Livro da Abelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Livro da Abelha é uma compilação de teologia histórica que contém numerosas lendas bíblicas. Foi escrito por Salomão de Akhlat, um bispo nestoriano sírio de Baçorá por volta do ano 1222. Ele está escrito em língua siríaca.

Livro[editar | editar código-fonte]

O Livro da Abelha é uma coleção de textos teológicos e históricos compilados por Salomão de Ahlat no século XIII. O livro é composto por 55 capítulos que discutem vários tópicos, incluindo a criação, o céu e a terra, os anjos, a escuridão, o paraíso, os patriarcas do Velho Testamento, os eventos do Novo Testamento, as listas de reis e patriarcas e o último dia da ressurreição. O livro foi originalmente escrito em sírio e foi traduzido para inglês e árabe.[carece de fontes?]

Autor[editar | editar código-fonte]

Salomão de Ahlat era um bispo da Igreja do Oriente que viveu durante o século XIII. Ele foi bispo de Baçorá (agora no Iraque) e esteve presente na consagração de Católicos Sabr-Isho em 1222.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um livro relacionado a Religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.