Lizardo Garrido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lizardo Garrido
Lizardo Garrido
Informações pessoais
Nome completo Lizardo Antonio Garrido Bustamante
Data de nasc. 25 de agosto de 1957 (62 anos)
Local de nasc. Santiago,  Chile
Altura 1,82 m
Apelido El Chano, Flaco
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Lateral-direito/Zagueiro/Volante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1975–1976
1977
1978
1979
1980–1992
1992–1994
Chile Colo-Colo
Chile Deportes Colchagua
Chile Trasandino
Chile Deportes Colchagua
Chile Colo-Colo
México Santos Laguna




335 (17)
18 (1)
Seleção nacional
1981–1991 Flag of Chile.svg Chile 44 (0)

Lizardo Antonio Garrido Bustamante (Santiago, 25 de agosto de 1957) é um ex-futebolista chileno, com destacada passagem pela equipe do Colo-Colo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Originário do setor de Lo Franco, ao norte da capital chilena, tornou-se conhecido como "El Chano" e teve um começo difícil, mas chegou lá graças à sua força de vontade. A distância da sua casa até o estádio do Colo-Colo, o Monumental David Arellano, era grande, percorrida em um pequeno ônibus. Soube suportar a adversidade, sendo emprestado, ainda juvenil, para as equipes do Deportes Colchagua e Trasandino para ganhar experiência e retornando ao clube do seu coração em 1980.

Sua grande oportunidade apareceu no fim desse mesmo ano substituindo ao grande Mario Galindo, que sofrera uma contusão jogando a Copa Libertadores da América. Jogador técnico e rápido, Garrido não decepcionou e ainda foi considerado uma das grandes revelações dessa temporada e consagrando-se no ano seguinte. Nesse ano de 1981, "Chano" mostrou suas qualidades toda vez que foram requeridas: podia jogar tanto de lateral-direito como de zagueiro central e volante de apoio, sendo eleito o melhor jogador do ano.

Uma revista esportiva da época teve a seguinte manchete: "Garrido, um craque onde quer que jogue". Em 1982, teve uma baixa de rendimento tanto individual como coletivo: pela Seleção Chilena, equipe da qual era uma das principais estrelas, não foi bem na Copa de 1982. Em 1983, as coisas foram piores para Garrido: sofreu uma grave contusão que o deixou longe dos gramados por muito tempo. Porém, assim que se recuperou, prosseguiu sua trajetória vitoriosa no Colo-Colo sendo que seus maiores anos foram os de 1991 e 1992 quando conquistou a Copa Libertadores da América, a Recopa Sul-Americana e a Copa Interamericana. Encerrou sua passagem no Colo-Colo em 1992. No ano seguinte, o clube, em reconhecimento aos bons serviços prestados, facilitou sua transferência para a equipe mexicana do Santos Laguna, que lhe oferecia um bom contrato e onde encerrou definitivamente sua carreira em 1994.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Chileno

Chile Colo-Colo

  • 1981 (Torneio Oficial e Apertura)
  • 1982 (Apertura)
  • 1983 (Torneio Oficial)
  • 1985 (Apertura)
  • 1986 (Torneio Oficial)
  • 1988 (Apertura)
  • 1989 (Torneio Oficial e Apertura)
  • 1990 (Torneio Oficial e Apertura)
  • 1991 (Torneio oficial)

Campeonatos Internacionais

Chile Colo-Colo

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Na primeira partida das semifinais da Copa Libertadores da América de 1991 contra a equipe do Boca Juniors, da Argentina que foi realizado no campo do Boca - o famoso La Bombonera - Garrido fez uma jogada sensacional: saiu do seu campo de defesa até o campo rival driblando todos os jogadores adversários que apareciam na sua frente. Essa jogada causou admiração nos torcedores argentinos, que o aplaudiram em .
  • Após encerrar a carreira, Garrido continuou a trabalhar no Colo-Colo. Já foi auxiliar técnico, gerentes das divisões inferiores e professor de jogadores "cadetes".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de ChileSoccer icon Este artigo sobre futebolistas chilenos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.