Lista de singles número um na Billboard Hot 100 em 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A seguir apresenta-se a lista dos singles número um na Billboard Hot 100 em 2000. A Billboard Hot 100 é uma tabela musical que classifica o desempenho de singles nos Estados Unidos. Publicada semanalmente pela revista Billboard, os seus dados são recolhidos pela Nielsen SoundScan, baseando-se em cada venda semanal física, e também popularidade da canção nas rádios.[1] Em 2000, dezassete canções atingiram o topo da tabela pela primeira vez. No entanto, embora tenha liderado por duas semanas, aumentando o seu total para doze semanas, o tema "Smooth", da banda Santana com participação de Rob Thomas, iniciou a sua corrida no topo em 1999, e foi, portanto, excluído.

"Independent Women Part I", o terceiro número um do grupo feminino Destiny's Child, foi a canção que por mais tempo liderou a Hot 100 em 2000. Ademais, o grupo foi um de duas artistas que conseguiram posicionar mais de um single na primeira posição da tabela.

Dez artistas conseguiram posicionar um single no número um da Hot 100 pela primeira vez, quer como artista principal quer como convidado. Eles são: Aaliyah, Creed, Matchbox Twenty, os grupos 'N Sync e 98 Degrees, Savage Garden, Joe, Lonestar, The Product G&B, Vertical Horizon. Com onze semanas consecutivas no topo, quatro das quais foram no ano seguinte, "Independent Women Part I", o terceiro número um do grupo feminino Destiny's Child, foi a canção que por mais tempo liderou a Hot 100. "Say My Name", também do grupo, havia também alcançado o primeiro posto da tabela, fazendo das Destiny's Child, juntamente com Christina Aguilera, as únicas artistas a conseguiram posicionar mais de um single na primeira posição da tabela no ano. "Maria Maria", do grupo Santana com participação de The Product G&B, foi o tema com o segundo maior tempo de liderança: 10 semanas consecutivas. Ademais, "Maria Maria" e "Thank God I Found You", de Mariah Carey com participação de Joe e 98 Degrees, foram as únicas colaborações que conseguiram alcançar a posição mais alta da Hot 100 no ano. Este foi o décimo quinto número um de Carey, estendendo o seu recorde de artista a solo com a maior quantidade de números uns e alcançando o recorde de maior quantidade ininterrupta de anos consecutivos a posicionar canções no primeiro posto da tabela: onze anos, começando com "Vision of Love" em 1990.

Após uma espera de trinta semanas, "Amazed", de Lonestar, conseguiu alcançar o topo da Hot 100 na publicação de 4 de Março, a sua trigésima primeira semana na tabela, tendo liderado por mais uma semana. Este foi o segundo maior tempo de espera de um single para alcançar o número um, perdendo apenas para "Macarena (Bayside Boys Mix)" de Los Del Rio, que apenas alcançou o topo na sua trigésima terceira semana. "With Arms Wide Open" de Creed, e "Everything You Want" de Vertical Horizon também esperaram tempos longos para que alcançassem o primeiro posto, com o primeiro atingindo o cume na sua vigésima sétima semana e o segundo na sua vigésima sexta semana. "Try Again", de Aaliyah, marcou a primeira vez que um single conseguiu alcançar o primeiro posto da Hot 100 apenas devido ao seu desempenho nas estações de rádio norte-americanas.[2] "Doesn't Really Matter" rendeu a Janet Jackson o seu nono número um na tabela musical e foi ainda o primeiro número um por uma artista feminina desde "Try Again" três meses antes, quebrando o maior tempo de dominância masculina na Hot 100 desde oito anos antes.[3] "Music" foi o décimo segundo tema de Madonna a alcançar a primeira colocação da tabela, empatando ela com as The Supremes na quinta posição das artistas com a maior quantidade de números uns.[4] Ademais, "Music" conquistou a maior quantidade de vendas semanais e maior acumulado de pontos para um número um.[5][6]

Embora nem sequer tenha conseguido alcançar o primeiro posto da tabela, a canção com o melhor desempenho do ano foi "Breathe" de Faith Hill.

Histórico[editar | editar código-fonte]

"Thank God I Found You" estendeu o recorde de Mariah Carey de artista a solo com mais números uns e ainda fez ela alcançar o recorde de maior quantidade ininterrupta de anos consecutivos a posicionar canções no topo da tabela.
"Doesn't Really Matter", de Janet Jackson, quebrou o maior tempo de dominância masculina na Hot 100 desde oito anos antes.
Além de ser o décimo segundo número um de Madonna, "Music" conquistou a maior quantidade de vendas semanais e maior acumulado de pontos para um número um.
"Try Again", de Aaliyah, marcou a primeira vez que um single alcançou o topo apenas devido ao seu desempenho nas estações de rádio norte-americanas.
Data Canção[7] Artista(s)
1 de Janeiro "Smooth" Santana com participação de Rob Thomas
8 de Janeiro
15 de Janeiro "What a Girl Wants" Christina Aguilera
22 de Janeiro
29 de Janeiro "I Knew I Loved You" Savage Garden
5 de Fevereiro
12 de Fevereiro
19 de Fevereiro "Thank God I Found You" Mariah Carey com participação de Joe e 98 Degrees
26 de Fevereiro "I Knew I Loved You" Savage Garden
4 de Março "Amazed" "Lonestar"
11 de Março
18 de Março "Say My Name" Destiny's Child
25 de Março
1 de Abril
8 de Abril "Maria Maria" Santana com participação de The Product G&B
15 de Abril
22 de Abril
29 de Abril
6 de Maio
13 de Maio
20 de Maio
27 de Maio
3 de Junho
10 de Junho
17 de Junho "Try Again" Aaliyah
24 de Junho "Be with You" Enrique Iglesias
1 de Julho
8 de Julho
15 de Julho "Everything You Want" Vertical Horizon
22 de Julho "Bent" Matchbox Twenty
29 de Julho "It's Gonna Be Me" 'N Sync
5 de Agosto
12 de Agosto "Incomplete" Sisqó
19 de Agosto
26 de Agosto "Doesn't Really Matter" Janet
2 de Setembro
9 de Setembro
16 de Setembro "Music" Madonna
23 de Setembro
30 de Setembro
7 de Outubro
14 de Outubro "Come on Over Baby
(All I Want Is You)
"
Christina Aguilera
21 de Outubro
28 de Outubro
4 de Novembro
11 de Novembro "With Arms Wide Open" Creed
18 de Novembro "Independent Women Part I" Destiny's Child
25 de Novembro
2 de Dezembro
9 de Dezembro
16 de Dezembro
23 de Dezembro
30 de Dezembro

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal.svg A Wikipédia possui o
Portal Música