Lista dos treinadores vencedores da Copa Libertadores da América

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carlos Bianchi conquistou quatro edições do torneio, sendo o maior vencedor desde então

Esta é a lista dos treinadores vencedores da Copa Libertadores da América. Apresenta 46 nomes, após a competição chegar a 61 edições, na edição de 2020. Destes, 8 também já haviam sido campeões enquanto jogadores.[nota 1]

Por edição[editar | editar código-fonte]

Osvaldo Zubeldía, tricampeão (1968, 1969 e 1970) com o Estudiantes
Luís Alonso Pérez, vencedor em 1962 e 1963 com o Santos
Luis Cubilla conquistou duas vezes o torneio com o Olimpia
Telê Santana, bicampeão (1992 e 1993) com o São Paulo
Luiz Felipe Scolari, vencedor em 1995 e 1999
Paulo Autuori, campeão em 1997 e 2005
Marcelo Gallardo conquistou duas edições do torneio com o River Plate
Edição Treinador vencedor Clube Ref
1960 Uruguai Roberto Scarone Uruguai Peñarol [1]
1961 Uruguai Roberto Scarone Uruguai Peñarol [1]
1962 Brasil Luís Alonso Pérez Brasil Santos [2]
1963 Brasil Luís Alonso Pérez Brasil Santos [2]
1964 Argentina Manuel Giúdice Argentina Independiente [3]
1965 Argentina Manuel Giúdice Argentina Independiente [3]
1966 Uruguai Roque Máspoli Uruguai Peñarol [4]
1967 Argentina Juan José Pizzuti Argentina Racing [3]
1968 Argentina Osvaldo Zubeldía Argentina Estudiantes [5]
1969 Argentina Osvaldo Zubeldía Argentina Estudiantes [5]
1970 Argentina Osvaldo Zubeldía Argentina Estudiantes [5]
1971 Uruguai Wáshington Etchamendi Uruguai Nacional [6]
1972 Argentina Pedro Dellacha Argentina Independiente [7]
1973 Argentina Humberto Maschio Argentina Independiente [7]
1974 Argentina Roberto Ferreiro Argentina Independiente [8]
1975 Argentina Pedro Dellacha Argentina Independiente [7]
1976 Brasil Zezé Moreira Brasil Cruzeiro [9]
1977 Argentina Juan Carlos Lorenzo Argentina Boca Juniors [10]
1978 Argentina Juan Carlos Lorenzo Argentina Boca Juniors [10]
1979 Uruguai Luis Cubilla Paraguai Olimpia [11]
1980 Uruguai Juan Mujica Uruguai Nacional [12]
1981 Brasil Paulo César Carpegiani Brasil Flamengo [13]
1982 Uruguai Hugo Bagnulo Uruguai Peñarol [14]
1983 Brasil Valdir Espinosa Brasil Grêmio [15]
1984 Argentina José Omar Pastoriza Argentina Independiente [16]
1985 Argentina José Yudica Argentina Argentinos Juniors [17]
1986 Argentina Héctor Veira Argentina River Plate [18]
1987 Uruguai Óscar Tabárez Uruguai Peñarol [19]
1988 Uruguai Roberto Fleitas Uruguai Nacional [20]
1989 Colômbia Francisco Maturana Colômbia Atlético Nacional [21]
1990 Uruguai Luis Cubilla Paraguai Olimpia [11]
1991 Jugoslávia/Croácia Mirko Jozić Chile Colo-Colo [22]
1992 Brasil Telê Santana Brasil São Paulo [23]
1993 Brasil Telê Santana Brasil São Paulo [23]
1994 Argentina Carlos Bianchi Argentina Vélez Sarsfield [24]
1995 Brasil Luiz Felipe Scolari Brasil Grêmio [25]
1996 Argentina Ramón Díaz Argentina River Plate [26]
1997 Brasil Paulo Autuori Brasil Cruzeiro [27]
1998 Brasil Antônio Lopes Brasil Vasco da Gama [28]
1999 Brasil Luiz Felipe Scolari Brasil Palmeiras [25]
2000 Argentina Carlos Bianchi Argentina Boca Juniors [24]
2001 Argentina Carlos Bianchi Argentina Boca Juniors [24]
2002 Argentina Nery Pumpido Paraguai Olimpia [29]
2003 Argentina Carlos Bianchi Argentina Boca Juniors [24]
2004 Colômbia Luis Fernando Montoya Colômbia Once Caldas [30]
2005 Brasil Paulo Autuori Brasil São Paulo [27]
2006 Brasil Abel Braga Brasil Internacional [31]
2007 Argentina Miguel Ángel Russo Argentina Boca Juniors [32]
2008 Argentina Edgardo Bauza Equador LDU Quito [33]
2009 Argentina Alejandro Sabella Argentina Estudiantes [34]
2010 Brasil Celso Roth Brasil Internacional [35]
2011 Brasil Muricy Ramalho Brasil Santos [36]
2012 Brasil Tite Brasil Corinthians [37]
2013 Brasil Cuca Brasil Atlético Mineiro [38]
2014 Argentina Edgardo Bauza Argentina San Lorenzo [33]
2015 Argentina Marcelo Gallardo Argentina River Plate [39]
2016 Colômbia Reinaldo Rueda Colômbia Atlético Nacional [40]
2017 Brasil Renato Gaúcho Brasil Grêmio [41]
2018 Argentina Marcelo Gallardo Argentina River Plate [39]
2019 Portugal Jorge Jesus Brasil Flamengo [42]
2020 Portugal Abel Ferreira Brasil Palmeiras [43]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. Os dados abaixo não incluem o Campeonato Sul-Americano de Campeões, vencido pelo Vasco da Gama, que tinha como técnico Flávio Costa. A CONMEBOL, nas estatísticas presentes em seu sítio, não unificou o Campeonato Sul-Americano de Campeões de 1948 às estatísticas da Copa Libertadores. Cabe observar, entretanto, que a CONMEBOL cita a competição de 1948, em seu sítio, como a antecedente concreta que se tornou a Copa Libertadores, e como título de campeão sul-americano de clubes ao seu campeão, Vasco da Gama. Ao menos nos anos 1996 e 1997, a CONMEBOL equiparou o dito campeonato à Copa Libertadores, uma vez que, com base neste título, o Comitê Executivo da CONMEBOL, em 29 de abril de 1996, autorizou o Vasco da Gama a participar da edição de 1997 da Supercopa Libertadores, competição aberta apenas aos campeões da Copa Libertadores, e que não era aberta à participação de campeões de outras competições da CONMEBOL, como a Copa CONMEBOL.

