Lista dos treinadores vencedores do Campeonato Brasileiro de Futebol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Esta é uma lista com os treinadores que conquistaram o Campeonato Brasileiro de Futebol. Desde 1959, o Campeonato Brasileiro consagrou 38 diferentes técnicos campeões brasileiros, contabilizando-se todos os torneios que compõem a história do campeonato.[1][2][3] O primeiro a vencer foi o argentino Carlos Volante em 1959, único estrangeiro campeão,[4] e Luiz Felipe Scolari em 2018 foi o último. Lula e Vanderlei Luxemburgo são os técnicos que mais vezes venceram, com cinco conquistas cada.[2][5]

Por ano[editar | editar código-fonte]

Ano Treinador Clube
1959 Flag of Argentina.svg Carlos Volante[4] [nota 1] Bahia
1960 Flag of Brazil.svg Osvaldo Brandão[6] Palmeiras
1961 Flag of Brazil.svg Lula[7] Santos
1962 Flag of Brazil.svg Lula[7] Santos
1963 Flag of Brazil.svg Lula[7] Santos
1964 Flag of Brazil.svg Lula[7] Santos
1965 Flag of Brazil.svg Lula[7] Santos
1966 Flag of Brazil.svg Ayrton Moreira[8] Cruzeiro
1967 Flag of Brazil.svg Aymoré Moreira[9] Palmeiras
1967 Flag of Brazil.svg Mário Travaglini[10] Palmeiras
1968 Flag of Brazil.svg Antoninho Fernandes[11] Santos
1968 Flag of Brazil.svg Mário Zagallo[12] Botafogo
1969 Flag of Brazil.svg Rubens Minelli[13] Palmeiras
1970 Flag of Brazil.svg Paulo Amaral Fluminense
1971 Flag of Brazil.svg Telê Santana[3] Atlético Mineiro
1972 Flag of Brazil.svg Osvaldo Brandão[3] Palmeiras
1973 Flag of Brazil.svg Osvaldo Brandão[3] Palmeiras
1974 Flag of Brazil.svg Mário Travaglini[3] Vasco da Gama
1975 Flag of Brazil.svg Rubens Minelli[3] Internacional
1976 Flag of Brazil.svg Rubens Minelli[3] Internacional
1977 Flag of Brazil.svg Rubens Minelli[3] São Paulo
1978 Flag of Brazil.svg Carlos Alberto Silva[3] Guarani
1979 Flag of Brazil.svg Ênio Andrade[3] Internacional
1980 Flag of Brazil.svg Cláudio Coutinho[3] Flamengo
1981 Flag of Brazil.svg Ênio Andrade[3] Grêmio
1982 Flag of Brazil.svg Paulo César Carpegiani[3] Flamengo
1983 Flag of Brazil.svg Carlos Alberto Torres[3] [nota 2] Flamengo
1984 Flag of Brazil.svg Carlos Alberto Parreira[3] [nota 3] Fluminense
1985 Flag of Brazil.svg Ênio Andrade[3] [nota 4] Coritiba
1986 Flag of Brazil.svg Pepe[3][nota 5] [nota 6] São Paulo
1987 Flag of Brazil.svg Jair Picerni[15] [nota 7] Sport
1988 Flag of Brazil.svg Evaristo de Macedo[3] Bahia
1989 Flag of Brazil.svg Nelsinho Rosa[3] Vasco da Gama
1990 Flag of Brazil.svg Nelsinho Baptista[3] [nota 8] Corinthians
1991 Flag of Brazil.svg Telê Santana[3] São Paulo
1992 Flag of Brazil.svg Carlinhos[3] Flamengo
1993 Flag of Brazil.svg Vanderlei Luxemburgo[3] Palmeiras
1994 Flag of Brazil.svg Vanderlei Luxemburgo[3] Palmeiras
1995 Flag of Brazil.svg Paulo Autuori[3] Botafogo
1996 Flag of Brazil.svg Luiz Felipe Scolari[3] Grêmio
1997 Flag of Brazil.svg Antônio Lopes[3] Vasco da Gama
1998 Flag of Brazil.svg Vanderlei Luxemburgo[3] Corinthians
1999 Flag of Brazil.svg Oswaldo de Oliveira[3] Corinthians
2000 Flag of Brazil.svg Joel Santana[3] [nota 9] Vasco da Gama
2001 Flag of Brazil.svg Geninho[3] [nota 10] Atlético Paranaense
2002 Flag of Brazil.svg Emerson Leão[3] Santos
2003 Flag of Brazil.svg Vanderlei Luxemburgo[3] Cruzeiro
2004 Flag of Brazil.svg Vanderlei Luxemburgo[3][nota 11] Santos
2005 Flag of Brazil.svg Antônio Lopes[3][nota 12] Corinthians
2006 Flag of Brazil.svg Muricy Ramalho[3] São Paulo
2007 Flag of Brazil.svg Muricy Ramalho[3] São Paulo
2008 Flag of Brazil.svg Muricy Ramalho[3] São Paulo
2009 Flag of Brazil.svg Andrade[3] [nota 13] Flamengo
2010 Flag of Brazil.svg Muricy Ramalho[3] Fluminense
2011 Flag of Brazil.svg Tite[3][16] Corinthians
2012 Flag of Brazil.svg Abel Braga[3] Fluminense
2013 Flag of Brazil.svg Marcelo Oliveira[17] Cruzeiro
2014 Flag of Brazil.svg Marcelo Oliveira[17] Cruzeiro
2015 Flag of Brazil.svg Tite[16] Corinthians
2016 Flag of Brazil.svg Cuca[2] Palmeiras
2017 Flag of Brazil.svg Fábio Carille Corinthians
2018 Flag of Brazil.svg Luiz Felipe Scolari[3] [nota 14] Palmeiras

