Liv Ullmann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liv Ullmann
Liv Ullmann em Cannes, em 2000
Nascimento 16 de dezembro de 1938 (77 anos)
Tóquio, Japão
Atividade 1957-
Cônjuge Hans Jakob Stang (1960–1965)
Donald Richard Saunders (1985–1995)
Globos de Ouro
Golden Globe Award
1973 – Os Emigrantes (Utvandrarna)
Outros prêmios
Prêmio Guldbagge (Guldbaggen)
1969 – Skammen
2015 – Prémio de Honra de Ouro
IMDb: (inglês)

Liv Johanne Ullmann (Tóquio, Japão; 16 de Dezembro de 1938) é uma atriz e diretora de cinema e escritora Noruegesa,filha de Viggo Ullmann, um engenheiro aeronáutico norueguês e de Janna (nascida Lund), também norueguesa.[1][2][3]

Nascida no Japão, onde seus pais estavam a trabalhar, recebeu, desde o ínicio, duas nacionalidades, japonesa e norueguesa.

Começou a fazer teatro na escola, estudou no Teatro Nacional de Oslo, e seu primeiro trabalho profissional foi a representação de Anne Frank, aos dezoito anos de idade.[4]
Viveu com Ingmar Bergman entre 1966 e 1971, com quem fez dez filmes e com quem tem uma filha, a escritora Linn Ullmann.
Iniciou sua carreira como atriz de teatro, interpretando os personagens Ofélia, Julieta, Margarida (de “Fausto”), Joana D’Arc e de Bertold Brecht.
Seu primeiro filme no cinema foi Persona de Ingmar Bergman em 1966. Continuou a trabalhar com este realizador em Scener ur ett äktenskap (1973) e Höstsonaten (1978). Com o realizador Jan Troell participou em Utvandrarna (Os Emigrantes) e Nybyggarna (1971-1972).
Depois de atuar como atriz passou a dirigir filmes, p.ex. Kristin Lavransdotter (1995), Enskilda samtal (1996) e Trolösa (2000).
Escreveu os livros Förändringen (1976) e Tidevan (1984)
Em 1980, foi nomeada embaixadora especial do Unicef.

Escreveu dois livros autobiográficos: "Mutações" (1976) e "Opções" (1985).

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mutações (1976)
  • Opções (1985)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Como diretora[editar | editar código-fonte]

  • Trolösa (2000)
  • Enskilda samtal (1996)
  • Kristin Lavransdatter (1995)
  • Sofie (1992)
  • Love (1982)
  • Miss Julie

Como atriz[editar | editar código-fonte]

  • 1966: A Hora do Lobo (Vargtimmen)
  • 1966: Quando Duas Mulheres Pecam (Persona)
  • 1968: Vergonha (Skammen)
  • 1971: Os Emigrantes (The Emigrants)
  • 1971: Visitante na Noite/Cold Sweat - Suor Frio (Cold Sweat)
  • 1972: Joana, a mulher que foi papa (Pope Joan)
  • 1972: Gritos e Sussurros (Viskningar Och Rop)
  • 1972: O Preço do Triunfo (Nybyggarna)
  • 1973: 40 Quilates (40 Carats)
  • 1973: Cenas de Um Casamento (Scener ur ett äktenskap)
  • 1973: Horizonte Perdido (Lost Horizont)
  • 1974: Hannah - A Esposa Comprada (Zandy's Bride)
  • 1977: Uma Ponte Longe Demais (A Bridge Too Far)
  • 1978: Sonata de Outono (Autumn Sonata/Hörstsonat)
  • 1978: O Ovo da Serpente (The Serpent's Egg)
  • 1983: Prisioneiro Sem Nome (Prisoner Without a Name, Cell Without a Number)
  • 1985: Tomara que Seja Mulher (Speriamo Che Sia Femmina)
  • 1987: Gaby - Uma História Verdadeira (Gaby: A True Story)
  • 1989: O Jardim das Rosas (The Rose Garden)
  • 1990: Ponto de Mutação (Mindwalk)
  • 1992: O Boi (Oxen)
  • 2003: Saraband (idem)
  • 2009: A Papisa Joana (Die Päpstin)

Referências

  1. [1]
  2. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Liv Ullmann». Bonniers uppslagsbok (em sueco) (Estocolmo: Albert Bonniers Förlag). p. 1047. ISBN 91-0-011462-6. 
  3. «Liv Ullmann» (em sueco). Stiftelsen Ingmar Bergman (Fundação Ingmar Bergman). Consultado em xxx. 
  4. Ullmann, Liv (c1978). Mutações (São Paulo: Círculo do Livro). pp. 251–252. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.