Lluís Bonet i Garí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lluís Bonet i Garí
Nascimento 1893
Argentona
Morte 30 de janeiro de 1993 (100 anos)
Barcelona
Cidadania Espanha
Ocupação arquiteto
Prêmios Prêmio Creu de Sant Jordi
Movimento estético Modernismo catalão
Fachada da Paixão da Sagrada Família, onde trabalhou Bonet i Garí.

Lluís Bonet i Garí (el Cros, Argentona, Maresme, 1893 - Barcelona, 1993) foi um arquitecto espanhol</ref>.[1] Diplomado em 1918, formou-se com Josep Puig i Cadafalch e foi discípulo de Antoni Gaudí, com quem colaborou no Templo Expiatório da Sagrada Família, prosseguindo as obras desde 1954. Em colaboração com Isidre Puig i Boada e Francesc Quintana, encarregou-se da nova fachada da Paixão.

Bonet continuou o estilo de Gaudí na capela de São Miquel del Cros, em Argentona (1929), e foi um dos representantes do monumentalismo (Instituto Nacional de Previsão e Banco Vitalício, Barcelona, 1949). Protector da cultura catalã durante o franquismo, realizou em sua casa várias sessões do Institut d'Estudis Catalans (1941-1959). Autor de Las masías del Maresme (1983). Foi pai do também arquitecto Jordi Bonet i Armengol, actual director das obras da Sagrada Família.

Referências

  1. Lluís Bonet i Garí. Disponível em http://www.myetymology.com/encyclopedia/Llu%C3%ADs_Bonet_i_Gar%C3%AD.html. Acesso em 30 de março de 2015. (em inglês)