin Hood :roubar dos ricos e dar aos pobres.Este grupo é constituído principalmente de mulheres jovens que foram salvas e levadas por Johnny,seu capitão,com o propósito de melhorar suas circunstâncias de vida.Todos os membros da tripulação,com exceção de Johnny e Dolphin-kun foram nomeados com os meses do calendário.

Post-War Administration Bureau[editar | editar código-fonte]

Post-War Administration Bureau (ou em abreviado PWAB) é uma sociedade secreta fictícia da série de jogos de luta Guilty Gear,fazendo sua primeira aparição em Guilty Gear XX.Ela é a organização que desenvolveu Robo-Ky,coordenou a fusão de Eddie em Zato-1 e transformou Testament em uma Gear.

A organização foi fundada durante a guerra entre humanos e Gears,e como o nome sugere,ela seria responsável por dirigir os rumos da humanidade após o término da guerra.No final das contas,como não se havia mais necessidade da PWAB atuar no mundo pós-guerra,ela foi supostamente dissolvida,sendo que na realidade,a mesma havia se retirado para as sombras.O grupo tem acesso à tecnologia relativamente avançada,já que eles criaram Robo-Ky,assim como podem usar a energia Magic.

O objetivo atual da organização aparentemente mudou inteiramente a manutenção de seu próprio poder e influência,e seus membros estão determinados a usarem todos os artifícios para realizarem seus objetivos,evidentemente sem ética alguma.O interesse deles em cada personagem se foca mais em,se eles devem ser manipulados,mortos,capturados ou estudados.De fato,cada história dos personagens começa com um perfil da PWAB para esse personagem,acompanhando com uma "classificação de risco" que, aparentemente,denota o quão perigoso eles são para a organização.[1]

Sacred Order of Holy Knights[editar | editar código-fonte]

A Sacred Order of Holy Knights(traduzido como Ordem Sagrada dos Cavaleiros Santos,Seikishidan em japonês),conhecida principalmente como Holy Order,é uma força militar formada com intuito de combater as Gears.Em 2074,um país importante (especulado como sendo os Estados Unidos) tentou usar as Gears como forma de dominar e submeter outras nações.No entanto,Justice,primeira Gear produzida,tinha vontade própria,e controlando outras Gears,ela ordenou o genocídio humano.

A primeira nação a ser dizimada pelas consequências da rebelião de Justice foi a do Japão.Como resposta a esta tragédia,assim como forma de evitar a extinção humana,as Nações Unidas decidem formar a Holy Order,e a guerra conhecida como As Cruzadas se inicia.

As Cruzadas ainda permanecem como uma seção misteriosa no enredo de Guilty Gear.Sabe-se que a guerra durou 100 anos,mas os detalhes são mínimos.Os poucos fatos conhecidos incluem Kliff Undersn tornando-se comandante dos cavaleiros por décadas,considerado seu maior guerreiro,e que seu filho,Testament,havia desaparecido décadas antes dos eventos do primeiro jogo.A guerra terminou em 2175 com o selamento de Justice.

A ordem se assemelha bastante aos cruzados da idade média.Está implícito que a ordem está sob o controle da igreja católica,já que os seus valores refletem a cavalaria cristã tradicional.Alguns membros da ordem inclusive,demonstram formas de caridade e dedicação a serviço do povo,como a proteção de órfãos e civis.

United Nations[editar | editar código-fonte]

A Organização das Nações Unidas (ONU) é uma importante entidade política na série Guilty Gear.Formada em 1945,após a Segunda Guerra Mundial,a mesma continuou a existir desde o século XXII.Sua existência se tornou fundamental durante as Cruzadas,uma vez que esta estabeleceu a força principal que lutou contra as Gears,a Holy Order,confiando a eles as temíveis Outrages.Não se sabe como a ONU adquiriu tais armas,já que estas foram criadas por Frederick,na esperança de impedir os planos de That Man.

Quando as Gears passaram a dizimar inúmeras nações como o Japão,a ONU passou a inspecionar e proteger todas as áreas de Estados menores.Ela também foi responsável pela criação da IPF e PWAB,cujas tarefas incluíam a regulação da tecnologia e proteção da população contra a ameaça das Gears.

Antes dos acontecimentos de Guilty Gear 2 : Overture,Ky Kiske afirma que a ONU havia dividido a Europa em três entidades,as estabelecendo como a Aliança do reino de Illyria.A ONU emitiu então uma eleição para cargo de rei,o qual Ky Kiske acabou adquirindo por meio do voto popular.No entanto, de acordo com uma entrevista,Ky havia sido nomeado secretamente,de modo que acabaria perdendo a liberdade para exortar aqueles que estariam acima dele.Está implícito na história de Ky que ele teria sido forçado a cooperar.

Referências