Lista de viagens presidenciais de Barack Obama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta é uma lista das viagens presidenciais realizadas por Barack Obama, o 44º Presidente dos Estados Unidos. Obama realizou 52 viagens internacionais a 58 diferentes nações (além de suas visitas presidenciais ao Vaticano e à Cisjordânia) durante sua presidência, que teve início com sua posse presidencial em 20 de janeiro de 2009 e findou-se em 20 de janeiro de 2017.

Lista de viagens por país[editar | editar código-fonte]

Países visitados por Barack Obama (2009 - 2015).
Número de visitas País
1 visita Brasil, Camboja, Chile, Colômbia, Costa Rica, Egito, El Salvador, Estônia, Etiópia, Gana, Iraque, Irlanda, Israel, Jamaica, Jordânia, Quênia, Países Baixos, Noruega, Panamá, Portugal, Senegal, Singapura, Suécia, Tanzânia, Tailândia, Trinidad e Tobago e Cisjordânia
2 visitas Austrália, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Índia, Indonésia, Itália, Malásia, Miamar, Filipinas, Rússia, África do Sul, Turquia, Vaticano
3 visitas Canadá, China e Polônia
4 visitas Afeganistão, Arábia Saudita, Coreia do Sul, Japão
5 visitas México e Reino Unido
6 visitas Alemanha e França

2009[editar | editar código-fonte]

Barack e Michelle Obama são recebidos pela Rainha Isabel II no Palácio de Buckingham, abril de 2009.
Barack Obama em reunião na Prefeitura de Xangai, em novembro de 2009.
País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Canadá Ottawa 19 - 20 de fevereiro Michaëlle Jean Primeira viagem ao exterior como Presidente dos Estados Unidos. Obama reuniu-se com a Governadora-geral Michaëlle Jean, o Primeiro-ministro Stephen Harper e o Líder da Oposição Michael Ignatieff.[1][2][3]
 Reino Unido Londres 1 - 2 de abril Isabel II Obama participou da 2ª reunião de cúpula do G20,[4] reuniu-se com o Primeiro-ministro Gordon Brown em 10 Downing Street, onde também realizou um conferência de imprensa.[5] Posteriormente, reuniu-se com o Líder da Oposição, David Cameron.[6] No Palácio de Buckingham, foi recebido pela Rainha Isabel II.[7]
 França Estrasburgo 3 de abril Nicolas Sarkozy Obama esteve presente na cimeira da OTAN.[8]
 Alemanha Baden-Baden
Kehl
3 - 4 de abril Angela Merkel Obama esteve presente na cimeira da OTAN.[8]
 República Checa Praga 5 de abril Václav Klaus Obama visitou a República Checa, que então detinha a presidência rotativa do Conselho Europeu.[9] Obama encontrou-se com o Presidente Václav Klaus em Praga e discursou em praça pública da capital sobre a ameaça de armas nucleares no período pós-Guerra Fria.[10]
 Turquia Ancara
Istambul
6 - 7 de abril Abdullah Gül Obama prestou homenagem ao líder Mustafa Kemal Atatürk no Anitkabir,[11] encontrou-se com o Presidente Abdullah Gül e o Primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan, e realizou um discurso perante a Grande Assembleia Nacional. Em Istambul, Obama também teve uma reunião com o Patriarca Bartolomeu I,[12] participou de um fórum da Aliança de Civilizações[13] e visitou locais históricos da cidade, como a Hagia Sophia e a Mesquita Azul.[14]
 Iraque Bagdá 7 de abril Obama foi recebido pelo Presidente Jalal Talabani e pelo Primeiro-ministro Nouri al-Maliki na capital iraquiana.[15] O Presidente também visitou as tropas estadunidenses instaladas no país.
 México Cidade do México 16 - 17 de abril Felipe Calderón
Arábia Saudita Riade 3 de junho Rei Abdullah Obama reuniu-se com o Rei Abdullah, com quem discutiu assuntos estratégicos como o conflito árabe-israelense e o programa nuclear iraniano.[16][17][18]
 Egito Cairo 4 de junho Hosni Mubarak Em sua primeira viagem ao continente africano, Obama discursou ao mundo islâmico na Universidade do Cairo. O presidente estadunidense também teve uma audiência com o Presidente egípcio, Hosni Mubarak, que descreveu-a como "cândida e franca". No encerramento da viagem, Obama visitou a Mesquita do Sultão Hassan.[16][13][19]
 Alemanha Dresden
Weimar
5 de junho Angela Merkel Obama visitou o campo de concentração Buchenwald, dias antes das comemorações do Dia D, e o Centro Médico Regional de Landstuhl. Também discursou sobre o conflito no Oriente Médio e reuniu-se com a Chanceler Angela Merkel no Castelo de Dresden, visitando ainda a Frauenkirche.[20]
 França Paris
Colleville-sur-Mer
6 de junho Nicolas Sarkozy Obama visitou a França em comemoração ao 65º aniversário dos Desembarques da Normandia. Obama reuniu-se com dignatários europeus, como o Presidente francês Nicolas Sarkozy, o Primeiro-ministro britânico Gordon Brown, Stephen Harper e o Príncipe de Gales.[21][22] Em Paris, Obama realizou um tour turístico com sua família, visitando o Centro Georges Pompidou e a Notre-Dame de Paris, entre outros locais.[23]
 Rússia Moscou 6 - 8 de julho Dmitri Medvedev Presidente Obama reuniu-se com o Presidente Dmitri Medvedev para discutir assuntos globais, incluindo a Guerra do Afeganistão. Obama discursou na Nova Escola de Economia, em Moscou.[24]
 Itália L'Aquila
Roma
8 - 10 de julho Giorgio Napolitano Presidente Obama participou da 35.ª reunião de cúpula do G8. Também houve uma reunião privada com o Presidente Giorgio Napolitano.[25]
Vaticano Cidade do Vaticano 10 de julho Papa Bento XVI Obama encontrou o Papa Bento XVI, com quem discutiu assuntos como pobreza, pesquisa com células-tronco, paz no Oriente Médio e a necessidade aproximação com o mundo islâmico. Ambos os chefes de Estado trocaram presentes entre si.[26]
Gana Acra
Cape Coast
10 - 11 de julho John Atta Mills Obama foi recebido pelo Presidente John Atta Mills e fez um discurso perante o Parlamento do Gana. Obama também conheceu um antigo porto de comércio de escravos, o Castelo da Costa do Ouro.[25]
 México Guadalajara 9 - 10 de agosto Felipe Calderón Obama foi recebido pelo Presidente Felipe Calderón em sua segunda visita oficial ao México, para participar da cimeira da OTAN.[27]
 Dinamarca Copenhaga 2 de outubro Margarida II Obama participou do 13º Congresso Olímpico, apoiando a candidatura de Chicago para sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Ainda no país, Obama reuniu-se com o Primeiro-ministro Lars Løkke Rasmussen e teve uma recepção com a Rainha Margarida II e o Príncipe Consorte.[28]
 Japão Tóquio 13 - 14 de novembro Akihito A visita ao Japão foi a primeira etapa de uma agenda de quatro países asiáticos. No Japão, Obama foi recebido pelo Primeiro-ministro Yukio Hatoyama.[29] Obama também visitou o Imperador Akihito e a Imperatriz Michiko Palácio Imperial;[30] e realizou um discurso na casa de espetáculos Suntory Hall, em Tóquio.[31]
 Singapura Singapura 14 - 15 de novembro Lee Hsien Loong A visita à Singapura foi a segunda etapa de uma agenda de quatro países asiáticos. Obama participou da cimeira da OPEC[32] e teve encontro bilaterais com o Primeiro-ministro Lee Hsien Loong e o Presidente indonésio Susilo Bambang Yudhoyono.[33]
 China Xangai
Beijing
15 - 17 de novembro Hu Jintao A visita à China foi a terceira etapa de uma agenda de quatro países asiáticos. Em Xangai, Obama reuniu-se com Yu Zhengsheng e Han Zheng, dois dos maiores líderes políticos do país.[33] O Presidente também participou de uma cerimônia com estudantes chineses, discursando sobre uma série de assuntos como a censura da Internet e as relações norte-americanas com Taiwan.[34] Em Beijing, Obama teve uma reunião bilateral com o Presidente Hu Jintao e uma reunião com o Premiê Wen Jiabao.[33] Após os eventos oficiais, Obama encontrou com seu meio-irmão Mark Ndesandjo[35] e visitou vários locais culturais, como a Cidade Proibida e a Grande Muralha da China.
 Coreia do Sul Seul 18 - 19 de novembro Lee Myung-Bak A visita à Coreia do Sul encerrou a agenda de quatro países asiáticos. Obama foi recebido pelo Presidente Lee Myung-bak na Casa Azul, onde debateram assuntos como o inativo Tratado de Livre-Comércio. A comitiva presidencial também visitou as tropas estadunidenses na Base Aérea de Osan.
 Noruega Oslo 10 de dezembro Haroldo V Barack Obama viajou à cidade de Oslo por ocasião do Nobel da Paz.
 Dinamarca Copenhaga 17 - 18 de dezembro Margarida II Em sua segunda viagem presidencial à Dinamarca, Obama participou da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. Obama também teve um encontro bilateral com o Premiê chinês Wen Jiabao, e reuniu-se com o Presidente Dmitri Medvedev para discutir um novo tratado de desarmamento nuclear em substituição ao START I.

