Lista do Patrimônio Mundial no Vaticano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Localização dos Sítios do Patrimônio Mundial da Cidade do Vaticano na Itália.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) propôs um plano de proteção aos bens culturais do mundo, através do Comité sobre a Proteção do Património Mundial Cultural e Natural, aprovado em 1972.[1] Esta é uma lista do Patrimônio Mundial existente no Vaticano, especificamente classificada pela UNESCO e elaborada de acordo com dez principais critérios cujos pontos são julgados por especialistas na área. A Cidade do Vaticano, um enclave situado dentro da capital italiana de Roma, aderiu à convenção em 7 de outubro de 1982, tornando seus locais históricos elegíveis para inclusão na lista.[2]

A Cidade do Vaticano goza de status único dentro do Sistema das Nações Unidas, sendo um enclave, o o menor país soberano do mundo e sede mundial e histórica da Igreja Católica. A Santa Sé, entidade que representa o país em termos de direito internacional, figura como um Membro-Observador das Nações Unidas com direito, portanto, de aceder à todos os programas e parcerias iniciadas pela organização tanto quanto um Estado-membro pleno.[3][4]

Bens culturais e naturais[editar | editar código-fonte]

A Cidade do Vaticano conta atualmente com os seguintes lugares declarados como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO:

Santa maria maggiore 051218-01.JPG Centro Histórico de Roma, Propriedades da Santa Sé e Basílica de São Paulo Extramuros
Bem cultural inscrito em 1980, estendido em 1990.
Localização: Cidade do Vaticano / Lazio
Este bem é compartilhado com:  Itália.
Fundada por Rômulo e Remo em 753 a.C. segundo a lenda, Roma foi originalmente a capital da República Romana e do Império e, a partir do século IV, a da esfera cristã. O Patrimônio Mundial, expandido em 1990 para os muros do VIII urbano, compreende alguns dos principais monumentos da antiguidade, como os fóruns, os mausoléus de Augusto e Adriano, as colunas de Trajano e Marco Aurélio e o Panteão, bem como os edifícios públicos e religiosos de Roma papal. (UNESCO/BPI)[5]
Locais incluídos:
Vatican City and St. Peter Square evening twilight aerial view.jpg Cidade do Vaticano
Bem cultural inscrito em 1984.
Localização: Cidade do Vaticano
Local sagrado da Cristandade, a Cidade do Vaticano é testemunho de uma grande história e uma grande empreitada espiritual. O território deste minúsculo Estado abriga uma gama gigante de obras de arte excepcionais. Em seu centro se ergue a grande Basílica edificada sobre a tumba do apóstolo São Pedro, precedida por uma grande praça circular com colunatas duplas e rodeada de palácios e jardins. Conceitada como o maior edifício religioso do mundo, este templo é obra do gênio artístico de Bramante, Rafael, Michelangelo, Bernini e Maderna. (UNESCO/BPI)[6]

Lista Indicativa[editar | editar código-fonte]

Em adição aos sítios inscritos na Lista do Patrimônio Mundial, os Estados-membros podem manter uma lista de sítios que pretendam nomear para a Lista de Patrimônio Mundial, sendo somente aceitas as candidaturas de locais que já constarem desta lista.[7] Desde 1984, o Vaticano não possui locais na sua Lista Indicativa.[8]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências