Lista do Património Mundial nos Estados Árabes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Região Estados Árabes assim determinada geograficamente pelo Comitê do Patrimônio Mundial - (WHC - World Heritage Convention)[1] órgão executivo da UNESCO (acrônimo de United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization) (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) da ONU, inclui 79 sítios na Região Estados Árabes à Lista do Patrimônio Mundial distribuídos em dezoito (18) países (denominados de "state parties") (geograficamente, por continentes, alguns localizados na Ásia(Oriente Médio) e outros na África) , pois todos são signatários da Convenção para a Proteção do Patrimônio Mundial, Cultural e Natural (lista atualizada após a realização da 39ª sessão anual do Comitê do Patrimônio Mundial - de 28 de junho a 8 de julho de 2015 - Bona, Alemanha[2] e assim reconhecendo, homologando e determinando que estes sítios são de: 'Excepcional e inigualável importância para a humanidade. Obrigando-se que seja fundamental a preservação do seu Patrimônio Cultural e/ou Patrimônio Natural'. O reconhecimento e inclusão de um sítio na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO é de responsabilidade do Comitê do Patrimônio Mundial.

Em 2015 a lista mundial incluía 1 031 sítios distribuídos em 163 países[3].

Os 79 sítios localizados na Região Estados Árabes[4], dentro dos critérios da WHC (World Heritage Convention) estão assim homologados: 73 culturais[5], 4 (quatro) naturais[6] e dois (2) mistos (o sítio contém elementos que o enquadra tanto nos critérios culturais como nos naturais)[7]. Do total (dos 79 sítios), nenhum é transfronteiriço (sua área ou região não se distribui por dois ou mais países) e dezesseis (16) sítios estão incluídos na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

Segue abaixo a relação dos dezoito (18) países(*) que integram a Região Estados Árabes e os seus sítios listados como Patrimônio Mundial. Em () o ano em que o sítio foi homologado e se integrou à Lista do Patrimônio Mundial:

(*) A listagem abaixo relaciona 19. São 18 países que constam da Lista do Patrimônio Mundial na Região Estados Árabes. Na cidade de Jerusalém um sítio proposto pela Jordânia e aceito, homologado e incluído na lista da Região Estados Árabes). Jerusalém não é um país, portanto são 18 países e mais o sítio na cidade de Jerusalém, que está dentro e compõe o território de Israel (país que integra a Região Europa e América do Norte). Apenas esse determinado sítio em Jerusalém está listado na Região Estados Árabes.

Sítios do Patrimônio Mundial[editar | editar código-fonte]

A região dos Estados Árabes conta atualmente com os seguintes lugares declarados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO:

  † Em perigo
Sítio Imagem País Localização Critério Ano Descrição Ref.
Abu Mena Abu Mena Ancient Monastery 05.JPG  Egito Alexandria Cultural: (iv) 1979 As ruínas da antiga cidade santa cristã contêm uma igreja, um batistério, basílicas, edifícios públicos, ruas, mosteiros, casas e oficinas construídas sobre o túmulo de Menas de Alexandria. [8]
Tebas Antiga e a sua Necrópole Luxor Ramesseum R08.jpg  Egito Luxor Cultural: (i)(iii)(vi) 1979 Antiga capital do Egito e cidade de Ámon, Tebas abriga templos e palácios em Karnak e Luxor, bem como as necrópoles do Vale dos Reis e do Vale das Rainhas, testemunhando o auge da civilização egípcia. [9]
Cairo histórico Al-Azhar roof view DSCF5473.jpg  Egito Cairo Cultural: (i)(v)(vi) 1979 Uma das cidades islâmicas mais antigas do mundo e no centro do Cairo urbano, o sítio listado data do século X e atingiu seu apogeu no século XIV. O Cairo histórico abriga mesquitas, madraças, hamames e fontes. [10]