2010[editar | editar código-fonte]

País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Afeganistão Bagram
Cabul
28 de março Hamid Karzai Obama realizou uma visita não-anunciada ao Afeganistão. Obama desembarcou do Força Aérea Um na Base Aérea de Bagram e seguiu de helicóptero até Cabul, onde foi recebido pelo Presidente Hamid Karzai para discutir a guerra no país. Durante sua visita, Obama também conversou com as tropas estadunidenses e encontrou-se com o embaixador Karl Eikenberry.[36]
 República Checa Praga 8 de abril Václav Klaus Obama viajou à Praga para assinatura do START III juntamente com o Presidente Dmitri Medvedev. O Presidente checo Václav Klaus ofereceu um jantar de Estado à onze chefes de Estado do Leste Europeu.[37]
 Canadá Toronto
Huntsville
25 - 27 de junho Michaëlle Jean Obama participou da 36ª reunião de cúpula do G8 e, posteriormente, da 4ª reunião de cúpula do G20.[38]
 Índia Bombaim
Nova Délhi
6 - 9 de novembro Pratibha Patil Obama viajou para Bombaim como parte de uma viagem à Ásia. O Presidente relembrou os Atentados de 2008, visitou o Mani Bhavan e participou de diálogos financeiros. Em Nova Délhi, Obama visitou o Túmulo de Humaium e reuniu-se com o Primeiro-ministro Manmohan Singh; além de realizar um discurso perante o Parlamento indiano e participar de um jantar de Estado oferecido pela Presidente Pratibha Patil no Rashtrapati Bhavan.[39]
Indonésia Jacarta 9 - 10 de novembro Susilo Bambang Yudhoyono
 Coreia do Sul Seul 10 - 12 de novembro Lee Myung-Bak
 Japão Yokohama 12 - 13 de novembro Akihito
Portugal Portugal Lisboa 19 - 20 de novembro Aníbal Cavaco Silva
 Afeganistão Bagram 3 de dezembro

2011[editar | editar código-fonte]