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Multicampeões[editar | editar código-fonte]

Treinador Títulos Anos dos títulos
Lula 5 Santos-1961, Santos-1962, Santos-1963, Santos-1964, Santos-1965
Vanderlei Luxemburgo Palmeiras-1993, Palmeiras-1994, Corinthians-1998, Cruzeiro-2003, Santos-2004
Rubens Minelli 4 Palmeiras-1969, Internacional-1975, Internacional-1976, São Paulo-1977
Muricy Ramalho São Paulo-2006, São Paulo-2007, São Paulo-2008, Fluminense-2010
Osvaldo Brandão 3 Palmeiras-1960, Palmeiras-1972, Palmeiras-1973
Ênio Andrade Internacional-1979, Grêmio-1981, Coritiba-1985
Mário Travaglini 2 Palmeiras-1967, Vasco da Gama-1974
Telê Santana Atlético Mineiro-1971, São Paulo-1991
Antônio Lopes Vasco da Gama-1997, Corinthians-2005
Marcelo Oliveira Cruzeiro-2013, Cruzeiro-2014
Tite Corinthians-2011, Corinthians-2015
Luiz Felipe Scolari Grêmio-1996, Palmeiras-2018

Por idade[editar | editar código-fonte]

Maior intervalo entre dois títulos[editar | editar código-fonte]

Considerando o primeiro e o último título conquistado por cada treinador.

Treinador Títulos Intervalo
Luiz Felipe Scolari 1996-2018 22 anos
Telê Santana 1971-1991 20 anos
Osvaldo Brandão 1960-1973 13 anos
Vanderlei Luxemburgo 1993-2004 11 anos
Rubens Minelli 1969-1977 8 anos
Antônio Lopes 1997-2005

Por local de nascimento[editar | editar código-fonte]

Local Títulos Nº de treinadores
 São Paulo 22 11
 Rio de Janeiro 19 14
 Rio Grande do Sul 12 6
 Minas Gerais 6 4
 Alagoas 1 1
 Paraná
 Argentina