Mênfis e a sua necrópole - Complexos de Pirâmides de Gizé a Dachur Cheops Pyramid (4551642939).jpg  Egito Cairo Cultural: (i)(v)(vi) 1979 A capital do Império Antigo possui alguns monumentos funerários extraordinários, incluindo túmulos de pedra, mastabas ornamentadas, templos e pirâmides. Em tempos antigos, o local foi considerado uma das Sete Maravilhas do Mundo. [11]
Monumentos Núbios de Abu Simbel a Filas Abu Simbel Temple of Ramesses II (9794521783).jpg  Egito Assuão Cultural: (i)(ii)(vi) 1979 Localizado ao longo do rio Nilo, o sítio abriga monumentos históricos de alto valor como o Templo de Ramessés II em Abu Simbel e o Santuário de Ísis em Filas, salvo de ser submerso pelo Lago Nasser como resultado da construção da Represa de Assuão. [12]
Cidade Antiga de Damasco Damascus North and east portico at courtyard of Umayyad Mosque 2010 1510.jpg Síria Síria Damasco Cultural: (i)(ii)(iii)(iv)(vi) 1979 Fundada no terceiro milênio a.C., Damasco é considerada uma das mais antigas cidades continuamente habitadas do mundo. Como capital dos omíadas, teve uma influência significativa no mundo árabe. A Grande Mesquita está entre as maiores do mundo e um dos mais antigos locais de culto em funcionamento contínuo desde os primórdios do Islã. [13]
Sítio Arqueológico de Cartago Roman Villas in Karthago, im House of the Cryptoporticus Tunesien Januar 2015 02.JPG  Tunísia Túnis Cultural: (ii)(iii)(vi) 1979 Fundada no século IX a.C., Cartago tornou-se um império comercial que abrangia o Mediterrâneo. A cidade foi destruída pelos romanos em 146 a.C. nas Guerras Púnicas, mas depois foi restabelecida. [14]
Anfiteatro de El Jem Anfiteatro, El Jem, Túnez, 2016-09-04, DD 22.jpg  Tunísia Túnis Cultural: (iv)(vi) 1979 Construído durante o século III, o Anfiteatro de El Jem é o maior anfiteatro do norte da África e o maior construído fora da Península Itálica, com capacidade para 35.000 espectadores, considerado um dos exemplos mais completos da arquitetura romana. [15]
Almedina de Tunes Medina old Town of Tunis.jpeg  Tunísia Túnis Cultural: (ii)(iii)(v) 1979 A Almedina de Tunes contém cerca de 700 monumentos, incluindo palácios, mesquitas, mausoléus, madraças e quatro bairros, testemunhando o auge cultural e econômico de Túnis do século XII ao XVI. [16]
Al Qal'a dos Beni Hammad Citadelle des Beni Hammad قلعة بني حماد 12.jpg  Argélia Massila Cultural: (iii) 1980 Em um local montanhoso de extraordinária beleza, as ruínas da primeira capital dos emires hamádidas, fundada em 1007 e demolida em 1152, fornecem um retrato autêntico de uma cidade muçulmana fortificada. A mesquita, cuja sala de oração possui 13 corredores com oito baias, é uma das maiores da Argélia. O Forte de Beni Hammad situa-se nas cercanias da cidade de Maadid, cerca de 225 quilômetros a sudeste de Argel. [17]
Cidade Antiga de Bosra Bosra pano Syria.jpg Síria Síria Daraa Cultural: (i)(iii)(vi) 1980 Anteriormente uma cidade nabateana, Bosra foi conquistada pelos romanos no século II e tornou-se capital da Arábia Petreia e caiu sob o domínio islâmico no século VII. Os vestígios da antiga cidade incluem um teatro, uma basílica, uma catedral, uma mesquita e uma madraça, entre outros. [18]
Sítio de Palmira Peristyl House Palmyra Syria.JPG Síria Síria Homs Cultural: (i)(ii)(iv) 1980 Palmira esteve sob o domínio romano no século I e se tornou um dos centros culturais mais importantes do mundo antigo. Suas extensas ruínas incluem restos da Grande Colunata, o Templo de Bel, o Campo de Diocleciano e o Teatro Romano. [19]
Parque Nacional de Ichkeul Ichkeul National Park-130277.jpg  Tunísia Bizerte Natural: (x) 1980 O Lago Ichkeul e seus pântanos circundantes são um destino para centenas de milhares de aves migratórias, incluindo patos, gansos, cegonhas e flamingos cor-de-rosa. Foi parte de uma cadeia que se estendia pelo norte da África. [20]