Barack Obama presta homenagens no Monumento aos Heróis do Gueto, em Varsóvia.
País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Brasil Brasília
Rio de Janeiro
19 - 21 de março Dilma Rousseff Em 19 de março, Obama desembarcou em Brasília para sua primeira visita de Estado ao Brasil. Obama reuniu-se com a Presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto e defendeu uma maior cooperação comercial entre os dois países.[40] Em 20 de março, a comitiva presidencial viajou para o Rio de Janeiro, onde o Presidente discursou em cerimônia no Theatro Municipal. Obama e sua família visitaram a Cidade de Deus, um dos bairros mais carentes da cidade, e também o Cristo Redentor.[41] Durante sua visita ao Brasil, Obama realizou dois discursos públicos, nos quais falou sobre "colonialismo, liberdade humana e o Sonho Americano".[42][43][44]
 Chile Santiago 21 - 22 de março Sebastián Piñera Obama visitou Santiago em sua viagem oficial ao Chile e reuniu-se com o Presidente Sebastián Piñera no Palácio de La Moneda para discutir fortalecimente dos laços comerciais. Posteriormente, Obama falou sobre como as democracias latino-americanas poderiam ser um exemplo às democracias em desenvolvimento no Oriente Médio.[45][46][47]
El Salvador San Salvador 22 - 23 de março Mauricio Funes Barack Obama foi recebido pelo Presidente Mauricio Funes, com quem discutiu sobre imigração e tráfico de drogas no continente.[48] Posteriormente, Obama visitou a Catedral de San Salvador e a tumba do Arcebispo Óscar Romero.[49]
 Irlanda Dublin
Moneygall
23 de maio Mary McAleese Em sua visita de Estado à Irlanda, Obama reuniu-se com a Presidente Mary McAleese e com o Taoiseach Enda Kenny. Obama também visitou o vilarejo de Moneygall, terra natal de seu ancestral Falmouth Kearney, que havia imigrado para os Estados Unidos em 1850.[50] Na capital, Dublin, Obama discursou no College Green e reafirmou as relações americano-irlandesas.[51]
 Reino Unido Londres 23 - 26 de maio Isabel II Durante sua visita oficial ao Reino Unido, Obama foi recebido com honras pela Rainha Isabel II no Palácio de Buckingham.[52] Após conhecer o Palácio, Obama reuniu-se com o Primeiro-ministro David Cameron e sua esposa Samantha Cameron na 10 Downing Street. Obama também teve uma reunião com o Líder da Oposição Ed Miliband e visitou a Globe Academy, em Southwark, onde disputou uma partida de tênis de mesa com estudantes. Obama também prestou uma homenagem ao Soldado Desconhecido na Abadia de Westminster e compareceu a um banquete oferecido pela Casa Real.[53]
 França Deauville 26 - 27 de maio Nicolas Sarkozy Obama participou da 37ª reunião de cúpula do G8, em Deauville, onde teve também encontros bilaterais com Dmitry Medvedev, Presidente da Rússia, e Naoto Kan, Primeiro-ministro do Japão.
 Polónia Varsóvia 27 - 28 de maio Bronislaw Komorowski No primeiro dia de sua visita oficial à Polônia, Obama prestou homenagem no Túmulo do soldado desconhecido e no Memorial do Ghetto de Varsórvia. Obama também se reuniu com líderes de uma comunidade judaica e sobreviventes do Holocausto. Obama também se juntou a outros líderes do continente em uma cerimônia oficial no Castelo Real. No dia seguinte, Obama se reuniu com o Presidente Bronislaw Komorowski e o Primeiro-ministro Donald Tusk. Também visitou o memorial às vítimas do acidente aéreo de Smolensk.
 França Cannes 3 - 4 de novembro Nicolas Sarkozy Obama retornou à França para a 6ª reunião de cúpula do G20 em Cannes, onde também teve reuniões bilaterais com o Presidente francês Nicolas Sarkozy, a Chanceler alemã Angela Merkel e a Presidente argentina Cristina Kirchner.[54]
 Austrália Canberra
Darwin
16 - 17 de novembro Julia Gillard Obama viajou à Austrália com o objetivo de fortalecer as relações entre os dois países.[55] Em Canberra, foi recebido pela Primeira-ministra Julia Gillard, juntamente com a qual anunciou o aumento do efetivo militar estadunidense na região norte da Austrália.[56] Na Parliament House, Obama discursou ao Parlamento e reuniu-se com líderes partidários. Na segunda etapa da visita, Obama viajou para Darwin, onde foi comemorou o 60º aniversário de criação do ANZUS e visitou o memorial do USS Peary.

2012[editar | editar código-fonte]

País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Coreia do Sul Osan
Seul
25 - 27 de março Lee Myung-bak Obama visitou a Coreia do Sul para participar da Cimeira Mundial sobre Segurança Nuclear, em Seul. Posteriormente, a comitiva presidencial desembarcou na Base Aérea de Osan, onde Obama cumprimentou os 28.500 militares estadunidenses que servem na Zona Desmilitarizada.[57] Ao retornar para a capital, Obama teve encontros bilaterais com o Primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdoğan e o Presidente sul-coreano Lee Myung-bak, respectivamente, na Casa Azul. Na cimeira nuclear, Obama reuniu-se com Dmitri Medvedev, Nursultan Nazarbayev, Hu Jintao e Yousaf Raza Gillani. O presidente também discursou na Universidade Hankuk de Estudos Estrangeiros.[58][59]
 Colômbia Cartagena 13 - 15 de abril Juan Manuel Santos Barack Obama visitou a Colômbia para participar da sexta edição da Cúpula das Américas, em Cartagena e fortalecer os laços com a comunidade hispânica de seu próprio país.[60][61][62] Ante ao panorama de maior distância e independência dos países latino-americanos com relação aos Estados Unidos,[63][64] Obama discutiu tópicos esperados sobre a legalização de drogas no contexto da guerra às drogas, assim como a permanência das sanções sobre Cuba e a contínua exclusão da ilha caribenha da cimeira em questão.[65][66] Após a cimeira, Obama reuniu-se com o Presidente Juan Manuel Santos para um almoço e uma conferência de imprensa, na qual anunciaram um acordo estratégico entre os dois países.[67]
 Afeganistão Bagram
Cabul
1 - 2 de maio Hamid Karzai Obama visitou o Afeganistão em uma visita de Estado não anunciada no primeiro aniversário da morte de Osama bin Laden para assinar um acordo de parceria estratégica entre os dois países e avançar em seus planos acerca da Guerra do Afeganistão.[68] Obama desembarcou na Base Aérea de Bagram e seguiu para a capital Cabul, onde reuniu-se com o Presidente Hamid Karzai para assinatura de acordos estratégicos.[69]
 México Los Cabos
San José del Cabo
17 - 19 de junho Felipe Calderón

