Lo que es el amor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lo que es el amor
O que é o amor (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Produtor(es) Alicia Carvajal
Elenco Claudia Ramírez
Leonardo García
Patricia Llaca
Víctor Huggo Martín
ver mais
Tema de abertura "Usted se me llevó la vida", por Alexandre Pires
Exibição
Emissora de
televisão original
México Azteca
Transmissão original 25 de junho de 20014 de janeiro de 2002
N.º de episódios 140
Cronologia
Último
Amores... querer con alevosía
Agua y aceite
Próximo
Programas relacionados Hombres
Hombre tenías que ser (2013)

Lo que es el amor (trad.: O Que é o Amor) é uma telenovela mexicana exibida pela Azteca e produzida por Alicia Carvajal em 2001.

É um remake da telenovela Hombres, produzida pela RCN em 1977[1] .

Foi protagonizada por Claudia Ramírez e Leonardo García com antagonização de Fernando Luján.[2]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Tania Lomelí sempre lutou para chegar até onde se encontra. Apesar de viver em uma sociedade onde impera todavia o chamado "Reino dos homens", Tania se ha aberto caminho, com essa inteligencia e com esse esforço indômito que a caracteriza, em um mundo que não aceita que as mulheres triunfem por cima dos homens.

Esta historia começa quando Tania é nomeada Secretaria Geral da Bolsa de Valores e tem que enfrentar uma tarefa que parece impossível: ganhar o respeito e a confiança dos executivos aos que terá que guiar e com eles que terá que trabalhar. No entanto, tudo muda quando, entre os corredores de bolsa, conhece a Román Castellanos, e surge então uma atração imediata entre ambos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «La vision masculina del mundo será tema de "Lo que es el amor"». El Universal. 15 de junho de 2001. Consultado em 28 de fevereiro de 2016. 
  2. «Lo que es el amor, Univisión». NovelasySeries. Consultado em 18 de maio de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]