Almedina de Fez 20151118 Morocco 2464 Fez sRGB (24401365321).jpg  Marrocos Fez-Mequinez Cultural: (ii)(v) 1981 Fez foi fundada no século IX e atingiu o seu apogeu como capital do Império Merínida nos séculos XIII e XIV, de onde datam o seu tecido urbano e principais monumentos. Também abriga a universidade mais antiga do mundo, a Universidade al Quaraouiyine. [21]
Cidade Antiga de Jerusalém e seus Muros 2014-06 Israel - Jerusalem 090 (14936890061).jpg Flag of Jerusalem.svg Jerusalém Cultural: (ii)(iii)(vi) 1981 Cidade sagrada para três das maiores religiões do mundo, Jerusalém Antiga possui mais de 200 monumentos históricos, incluindo o Domo da Rocha, o Muro das Lamentações e a Igreja do Santo Sepulcro. [22]
Djémila Ancient Roman theater in Djemila.jpg  Argélia Sétif Cultural: (iii)(iv) 1982 Djémila (anteriormente conhecido como Cuicul) foi uma cidade romana em um local montanhoso, compreendendo um fórum, templos, basílicas, arcos triunfais e edifícios religiosos e outras estruturas erguidos sobre um terreno 900 metros acima do nível do mar. [23]
Casbá de Argel Ruellecasbah.jpg  Argélia Argel Cultural: (ii)(v) 1982 O Casbá de Argel é uma cidade islâmica única na costa do Mediterrâneo e abriga reuínas de uma cidadela, mesquitas medievais e palácios otomanos. [24]
Vale de M'Zab View over Ghardaïa.jpg  Argélia Gardaia Cultural: (ii)(iii)(v) 1982 O habitat humano tradicional e intacto foi construído em torno de cinco alcáceres do Vale de M'zab no século X pelos ibaditas. [25]
Tassili n'Ajjer Sunrise Djanet.jpg  Argélia Tamanghasset/
Illizi
Misto: (i)(iii)(vii)(viii) 1982 Um vasto planalto nos limites do Saara, Tassili n'Ajjer possui mais de 15.000 gravuras rupestres que registram mudanças climáticas, migrações de animais e a evolução da vida humana, datando de 6.000 a.C. até os primeiros séculos da era cristã. [26]
Tingade Timgad la ville.jpg  Argélia Batna Cultural: (ii)(iii)(iv) 1982 Fundada pelo imperador Trajano em 100 d.C. como colônia militar, Tingade possui ruas de cardo e decúmanos, constituindo um exemplo típico de urbanismo romano. [27]
Tipasa Mausolée Royale de Maurétanie - الضريح الملكي الموريطاني.jpg  Argélia Tipasa Cultural: (iii)(iv) 1982 Anteriormente um centro comercial cartaginês, Tipasa foi conquistada pelos romanos e convertida em base militar. O local também testemunha influências paleocristãs e bizantinas. [28]
Sítio Arqueológico de Cirene Archaeological Site of Cyrene-109022.jpg  Líbia Jabal Acdar Cultural: (ii)(iii)(vi) 1982 A antiga colônia grega de Cirene foi romanizada e transformada em capital, até ser destruída pelo Sismo de Creta de 365. As ruínas milenares permanecem famosas desde o século XVIII. [29]
Sítio Arqueológico de Leptis Magna Leptis Magna (5476700896).jpg  Líbia Homs Cultural: (i)(ii)(iii) 1982 A cidade romana de Leptis Magna foi ampliada pelo Imperador romano Septímio Severo, que nasceu no local em 145. Monumentos públicos, um porto, um mercado, armazéns, lojas e casas estavam entre os motivos de sua inclusão na lista. [30]
Sítio Arqueológico de Sábrata Archaeological Site of Sabratha-108976.jpg  Líbia Zauia Cultural: (iii) 1982 Fundada como um posto comercial fenício, Sábrata foi brevemente governada por Masinissa da Numídia antes de sua romanização e reconstrução nos séculos II e III. [31]
Antiga Cidade Murada de Xibã YEMEN - Shibam (524897025).jpg  Iêmen Hadramaute Cultural: (iii)(iv)(v) 1982 A Cidade Murada de Xibã, do século XVI, está entre os melhores e mais antigos exemplos de planejamento urbano vertical, com suas distintas torres de tijolos de barro que lhe renderam o apelido de "Manhattan do deserto". [32]
Anjar Anjar, Lebanon, Umayyad palace.jpg Líbano Beca Cultural: (iii)(iv) 1984 Fundada no início do século VIII, a cidade de Anjar foi rapidamente abandonada após a queda do Califado Omíada, deixando para trás ruínas de muralhas, torres, palácios, mesquitas e banhos, constituindo um exemplo de urbanismo do período omíada. [33]