2015[editar | editar código-fonte]

Barack Obama cumprimenta membros da Casa de Saud, em janeiro de 2015.
Barack Obama cumprimenta crianças na Embaixada dos Estados Unidos em Nairóbi, em julho de 2015.
Durante a Cúpula das Américas de 2015, Barack Obama e Raúl Castro reúnem-se e trocam cumprimentos.
País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Índia Nova Délhi 25 - 27 de janeiro Pranab Mukherjee A convite do Primeiro-ministro Narendra Modi, Barack Obama viajou à Índia para assistir as celebrações do Dia da República em Nova Délhi.[70] Obama tornou-se, então, o primeiro presidente norte-americano a visitar a Índia duas vezes ao longo do mandato.[71] Os dignatários também compareceram a um evento realizado pelo Conselho Financeiro Indo-Americano.
Arábia Saudita Riade 27 de janeiro Rei Salman Obama viajou à Arábia Saudita para participar da aclamação do novo Rei Salman e prestar suas últimas homenagens ao Rei Abdallah.[72]
 Jamaica Kingston 9 - 10 de abril Portia Simpson-Miller Na Jamaica, Obama reuniu-se com a Primeira-ministra Portia Simpson-Miller e outros líderes da Comunidade do Caribe. O Presidente estadunidense também visitou o Museu Bob Marley, a Universidade das Índias Ocidentais e o National Heroes Park, onde prestou uma homenagem aos heróis nacionais jamaicanos.[73]
 Panamá Cidade do Panamá 10 - 11 de abril Obama viajou ao Panamá para participar da 7.ª Cúpula das Américas. Após a cimeira, houve um encontro histórico com o Presidente de Cuba Raúl Castro, marcando o início do acalentamento das relações entre os dois países.[74]
 Alemanha Baviera 7 - 8 de junho Angela Merkel Obama participou da 41ª reunião de cúpula do G7.[75] Também reuniu-se com a Chanceler Angela Merkel para uma celebração tradicional com moradores de Krün.[76]
 Quênia Nairóbi 24 - 26 de junho Uhuru Kenyatta
 Etiópia Adis Abeba 26 - 28 de julho Mulatu Teshome Obama teve reuniões bilaterais com o governo da Etiópia e visitou a sede da União Africana, tornando-se o primeiro presidente norte-americano a fazê-lo.[77][78]
 Turquia Antália 14 - 17 de novembro Recep Tayyip Erdogan Obama participou da 10ª reunião de cúpula do G20 na Antália, onde foram debatidos temas como estratégias de investimentos, mudanças climáticas, regulamento financeira e combate a corrupção.[79] "Segurança cibernética, refugiados, segurança global e combate ao terrorismo" foram alguns dos tópicos discutidos pela delegação dos Estados Unidos.[80] Posterior a reunião, Obama teve diálogos com o Presidente turco e o Rei Salman sobre a Guerra Civil Síria e a subsequente crise de refugiados sírios.[81][82]
Filipinas Manila 17 - 20 de novembro Benigno Aquino III Obama participou do Encontro de Líderes Financeiros da APEC em Manila.[79] Adicionalmente, reuniu-se com o Presidente Benigno Aquino III, e os primeiros-ministros Shinzō Abe, Malcolm Turnbull e Justin Trudeau.[83][84]
 Malásia Kuala Lumpur 20 - 22 de novembro Sultão Abdul Halim Obama participou da Cúpula do Leste Asiático em Kuala Lumpur, cujo foco principal de discussões foi a intervenção militar contra o Estado Islâmico e as disputas territoriais no Mar do Sul da China.[79][85] Além da cimeira, Obama conheceu refugiados abrigados em instituições da capital malaia[86] e teve um encontro multilateral com líderes da ASEAN.[87]
 França Paris 29 - 30 de novembro François Hollande Na França, Obama participou da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas.[88] Paralelamente, acompanhado de François Hollande e Anne Hidalgo, prestou homenagem às vítimas do atentados de novembro em Paris em frente ao Bataclan.[89] Após a conferência, Obama teve reuniões bilaterais com Xi Jinping, Narendra Modi e Recep Tayyip Erdoğan.[90]

2016[editar | editar código-fonte]

Coletiva de imprensa de Barack Obama e Raúl Castro na histórica visita oficial a Cuba, em março de 2016.
David Cameron, Barack Obama, Angela Merkel, François Hollande e Matteo Renzi em Berlim, em abril de 2016.
País Cidade/Região Período Anfitrião Notas
 Cuba Havana 21 - 22 de março Raúl Castro Em fevereiro de 2016, a Casa Branca anunciou a visita histórica de Barack Obama a Cuba em março do mesmo ano, marcando o fim de 54 anos de tensões diplomáticas entre os dois países. Obama será o primeiro Presidente em exercício, desde Calvin Coolidge em 1928, a visitar a ilha.[91][92]

A comitiva presidencial desembarcou no Aeroporto Internacional José Martí em um domingo chuvoso, 20 de março, onde foram recebidos pelo chanceler Bruno Rodríguez Parrilla. A Família presidencial dirigiu-se ao Hotel Meliá Habana para um encontro com famílias da Embaixada norte-americana. Os Obama, em seguida, visitaram o centro histórico de Havana, onde conheceram construções históricas da capital cubana. Na Catedral de Havana, reuniram-se com o Cardeal Jaime Ortega, Arcebispo de Havana, que foi um dos defensores da restauração das relações entre os dois países, junto ao Papa Francisco. Durante a noite, a família presidencial jantou em um restaurante tradicional na região central da cidade.