Notas

  1. Geninho foi o treinador do Bahia durante toda a campanha do título brasileiro de 1959, exceto no último jogo da final, quando o time foi comandado por Carlos Volante.
  2. Carlos Alberto Torres treinou o Flamengo nas últimas 10 partidas do campeonato. Antes dele, Carpegiani (12 jogos), Carlinhos (3 jogos) e Cléber Camerino (1 jogo) comandaram a equipe[14].
  3. Carlos Alberto Parreira dirigiu o Fluminense nos 9 últimos jogos. Carbone foi o técnico por 16 jogos e José Carlos Amaral, como interino, em um jogo[14].
  4. Dino Sani dirigiu o Coritiba nos primeiros 4 jogos, Dirceu Krüger foi o interino por uma partida e Ênio Andrade dirigiu a equipe nos 24 jogos até o título[14].
  5. Serrão treinou o São Paulo nos três primeiros jogos do campeonato. Pepe foi o técnico nas outras 31 partidas[14].
  6. Pepe é o maior vencedor do Campeonato Brasileiro de Futebol com sete conquistas, sendo seis como jogador pelo Santos (1961–65 e 1968) e uma como treinador pelo São Paulo (1986).
  7. Emerson Leão foi o técnico do Sport durante o Módulo Amarelo e Jair Picerni assumiu a equipe na final do campeonato[14].
  8. Zé Maria dirigiu o Corinthians nos dois primeiros jogos do campeonato e Nelsinho Baptista comandou nos outros 23[14].
  9. Oswaldo de Oliveira treinou o Vasco na campanha do título até a semifinal, quando foi demitido e Joel Santana assumiu para as últimas três partidas[14].
  10. Mário Sérgio comandou o Atlético-PR nas 10 primeiras partidas e Geninho treinou nos outros 21 jogos[14].
  11. Emerson Leão começou o campeonato treinando o Santos nos quatro primeiros jogos, Márcio Fernandes foi interino em um e Luxemburgo foi o técnico nas 41 partidas seguintes[14].
  12. Antônio Lopes foi campeão treinando o Corinthians nas 16 partidas finais. Antes dele, Daniel Passarella foi o técnico nas primeiras três e Márcio Bittencourt em outros 23 jogos[14].
  13. Cuca comandou o Flamengo nos primeiros 13 jogos do campeonato, sendo substituido por Andrade, que treinou pelas outras 25 partidas da campanha[14].
  14. Roger Machado treinou o Palmeiras nas 15 primeiras partidas do campeonato, Wesley Carvalho treinou em um jogo e Luiz Felipe Scolari comandou até o fim da campanha[14].

Referências

  1. «CBF iguala Taça Brasil e 'Robertão' a Brasileiro. Santos e Palmeiras viram octas». globoesporte.com 
  2. a b c «Cuca é o 6º técnico campeão brasileiro no Palmeiras e o 37º desde a Taça Brasil». iG Esporte. 28 de novembro de 2017. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  3. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq «Técnicos campeões brasileiros! Idade é qualidade?». globoesporte.globo.com. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  4. a b «Brasileiro só teve um técnico estrangeiro campeão, e ele ainda virou 'posição'». ESPN 
  5. «Treinadores campeões do Brasileirão». globoesporte.com. Consultado em 12 de agosto de 2017 
  6. «OSWALDO BRANDÃO». Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  7. a b c d e «GloboEsporte.com > Futebol > Santos - NOTÍCIAS - Lula: 35 anos sem o supercampeão». globoesporte.globo.com. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  8. «Airton Moreira, o técnico que revolucionou o futebol mineiro». No Ângulo. 3 de maio de 2016 
  9. «AYMORÉ MOREIRA». Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  10. «MÁRIO TRAVAGLINI». Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  11. FC, Acervo Histórico do Santos. «Acervo Histórico do Santos FC | Torneio Roberto Gomes Pedrosa – 1968». Acervo Histórico do Santos FC. Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  12. «Botafogo: De Paulo Cézar Caju a Túlio Maravilha, os títulos de 1968 e 1995». globoesporte.com 
  13. «RUBENS FRANCISCO MINELLI». Consultado em 25 de janeiro de 2017 
  14. a b c d e f g h i j k l «No Brasileiro, quem troca de técnico dificilmente é campeão». Veja 
  15. «Jair Picerni… quem tem medo do Azulão?». Tardes de Pacaembu. Consultado em 10 de agosto de 2017 
  16. a b «Dos 12 técnicos campeões brasileiros nos últimos 20 anos, 9 não estão na edição 2016». ESPN 
  17. a b «Bicampeão brasileiro, Marcelo Oliveira é demitido do Cruzeiro». ESPN