Balbeque Baalbek (4594513263).jpg Líbano Baalbek-Hermel Cultural: (i)(iv) 1984 Anteriormente conhecida como Heliópolis, a cidade fenícia de Balbeque abriga alguns dos maiores e mais bem preservados templos romanos, incluindo os Templos de Júpiter, de Vênus e de Baco. [34]
Biblos Byblos ancient ruins, Byblos, Lebanon.jpg Líbano Jbeil Cultural: (iii)(iv)(vi) 1984 Continuamente habitada desde o Neolítico, Biblos foi uma das cidades mais antigas de origem fenícia. Desde então, testemunhou a ocupação persa, romana, cruzada e otomana, cada uma exercendo influência sobre sua arquitetura. Biblos também desempenhou um papel significativo na difusão do alfabeto fenício. [35]
Tiro Tyre-109945.jpg Líbano Líbano Meridional Cultural: (iii)(vi) 1984 A antiga cidade fenícia de Tiro foi uma das principais potências marítimas do Mediterrâneo oriental e supostamente onde o corante roxo foi descoberto. Os vestígios arqueológicos existentes remontam principalmente à época romana, incluindo banhos, uma arena, uma estrada com colunas, um arco triunfal, um aqueduto e um hipódromo. [36]
Hatra Hatra-TT.jpg  Iraque Nínive Cultural: (ii)(iii)(iv)(vi) 1985 A cidade fortificada parta de Hatra resistiu a repetidos ataques do Império Romano no século II. Sua arquitetura reflete influências helenísticas e romanas. [37]
Petra Pitcher to the patra in jordan.jpg Jordânia Amã Cultural: (i)(iii)(iv) 1985 A cidade nabateia de Petra era um importante centro comercial entre a Arábia, o Egito e a Síria-Fenícia, famosa por sua arquitetura esculpida na rocha, bem como por seus sistemas de mineração e engenharia de água. [38]
Alcácer de Amira Quseir Amra, Jordan (44990789602).jpg Jordânia Zarqa Cultural: (i)(iii)(iv) 1985 O castelo do deserto do Alcácer de Amira foi construído no início do século VIII e serviu tanto como fortaleza quanto como palácio real omíada. O sítio classificado também é conhecido por seus extensos afrescos, constituindo um exemplo importante e único dos estágios iniciais da arte islâmica. [39]
Sítios de Arte Rupestre de Tadrart Acacus Akakus fozzigiaren.jpg  Líbia Gate Cultural: (iii) 1985 O maciço de Tadrart Acacus abriga milhares de pinturas rupestres em diferentes estilos, que datam de 12.000 a.C. a 100 d.C., refletindo as mudanças da flora e da fauna da região, bem como os diferentes estilos de vida das sucessivas populações do Saara. [40]
Almedina de Marraquexe A Place To Pray (260498733).jpeg  Marrocos Marraquexe-Safim Cultural: (i)(ii)(iv)(v) 1985 Marraquexe foi fundada na década de 1070 e permaneceu um centro político, econômico e cultural por muito tempo. Os monumentos desse período incluem a Mesquita Koutoubia, a casbá e as ameias. A cidade também possui recursos mais recentes, incluindo palácios e madraças. [41]
Cidade Púnica de Kerkouane e sua Necrópole Kerkouane-Tamezrat photo12 كركوان- تامزراط.jpg  Tunísia Nabeul Cultural: (iii) 1985 Abandonada em 250 a.C. durante a Primeira Guerra Púnica e nunca reconstruída, Kerkouane é o único exemplo sobrevivente de uma cidade fenício-púnica. [42]
Antiga Cidade de Gadamés Old Ghadames (5282815851).jpg  Líbia Nalut Cultural: (v) 1986 Localizada em um oásis, Gadamés está entre as mais antigas cidades pré-saarianas e representa uma arquitetura regional tradicional com divisão vertical de funções. [43]
Cidade Antiga de Alepo Aleppo jpg. 2 Citadel.jpg Síria Síria Alepo Cultural: (iii)(iv) 1986 Situada no cruzamento de várias rotas comerciais, Alepo foi sucessivamente governada pelos romanos, aiúbidas, mamelucos e otomanos, cada um deles deixando uma influência significativa em seu tecido arquitetônico, resultando em uma paisagem urbana diversificada. As principais estruturas incluem a Cidadela, a Grande Mesquita e a Madraça Halawiye. [44]