 Argentina Buenos Aires 23 - 24 de março Mauricio Macri Em fevereiro de 2016, a Casa Branca anunciou a visita oficial de Barack Obama à Argentina com o objetivo de aprofundar as relações entre os dois países.[93][94]
Arábia Saudita Riade 20 - 21 de abril Rei Salman Obama anunciou uma reunião de cúpula com o Conselho de Cooperação do Golfo para discutir formas de lidar com o Estado Islâmico do Iraque e do Levante e outros conflitos regionais.[95] O presidente estadunidense também se reunirá com o Rei Salman, em Riade, e terá uma sessão com a corte real saudita.[96]
 Reino Unido Londres
Windsor
22 - 23 de abril Isabel II Durante sua viagem à Europa em abril, Obama irá visitar Londres, onde terá participação em movimentos para incentivar a permanência do Reino Unido na União Europeia. A passagem pelo país tem como foco o Referendo de 23 de junho.[97] O presidente será recebido pelo Primeiro-ministo David Cameron e participará de almoço privado com a Rainha Isabel II no Castelo de Windsor.[98]
 Alemanha Hanover 24 - 25 de abril Angela Merkel Em dezembro de 2015, a Casa Branca anunciou uma viagem presidencial a Alemanha em abril de 2016 para a Feira de Hanover, a maior feira industrial do país, considerado um dos principais parceiros comerciais dos Estados Unidos. De acordo com Josh Earnest, o porta-voz da Casa Branca, Barack Obama irá destacar o envolvimento do país com questões comerciais em "ambos os lados do Atlântico".[99]
 Vietnã Hanói
Ho Chi Minh
22 - 25 de maio Nguyễn Tấn Dũng
 Japão Shima 26 - 27 de maio Shinzō Abe Obama participará da 42ª reunião de cúpula do G7 em Shima.[100]

Obama irá visitar Hiroshima a 27 de maio. Será a primeira vez que um chefe de Estado norte-americano em funções visitará uma das duas cidades devastadas pelo lançamento de uma bomba atómica.

 Canadá Ottawa 29 de junho David Johnston Obama realizou uma visita de Estado ao Canadá, onde foi recebido pelo Governador-geral David Johnston e pelo Primeiro-ministro Justin Trudeau. A visita ainda incluiu um discurso do Presidente estadunidense perante o Parlamento do Canadá. No encerramento, Obama juntou-se a Trudeau e Enrique Peña Nieto para realização da Cúpula de Líderes da América do Norte.
 Polónia Varsóvia 8 - 9 de julho Andrzej Duda Obama viajou à Polônia para participar da Cimeira da OTAN em Varsóvia, onde foi recebido pelo Presidente Andrzej Duda, o Presidente do Conselho Europeu Donald Tusk e o Presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker para debater temas relativos ao combate ao terrorismo, a crise de refugiados sírios e o quadro econômico internacional.[101][102] Na cimeira da OTAN, o presidente estadunidense defendeu uma cooperação mais forte entre os países do Leste Europeu, abordando igualmente a atuação regional russa, o avanço do Estado Islâmico do Iraque e do Levante e a saída do Reino Unido da União Europeia.[103] Na ocasião, Obama anunciou o envio de mais mil soldados norte-americanos à Polônia.[104]
Flag of Spain.svg Espanha Madrid
Rota
9 - 10 de julho Filipe VI Em sua primeira viagem presidencial à Espanha, Obama reuniu-se com o Presidente do Governo Mariano Rajoy e o Rei Filipe VI.[101] Obama também reuniu-se com tropas americanas na Base Naval de Rota, em Cádis. A agenda presidencial incluía ainda uma visita aos restos mortais de Cristóvão Colombo em Sevilha, o que foi cancelado por conta da proximidade com uma visita presidencial a Dallas, Texas.[105]
 China Hangzhou 3 - 4 de setembro Xi Jinping Obama participou da 11.ª reunião de cúpula do G20.[102]
Laos Vientiane 5 - 8 de setembro Bounnhang Vorachith Obama viajou ao Laos para participar da Cimeira do Leste Asiático juntamente com líderes da Associação de Nações do Sudeste Asiático, sendo o primeiro presidente estadunidense a realizar tal visita.[106]
 Israel Jerusalém 30 de setembro Obama liderou uma delegação de dignatários estadunidenses no Funeral de Estado de Shimon Peres, ex-presidente e primeiro-ministro israelense.[107]
 Grécia Atenas 15 - 16 de novembro Prokopis Pavlopoulos Obama realizou sua última visita de Estado ao país europeu, parte de sua última série de viagens diplomáticas presidenciais. Em Atenas, reuniu-se com o Primeiro-ministro Alexis Tsipras e o Presidente Prokopis Pavlopoulos para discutir a crise financeira do país e a crise imigratória no continente, além de sua parceria internacional.[108] Na sede da Fundação Cultural Stavros Niarchos, Obama discursou sobre o impacto da democracia e a situação econômica do país, enfatizando a necessidade de um alívio na dívida pública. Posteriormente, participou de um jantar de Estado no Palácio Presidencial e visitou o Museu da Acrópole.[109][110][111]
 Alemanha Berlim 16 - 18 de novembro Angela Merkel Em Berlim, Obama reuniu-se com outros cinco líderes da OTAN: Angela Merkel, François Hollande, Theresa May, Matteo Renzi e Mariano Rajoy no último evento deste porte de sua presidência. Os líderes discutiram temas relativos à comércio, a Crise Ucraniana, Guerra Civil Síria e a atuação do Estado Islâmico do Iraque e do Levante.[112][108]
 Peru Lima 18 - 20 de novembro Pedro Pablo Kuczynski Em sua última viagem presidencial internacional, Obama viajou à Lima para a Cimeira da Cooperação Econômica Ásia-Pacífico.[113] Paralelamente à cimeira, Obama reuniu-se com jovens lideranças da Pontifícia Universidade Católica do Peru.[114][115]