Referências[editar | editar código-fonte]

Gerais[editar | editar código-fonte]

Específicas[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Intercontinental Cup 1961» (em inglês). FIFA. 7 de maio de 2007. Consultado em 20 de junho de 2021 
  2. a b Rizzo, Marcel (14 de junho de 2007). «Lula: 35 anos sem o supercampeão». ge.globo. Consultado em 20 de junho de 2021 
  3. a b c Mauri, Claudio (23 de fevereiro de 2016). «Ser equipo copero, en modo argentino». La Nación (em espanhol). Consultado em 20 de junho de 2021 
  4. Narrillos, Martin (23 de fevereiro de 2004). «Roque Gastón Máspoli, el portero del 'maracanazo'». El País (em espanhol). Consultado em 20 de junho de 2021 
  5. a b c «El Estudiantes de Zubeldía: el equipo que rompió las reglas». El Gráfico (em espanhol). 11 de outubro de 2019. Consultado em 20 de junho de 2021 
  6. Bassorelli, Gerardo (7 de junho de 2021). «A 50 años de la Libertadores 1971, la Copa más querida del glorioso Nacional». La República (em espanhol). Consultado em 20 de junho de 2021 
  7. a b c «De Maschio a Brindisi: los siete técnicos que cambiaron de vereda en Avellaneda» (em espanhol). TyC Sports. 10 de dezembro de 2019. Consultado em 20 de junho de 2021 
  8. «Murió Roberto Oscar "Pipo" Ferreiro, una leyenda en la historia de Independiente». La Nación (em espanhol). 20 de abril de 2017. Consultado em 20 de junho de 2021 
  9. «Zezé Moreira morre no Rio aos 90». Folha de S.Paulo. 11 de abril de 1998. Consultado em 20 de junho de 2021 
  10. a b Barnade, Oscar (14 de setembro de 2020). «La primera Copa Libertadores de Boca y los cruces picantes entre Juan Carlos Lorenzo y Carlos Bilardo». Clarín (em espanhol). Consultado em 20 de junho de 2021 
  11. a b «Falleció Luis Cubilla». ABC Color (em espanhol). 3 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2021 
  12. «Murió Juan Martín Mujica, doble campeón de América». La Nación (em espanhol). 11 de fevereiro de 2016. Consultado em 20 de junho de 2021 
  13. Portella, Claudio (11 de dezembro de 2011). «Fla 30 anos do Mundial: do início à Libertadores». Lance!. Consultado em 20 de junho de 2021 
  14. «Fallece el ex selección de Uruguay Hugo Bagnulo». Diario Libre (em espanhol). 8 de fevereiro de 2008. Consultado em 20 de junho de 2021 
  15. «Valdir Espinosa, técnico campeão mundial com o Grêmio, morre aos 72 anos no Rio». ESPN. 27 de fevereiro de 2020. Consultado em 20 de junho de 2021 
  16. «José Omar Pastoriza tendrá su calle en Avellaneda». Clarín (em espanhol). 19 de março de 2020. Consultado em 20 de junho de 2021 
  17. Lannutti, Fabio (24 de outubro de 2020). «Argentinos Juniors, campeón de la Copa Libertadores». Página/12 (em espanhol). Consultado em 20 de junho de 2021 
  18. Del Río, Federico (30 de setembro de 2020). «El inicio de la era Veira en River» (em espanhol). TNT Sports. Consultado em 20 de junho de 2021 
  19. «Peñarol homenajea al 'Maestro' Tabárez, el técnico de la quinta Libertadores». La Vanguardia (em espanhol). 12 de fevereiro de 2021. Consultado em 20 de junho de 2021 
  20. Bassorelli, Gerardo (26 de outubro de 2018). «A 30 años de la última Libertadores». La República (em espanhol). Consultado em 19 de junho de 2021 
  21. «Atlético Nacional: 30 años de la gloria continental» (em espanhol). Caracol Radio. 31 de maio de 2019. Consultado em 19 de junho de 2021 
