Lojas Marisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lojas Marisa
Marisa Lojas SA
Lojas Marisa.JPG
Filial no Natal Norte Shopping em Natal, RN
Slogan De mulher pra mulher, Marisa
Tipo Sociedade Anonima
Fundação 1948
Fundador(es) Bernardo Goldfarb
Sede São Paulo, Brasil
Locais Em todo o Brasil
Empregados 13.000
Produtos Varejo, Têxtil
LAJIR 208,7 milhões de reais (2010)[1]
Faturamento R$ 608,5 milhões
Página oficial www.marisa.com.br

Lojas Marisa é uma rede de lojas brasileira fundada em 1948 na cidade de São Paulo, capital do estado de mesmo nome, por Bernado Goldfarb. O fundador da empresa acompanhou a rotina da loja de sapatos do seu pai desde menino. Seu pioneirismo resultou em sua primeira unidade da rede Marisa Bolsas, em 1948 vendendo pronta-entrega de estoques de grandes fabricantes a preços competitivos. Foi assim que o empresário encontrou seu nicho e seu público, dando origem ao processo de expansão a partir da Marisa Malhas, terceira loja do grupo. Hoje, a marca é uma empresa genuinamente brasileira, com foco na classe C e crescimento contínuo nos negócios, tornou-se referência na venda de moda para esta, que é a nova classe média. Com 407 lojas (29 de novembro de 2012) espalhadas no Brasil, a Marisa é a décima nona maior empresa varejista do país, segundo ranking do Ibevar em 2012, sendo que é a maior varejista brasileira especializada em moda feminina e íntima, enquanto a numero de lojas.[1]

A Marisa reportou prejuízo líquido de R$ 17,2 milhões no primeiro trimestre de 2016.

Em junho de 2016 com um plano de profissionalização, o fundador Bernardo Goldfarb entregou o cargo de Presidente para Marcelo Pereira Araujo (ex-Grupo Libra, CSN e Natura), e passou a fazer parte do conselho de administração.

Venda direta[editar | editar código-fonte]

A rede varejista Marisa informou que decidiu encerrar operações com venda direta (vendas feitas diretamente por consultas e consumidores) para concentrar esforços da empresa em negócios mais maduros e reduzir custos, diante do aumento do nível de incerteza e da deterioração do cenário econômico atual.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Lucro líquido da Marisa sobe 47,7% em 2010 - Empresas - EXAME.com». exame.abril.com.br. 2011. Consultado em 10 de agosto de 2011. 
  2. «Crise faz Marisa fechar lojas e encerrar operações de venda direta». G1. 2015. Consultado em 9 de março de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]