Eventos multilaterais[editar | editar código-fonte]

Organização Ano
2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016
ONU 23 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
14 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
13 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
18 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
17 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
16 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
15 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
13 de setembro,
Estados Unidos Nova Iorque
18 de dezembro,
Dinamarca Copenhagen
30 de novembro,
França Paris
APEC 14-15 de novembro,
 Singapura
13-14 de novembro,
Japão Yokohama
12-13 de novembro,
Estados Unidos Honolulu
9-10 de setembro,
Rússia Vladivostoka
5-7 de outubro,
Indonésia Denpasarb
10-11 de novembro,
China Beijing
18-19 de novembro,
Filipinas Manila
19-20 de novembro,
Peru Lima
G8 8-10 de julho,
Itália L'Aquila
25-26 de junho,
Canadá Huntsville
26-27 de maio,
França Deauville
18-19 de maio,
Estados Unidos Camp David
17-18 de junho,
Reino Unido Enniskillen
4-5 de junho,
Bélgica Bruxelas
7-8 de junho,
Alemanha Krün
26-27 de maio,
Japão Shima
G20 2 de abril,
Reino Unido Londres
26-27 de junho,
Canadá Toronto
3-4 de novembro,
França Cannes
18-19 de junho,
México Los Cabos
5-6 de setembro,
Rússia São Petersburgo
15-16 de novembro,
Austrália Brisbane
15-16 de novembro,
Turquia Antália
4-5 de setembro,
China Hangzhou
24-25 de setembro,
Estados Unidos Pittsburgh
11-12 de novembro,
Coreia do Sul Seul
OTAN 3-4 de abril,
França Estrasburgo
19-20 de novembro,
Portugal Lisboa
20-21 de maio,
Estados Unidos Chicago
4-5 de setembro,
Reino Unido Newport
8-9 de julho,
Polónia Varsóvia
OEA 17-19 de abril,
Trinidad e Tobago Port of Spain
14-15 de abril,
Colômbia Cartagena
10-15 de abril,
Panamá Cidade do Panamá
CSN 12-13 de abril,
Estados Unidos Washington, D.C.
26-27 de março,
Coreia do Sul Seul
24-25 de março
Países Baixos A Haia
31-1 de abril,
Estados Unidos Washington, D.C.
  Não compareceu
  Não houve edição do evento

a: Obama foi representado por Hillary Clinton devido à proximidade da eleição presidencial de 2012.
b: John Kerry compareceu no lugar de Obama.