  22. Faustini, Vinícius (21 de novembro de 2019). «Desbravador da América! Conheça a saga do primeiro técnico europeu campeão da Copa Libertadores». Lance!. Consultado em 19 de junho de 2021 
  23. a b «Telê foi de "pé frio" na seleção a campeão do mundo no São Paulo». Folha de S.Paulo. 21 de abril de 2006. Consultado em 19 de junho de 2021 
  24. a b c d Lisotto, Pablo (26 de abril de 2019). «Siete grandes marcas de Carlos Bianchi: la que comparte con Guardiola y la que perdió con Messi». La Nación (em espanhol). Consultado em 19 de junho de 2021 
  25. a b Alliatti, Alexandre (9 de novembro de 2018). «Felipão 70 anos: o eterno retorno do treinador que sempre volta para casa». ge.globo. Consultado em 19 de junho de 2021 
  26. Placar (19 de dezembro de 2016). «Times históricos: River Plate de 1996». Veja. Consultado em 19 de junho de 2021 
  27. a b Azevedo, Marcius (14 de julho de 2005). «São Paulo salva década e conquista o tri da Libertadores». Universo Online. Consultado em 19 de junho de 2021 
  28. Huber, Fred (24 de agosto de 2018). «A Libertadores 20 anos depois: a história da maior conquista do Vasco». ge.globo. Consultado em 19 de junho de 2021 
  29. «El Olimpia gana por tercera vez la Copa Libertadores». El Mundo (em espanhol). 1 de agosto de 2002. Consultado em 19 de junho de 2021 
  30. «Once Caldas venció a Boca Juniors y es el nuevo campeón de la Copa Libertadores de América 2004». El Universo (em espanhol). 1 de julho de 2004. Consultado em 19 de junho de 2021 
  31. «Abel Braga alcança o topo e chora 17 anos depois de fracasso». Universo Online. 17 de agosto de 2006. Consultado em 19 de junho de 2021 
  32. «Campeão da Libertadores em 2007, Miguel Ángel Russo assume o comando do Boca». IstoÉ. 30 de dezembro de 2019. Consultado em 19 de junho de 2021 
  33. a b «Al ganar con Liga y San Lorenzo, Bauza rompió un récord en la Libertadores». El Comercio (em espanhol). 14 de agosto de 2014. Consultado em 19 de junho de 2021 
  34. «Estudiantes hizo historia en Brasil y otra vez es campeón de América». La Prensa (em espanhol). 16 de julho de 2009. Consultado em 19 de junho de 2021 
  35. «Celso Roth saboreia primeiro grande título». Veja. 19 de agosto de 2010. Consultado em 19 de junho de 2021 
  36. «Muricy, o papa-títulos, conquista a taça que lhe faltava». Veja. 23 de junho de 2011. Consultado em 19 de junho de 2021 
  37. Canônico, Leandro (5 de julho de 2012). «Tite dá Libertadores à Fiel e entra para seleto grupo de ídolos do clube». ge.globo. Consultado em 19 de junho de 2021 
  38. «Cuca, a vingança do 'azarado'». Universo Online. 25 de julho de 2013. Consultado em 19 de junho de 2021 
  39. a b Barnade, Oscar (9 de dezembro de 2018). «Con 9 títulos, Marcelo Gallardo alcanzó a Ramón Díaz como el entrenador más exitoso de la historia de River». Clarín (em espanhol). Consultado em 19 de junho de 2021 
  40. «Atlético Nacional, bicampeón de la Copa Libertadores». El Espectador (em espanhol). 27 de julho de 2016. Consultado em 19 de junho de 2021 
  41. «Renato atinge feito inédito e aumenta idolatria no Grêmio: "Muita felicidade"». ge.globo. 29 de novembro de 2017. Consultado em 19 de junho de 2021 
  42. «Jesus conquista a Taça Libertadores com o Flamengo». Correio da Manhã. 23 de junho de 2019. Consultado em 19 de junho de 2021 
  43. «Abel Ferreira. Uma primeira vitória "em grande estilo"». Diário de Notícias. 31 de janeiro de 2021. Consultado em 19 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]