Cidade Antiga de Saná مدينة-صنعاء.jpg  Iêmen Saná Cultural: (iv)(v)(vi) 1986 Situada em um vale montanhoso, Saná é habitada continuamente há mais de 2.500 anos. Tornou-se um centro para a propagação do Islã nos séculos VII e VIII. A cidade abriga as únicas casas-torre de taipa, além de 103 mesquitas e 14 hamames construídos antes do século XI. [45]
Ksar de Aït-Ben-Haddou Kasbah Ait Benhaddou, Morocco (1) (30765760583) (cropped to focus on old town).jpg  Marrocos Drá-Tafilete Cultural: (iv)(v) 1987 O Ksar de ït-Ben-Haddou é um exemplo de habitat pré-saariano tradicional no sul de Marrocos, cercado por muros altos e reforçado com torres de canto. [46]
Forte de Bala Bahla Fort, Oman (36948538196).jpg Omã Omã Província Interior Cultural: (iv) 1987 O forte faz parte de Bahla, um oásis e antigamente a capital da dinastia Nabhani, que dominou Omã e prosperou na Península Arábica durante o final da Idade Média. [47]
Sítios arqueológicos de Bat, Al-Khutm e Al-Ayn World Heritage Grave Al Ayn Oman.JPG Omã Omã Daira Cultural: (iii)(iv) 1988 Localizado no interior do Sultanato de Omã, Bat, al-Khutm e al-Ayn estão entre os conjuntos mais bem preservados de assentamentos e necrópoles do terceiro milênio a.C. na Arábia Oriental e no mundo. A necrópole de Bat, em particular, reflete as práticas funerárias do início da Idade do Bronze em Omã. [48]
Cairuão Coupole et cours de la mosquée de Okba 2.JPG  Tunísia Cairuão Cultural: (i)(ii)(iii)(v)(vi) 1988 Fundada em 670, Cairuão foi a antiga capital da Ifríquia e floresceu no século IX. Seu patrimônio inclui a Grande Mesquita de Uqba e a Mesquita de Três Portas. [49]
Almedina de Sousse Remparts de la médina de Sousse, 23 septembre 2013 (24).jpg  Tunísia Susa Cultural: (iii)(iv)(v) 1988 Um excelente exemplo de uma cidade do início da Era islâmica, Sousse foi um importante porto comercial e militar durante o século IX. [50]
Parque Nacional do Banco de Arguim Bancdarguin oli 2019362.jpg Mauritânia Nuadibu Natural: (ix)(x) 1989 O parque consiste em dunas de areia, pântanos costeiros, pequenas ilhas e corpos d'água rasos; todos margeando a costa do Oceano Atlântico. Aves são frequentemente encontradas em migração na área, acompanhadas por várias espécies de tartarugas-marinhas e golfinhos, cuja presença os pescadores costumam usar para atrair peixes. [51]
Cidade Histórica de Zabide From the Imam's guesthouse (8682268943).jpg  Iêmen Hudaida Cultural: (ii)(iv)(vi) 1993 Zabide foi a capital do Iêmen do século XIII ao XV. Sua universidade islâmica contribuiu muito para a disseminação do conhecimento islâmico. [52]
Antigos Alcáceres de Uadane, Chingueti, Tichite e Ualata OuadaneOldTown1.jpg Mauritânia Ouadane Cultural: (iii)(iv)(v) 1996 Esses quatro assentamentos foram fundados nos séculos XI e XII, originalmente destinados a servir as rotas de comércio de caravanas através do Saara. Eles evoluíram gradualmente para centros culturais islâmicos, testemunhando o estilo de vida nômade das populações do Saara Ocidental. [53]
Cidade Histórica de Mequinez Sidi Amar Hassini, Meknes, Morocco - panoramio (10).jpg  Marrocos Mequinez Cultural: (iv) 1996 A antiga capital da Dinastia alauita foi fundada no século XI pelos almorávidas e transformada em uma cidade com influência hispano-mourisca durante os séculos XVII e XVIII. [54]

Referências

  1. UNESCO-WHC - página oficial - ('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016
  2. UNESCO-WHC - 39ª sessão (28 de junho e 8 de julho de 2015 - em Bonn, Alemanha) - ('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016
  3. UNESCO-WHC - lista mundial - ('em inglês') ; ('em francês')[ligação inativa]. Visitadas em 1 de março de 2016
  4. Região Estados Árabes - por país - . UNESCO-WHC (World Heritage Convention) (http://whc.unesco.org) - lista - ('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016.