Referências

  1. «The President in Canada». The White House. 19 de fevereiro de 2009. Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 26 de agosto de 2012 
  2. «Obama tackles thorny economic, military issues in Canada trip». CNN. 19 de fevereiro de 2009. Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 5 de outubro de 2010 
  3. «PM, Obama talk trade, Afghanistan, pledge 'clean energy dialogue'». CBC News. 19 de fevereiro de 2009 
  4. Ramachandran, Arjun (6 de abril de 2009). «Queen becomes YouTube hit after Berlusconi blast». The Sydney Morning Herald 
  5. Sparrow, Andrew (1 de abril de 2009). «Barack Obama and Gordon Brown press conference – live». The Guardian 
  6. Prince, Rosa (2 de abril de 2009). «G20 summit: David Cameron enjoys chat with Barack Obama». The Telegraph 
  7. «Barack Obama meets the Queen and tours Westminster Abbey». The Guardian. 24 de maio de 2011 
  8. a b Sweet, Lynn (3 de abril de 2009). «President Obama and First Lady schedule, guidance April 3, 2009. France and Germany.». Chicago Sun-Times. Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 12 de maio de 2012 
  9. Hechtkopf, Kevin (3 de abril de 2009). «President Obama's Weekend Schedule». CBS News 
  10. «Obama promotes nuclear-free world». BBC News. 5 de abril de 2009 
  11. «U.S. President Obama visits Ataturk's Mausoleum». The Free Library. 6 de abril de 2009 
  12. «A Meeting with Ecumenical Patriarch Brtholomew». The White House. 7 de abril de 2009. Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 5 de julho de 2010 
  13. a b «Obama reaches out to Muslim world». BBC. 6 de abril de 2009 
  14. Sweet, Lynn (7 de abril de 2009). «President Obama official schedule and guidance, April 7, 2009. In Istanbul». Chicago Sun-Times. Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 12 de maio de 2012 
  15. Zaleski, Katharine (7 de abril de 2009). «Obama's Iraq Visit: Makes Surprise Trip To Baghdad On Way Home». Huffington Post 
  16. a b Smith, Mark S. (3 de junho de 2009). «Obama lands in Riyadh, Saudi Arabia». The Huffington Post 
  17. Wilson, Scott (6 de abril de 2009). «Saudi king greets Obama on eve of president's address». The Washington Post 
  18. «Obama Visits Saudi King Before Key Speech». CBS News. 6 de junho de 2009 
  19. «Barack Obama begins key Egypt speech». BBC. 4 de junho de 2009 
  20. «President Barack Obama in Dresden». Consultado em 19 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 27 de setembro de 2011 
  21. Zeleny, Jeff (7 de junho de 2009). «Obama Hails D-Day Heroes at Normandy». The New York Times 
  22. Travers, Karen; Tapper, Jack; Miller, Sunlen (6 de junho de 2012). «Obama on D-Day». ABC News 
  23. «Food Taster in Tow, the Obamas Visit Paris». Le Figaro. 7 de junho de 2009 
  24. «As Obama wraps up Russia talks, White House cites subtle progress». Los Angeles Times. 7 de julho de 2009 
  25. a b Chaggaris, Steve (10 de julho de 2009). «Politics Today: Obama Wraps Up G-8, Heads to Ghana». CBS News 
  26. «Obama meets Pope for talk on abortions and stem-cell research». The Times. 10 de julho de 2009 
  27. «Obama to meet Mexican, Canadian leaders». CNN. 10 de agosto de 2009 
  28. «Obama plans trip to Denmark to seek Olympics». CNN. 28 de setembro de 2009 
  29. «Obama arrives in Japan at start of Asia trip». Cable News Network. 13 de novembro de 2009 
  30. «Obama meets with Japanese emperor, empress over lunch+». Breitbart. 13 de novembro de 2009 
  31. Allen, Mike (13 de novembro de 2009). «America's first Pacific Presidente». Político 
  32. Nicholas, Peter (15 de novembro de 2009). «Idea takes hold for 2-step climate pact». Los Angeles Times 
  33. a b c «Obama's Asia itinerary revealed». Foreing Policy. 9 de novembro de 2009 
  34. Branigan, Tania (16 de novembro de 2009). «Obama meets Shanghai students in China». The Guardian 
  35. «Mark Ndesandjo: Obama Says He Met With Half Brother While In China». The Huffington Post. 18 de novembro de 2009 
  36. «Obama makes unannounced visit to Afghanistan». CNN. 28 de março de 2010 
  37. «Obama, Medvedev to sign arms treaty». CNN. 8 de abril de 2010 
  38. «Leaders in Muskoka for G20 Summit». CTV. 25 de junho de 2010 
  39. «Mumbai is a symbol of energy and optimism that defines India: Obama». The Hindu. 7 de novembro de 2010 
  40. «Rousseff and Obama meet in Brasilia». The Rio Times. 22 de março de 2011 
  41. Barrionuevo, Alexei; Calmes, Jackie (21 de março de 2011). «President Underscores Similarities With Brazilians, but Sidesteps One». The New York Times 
  42. «President Obama gives notable speeches in Brazil». LJBWorld. 28 de março de 2011 
  43. «Obama charms Brazil during two-day visit». CNN. 20 de março de 2011 
  44. «Obama's Brazil visit». The Rio Times. 22 de março de 2011 
  45. Londo, Ernesto (21 de março de 2011). «Obama lauds Latin american democracies as role models fort the Middle East». The Washington Post 
  46. Long, Gideon (21 de março de 2011). «Barack Obama visits Chile amid nuclear debate». BBC News 
  47. «Obama to address Latin American people on Chile visit». BBC News. 21 de março de 2011 
  48. «Obama pledges anti-drug funding on El Salvador visit». BBC News. 23 de março de 2011 
  49. Calmes, Jackie (23 de março de 2011). «Obama Calls for an Economic Cure for Illegal Immigration». The New York Times 
  50. «Why are US Presidents so keen to be Irish?». BBC News. 26 de abril de 2011 
  51. «In Dublin, Obama affirms US-Irish ties on Europe tour». BBC News. 23 de maio de 2011 
  52. «Queen greets Obama on first UK state visit». BBC News. 24 de maio de 2011 
  53. «United by Irish triumphs, Obama meets the Queen». The Irish Independent. 24 de maio de 2011 
  54. «President Obama official schedule and guidance, Nov. 3, 2011. Cannes, France for G-20». Chicago Sun-Times. 3 de novembro de 2011. Consultado em 2 de maio de 2016. Arquivado do original em 9 de novembro de 2011 
  55. «Obama's visit to focus on military ties». ABC News. 16 de novembro de 2011 
  56. «Obama increases military presence in Australia». The Atlantic Wire. 16 de novembro de 2011 
  57. «Obama arrives in South Korea for nuclear summit». CNN. 24 de março de 2012 
  58. «Obama's Day, March 26: Meeting with World Leaders». The White House – Office of the Press Secretary. 26 de março de 2012. Consultado em 5 de maio de 2016. Arquivado do original em 28 de março de 2012 
  59. «Obama's Day, March 27: Attending Nuclear Summit». The White House – Office of the Press Secretary. 27 de março de 2012. Consultado em 5 de maio de 2016. Arquivado do original em 28 de março de 2012 