  5. Região Estados Árabes (UNESCO-WHC) - sítios culturais -('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016
  6. Região Estados Árabes (UNESCO-WHC) - sítios naturais - ('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016
  7. Região Estados Árabes (UNESCO-WHC) - sítios mistos - ('em inglês') ; ('em francês'). Visitadas em 3 de março de 2016
  8. «Abu Mena». UNESCO 
  9. «Tebas Antiga e a sua Necrópole». UNESCO 
  10. «Cairo histórico». UNESCO 
  11. «Mênfis e a sua necrópole - Complexos de Pirâmides de Gizé a Dachur». UNESCO 
  12. «Monumentos Núbios de Abu Simbel a Filas». UNESCO 
  13. «Cidade Antiga de Damasco». UNESCO 
  14. «Sítio Arqueológico de Cartago». UNESCO 
  15. «Anfiteatro de El Jem». UNESCO 
  16. «Almedina de Tunes». UNESCO 
  17. «Al Qal'a dos Beni Hammad». UNESCO 
  18. «Cidade Antiga de Bosra». UNESCO 
  19. «Sítio de Palmira». UNESCO 
  20. «Parque Nacional de Ichkeul». UNESCO 
  21. «Almedina de Fez». UNESCO 
  22. «Cidade Antiga de Jerusalém e seus Muros». UNESCO 
  23. «Djémila». UNESCO 
  24. «Casbá de Argel». UNESCO 
  25. «Vale de M'Zab». UNESCO 
  26. «Tassili n'Ajjer». UNESCO 
  27. «Tingade». UNESCO 
  28. «Tipasa». UNESCO 
  29. «Sítio Arqueológico de Cirene». UNESCO 
  30. «Sítio Arqueológico de Leptis Magna». UNESCO 
  31. «Sítio Arqueológico de Sábrata». UNESCO 
  32. «Antiga Cidade Murada de Xibã». UNESCO 
  33. «Anjar». UNESCO 
  34. «Balbeque». UNESCO 
  35. «Biblos». UNESCO 
  36. «Tiro». UNESCO 
  37. «Hatra». UNESCO 
  38. «Petra». UNESCO 
  39. «Alcácer de Amira». UNESCO 
  40. «Sítios de Arte Rupestre de Tadrart Acacus». UNESCO 
  41. «Almedina de Marraquexe». UNESCO 
  42. «Cidade Púnica de Kerkouane e sua Necrópole». UNESCO 
  43. «Antiga Cidade de Gadamés». UNESCO 
  44. «Cidade Antiga de Alepo». UNESCO 
  45. «Cidade Antiga de Saná». UNESCO 
  46. «Ksar de Aït-Ben-Haddou». UNESCO 
  47. «Forte de Bala». UNESCO 
  48. «Sítios arqueológicos de Bat, Al-Khutm e Al-Ayn». UNESCO 
  49. «Cairuão». UNESCO 
  50. «Almedina de Sousse». UNESCO 
  51. «Parque Nacional do Banco de Arguim». UNESCO 
  52. «Cidade Histórica de Zabide». UNESCO 
  53. «Antigos Alcáceres de Uadane, Chingueti, Tichite e Ualata». UNESCO 
  54. «Cidade Histórica de Mequinez». UNESCO 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]