  60. Calmes, Jackie (13 de abril de 2012). «Trade, Energy and Drugs Are Topics for Obama at Summit of the Americas». The New York Times 
  61. Calmes, Jackie (14 de abril de 2012). «On the Way to International Talks, Making a Stop for Domestic Concerns». The New York Times 
  62. «Shakira meets Barack Obama in Colombia». Rediff.com. 17 de abril de 2012 
  63. Wilson, Scott (12 de abril de 2012). «US on more equal footing with neighboors as Obama heads to Summit of the Americas». The Washington Post 
  64. Main, Alex (13 de abril de 2012). «Obama in Cartagena: No change, dwindling hope». Al Jazeera 
  65. «Americas Summit ends in acrimony». Al Jazeera. 16 de abril de 2012 
  66. «Latin american countries persue alternatives to US drug war». Washington Post. 10 de abril de 2012 
  67. Al Sema, Adriaan (15 de abril de 2012). «Obama, Santos confirm US-Colombia trade pact takes effect May 15». Colombia Reports 
  68. «Obama in surprise visit to Afghanistan». Chicago Sun-Times. 1 de maio de 2012. Consultado em 5 de maio de 2016. Arquivado do original em 4 de maio de 2012 
  69. «In surprise visit to Afghanistan, Obama sees 'light of a new day'». The Washington Post. 3 de maio de 2012 
  70. «Statement by the Press Secretary on the President's Travel to India». Secretaria de Imprensa da Casa Branca. 21 de novembro de 2014 
  71. Zezima, Kaatie (24 de janeiro de 2015). «Why Obama's trip to India's Republic Day is a big deal». The Washington Post 
  72. Smith-Spark, Laura (24 de janeiro de 2015). «President Barack Obama to meet, pay respects to new Saudi King». CNN 
  73. «Obama lays wreath at National Heroes Park». Jamaica Observer. 9 de abril de 2015 
  74. Liptak, Kevin; Acosta, Jim (12 de abril de 2015). «Barack Obama and Raul Castro meet, launch new era of U.S.-Cuba ties». CNN 
  75. Hjelmgaard, Kim (7 de junho de 2015). «Obama attends G-7 summit in Germany». USA Today 
  76. Connolly, Kate (7 de junho de 2015). «Merkel welcomes Obama with beer and sausage breakfest before G7 summit». The Guardian 
  77. «Obama begins talks with Ethiopia's PM Hailemariam Desalegn». BBC News. 27 de julho de 2015 
  78. «For Obama, historic return to Kenya comes after long wait». CNN. 23 de julho de 2015 
  79. a b c Boyer, Dave (26 de outubro de 2015). «Obama to visit Turkey, Philippines, Malaysia in November». The Washington Times 
  80. «Abe to tout economic measures at G-20 talks». Japan Times. 13 de novembro de 2015 
  81. «Obama to meet with leaders of Turkey, Canada». Reuters. 12 de novembro de 2015 
  82. «Obama to meet King Salman at G20-summit in Turkey». The Express Tribune. 15 de novembro de 2015 
  83. «Obama, Abe to meet in Philippines on Nov. 19 on APEC fringes». The Nikkei. 13 de novembro de 2015. Consultado em 7 de maio de 2016. Arquivado do original em 15 de novembro de 2015 
  84. «Obama to meet Turnbull in Manila». Business Spectator. 13 de novembro de 2015 
  85. «Obama says summit to focus on Islamic State militancy». Yahoo! News. 20 de novembro de 2015 
  86. Memoli, Michael A. (21 de novembro de 2015). «At refugee center in Malaysia, Obama calls on U.S. to welcome the 'forgotten'». Los Angeles Times 
  87. «Obama holds dialogue with ASEAN youth». The Straits Times. 21 de novembro de 2015 
  88. Cama, Timothy (9 de novembro de 2015). «Obama to visit climate pact talks in Paris». The Hill 
  89. «Obama, Hollande pay respects to Paris attack victims». Times of Israel. 30 de novembro de 2015 
  90. Iyengar, Rishi (24 de novembro de 2015). «President Obama Will Meet China's Xi Jinping and India's Narendra Modi at the Paris Climate Talks». Time 
  91. «President Obama to Make Historic Visit to Cuba, U.S. Official Says». NBC News. 18 de fevereiro de 2016 
  92. «Obama to travel to Cuba in March». Yahoo! News. 18 de fevereiro de 2016 
  93. «Statement by the Press Secretary on the President's Travel to Cuba and Argentina». Secretaria de Imprensa da Casa Branca. 18 de fevereiro de 2016 
  94. «President Obama's Argentina Visit Is All About Trade». Fortune. 23 de março de 2016 
  95. «President Obama to visit Saudi Arabia in April». Wall Street Journal. 16 de março de 2016 
  96. «Obama heads to Saudi Arabia for fence mending trip». The Times of Israel. 15 de abril de 2016 
  97. «Obama to visit UK, warn on 'Brexit' report». CNBC. 14 de março de 2016 
  98. «Barack Obama to visit UK: US president's trip confirmed». BBC News. 16 de março de 2016 
  99. «Obama to open Hannover Messe in April». plantengineering.com. 30 de dezembro de 2015 
  100. «Lame duck on world tour: Obama to fly abroad at least six times to 'secure' his legacy». Daily Mail. 29 de dezembro de 2015 
  101. a b «Obama to pay first visit to Spain during july trip to Poland». ABC News. 6 de junho de 2016 
  102. a b Schwab, Nikki (19 de dezembro de 2015). «Lame duck on world tour: Obama to fly abroad at least six times to 'secure' his legacy». Daily Mail 
  103. «NATO Vows To Bolster Defenses Bordering Russia». Radio Free Europe/Radio Liberty. 8 de julho de 2016 
  104. «NATO Summit: US says it will deploy 1,000 extra troops to Poland». The Guardian. 8 de julho de 2016 
  105. «Obama plans trip to Dallas after cutting short travel in Spain». Bloomberg News. 8 de julho de 2016 
  106. «Tras cumbre del G20, Barack Obama viaja a Laos». El Universal. 5 de setembro de 2016 
  107. «Líderes estrangeiros participam de cerimônia de funeral de Shimon Peres». G1. 30 de setembro de 2016 
  108. a b Rhodes, Ben (16 de novembro de 2016). «The President Abroad: A Look Ahead at Greece, Germany, and Peru». Medium 
  109. Lederman, Josh (16 de novembro de 2016). «Obama urges nations not to give in to isolationist impulses». KWWL 
  110. Maltezou, Renee (16 de novembro de 2016). «Obama says confident U.S. will continue commitment to NATO». Reuters 
  111. Becatoros, Elena; Lederman, Josh (16 de novembro de 2016). «Obama tours Ancinet Greek Acropolis». Seattle Times 
  112. «Statement by the Press Secretary on the President's Travel to Greece, Germany, and Peru». Casa Branca. 25 de outubro de 2016 
  113. «The Latest: Obama reporters separeted from motorcade». KRIS-TV. 18 de novembro de 2016 
  114. «Obama does not foresee Trump making big changes in U.S. policy toward LatAm». Fox News Latino. 19 d enovembro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  115. «Obama Claims Trumo Will Continue Status Quo for Latin America». TeleSUR. 20 de novembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]