Lojas Marisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lojas Marisa
Razão social Marisa Lojas S.A.
Empresa de capital aberto
Slogan De Mulher pra Mulher, Marisa!
Cotação BM&F Bovespa: AMAR3
Atividade Varejista
Gênero Sociedade Anônima
Fundação 1948
Fundador(es) Bernardo Goldfarb
Sede São Paulo, Brasil
Área(s) servida(s)  Brasil
Locais Em todo o Brasil
Presidente Marcelo Pimentel
Empregados 12.344
Produtos Vestuário, calçados, acessórios, moda íntima
LAJIR 279,99 milhões de reais (2018)[1]
Faturamento R$ 3,5 bilhões
Website oficial www.marisa.com.br

A Lojas Marisa é uma rede de moda feminina e lingerie brasileira. Com mais de 70 anos de existência, construiu uma forte relação de cumplicidade e intimidade com a mulher, conhecendo e acompanhando suas necessidades e anseios. Ao longo de sua história, ficou conhecida por seu slogan “De Mulher para Mulher”.

A rede está presente em todas as regiões do Brasil e conta com aproximadamente 360 lojas nas ruas e shoppings do país. Além de oferecer roupas e acessórios femininos, também possui produtos para os públicos masculinos e infantis.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1948, após décadas aprendendo com seu pai a arte da confecção de acessórios, Bernardo Goldfarb adquiriu a Marisa Bolsas. Dois anos mais tarde, o espírito empreendedor aliado ao objetivo de encantar o público feminino brasileiro levaram Goldfarb a criar a Marisa Malhas. Não demorou muito para que a empresa se expandisse por todo o território nacional: Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Recife (PE) e Manaus (AM).[2]

Moda e Inovação[editar | editar código-fonte]

Em 1999, a Marisa foi pioneira do setor no e-commerce, com a criação da Marisa Virtual.[3]

Com a transformação para o modelo omni-channel, passou a oferecer o serviço Clique e Retire, no qual possibilita a compra online atrelada à praticidade da entrega presencial na unidade de escolha do cliente.[4]

Referência em lingerie passou a utilizar um novo formato de loja, a Marisa Íntima. São 358 unidades.[5] A Marisa também possui uma marca exclusiva para atender o público Plus Size e oferece coleções nos tamanhos 48 a 54.[6]

A rede criou o Cartão Marisa, um produto private label com a finalidade de oferecer crédito facilitado às suas clientes. Após o sucesso da bandeira, em 2008, foi fechado um acordo comercial com o Banco Itaú, no qual possibilitou que o cartão de crédito ItauCard Marisa funcionasse por meio do modelo Co-Branded, pelo qual a cliente pode utilizar-se de créditos em outros estabelecimentos.[7]

A Marisa foi a primeira varejista a comercializar um produto de previdência privada para pessoas físicas ao lançar o Marisa Previdência. A rede desenvolveu um Plano Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) exclusivo para clientes Cartão Marisa.[8]

Nova Marisa[editar | editar código-fonte]

Após dois anos de uma intensa e importante reformulação interna, inclusive na estratégia de estilo e produtos, em 2019 a Marisa apresentou ao público mudanças de produto e comunicação que reforçam a ligação da marca com a moda da mulher brasileira. Ela teve como pano de fundo uma nova coleção com foco em mais moda, mais tendência e mais qualidade.[9]

As transformações vieram acompanhadas do novo logotipo, que passou a contar com traços mais finos e leves. Para comunicar a mudança, a marca lançou uma campanha que mostra a Marisa no street style da vida real, nas ruas, que é onde de fato as mulheres brasileiras se inspiram. As redes sociais ganharam ainda mais relevância na estratégia da marca, uma vez que a descoberta das tendências de moda acontece cada vez mais nesse ambiente.  Com isso, a Marisa passou a ter um perfil no Pinterest e playlist no Spotify com músicas cantadas por mulheres, além de manter diálogo constante com a brasileira no Facebook e no Instagram.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Página Oficial

Marisa História

Instagram

Twitter

Facebook

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Lucro líquido da Marisa sobe 47,7% em 2010 - Empresas - EXAME.com». exame.abril.com.br. 2011. Consultado em 10 de agosto de 2011 
  2. a b «Institucional Marisa». www.marisa.com.br. Consultado em 13 de julho de 2020 
  3. Padrão, Consumidor Moderno-Grupo (20 de setembro de 2014). «O que a Marisa aprendeu com 15 anos de e-commerce - Canais». Consumidor Moderno. Consultado em 13 de julho de 2020 
  4. «Omnichannel amplia mix entre vendas online e offline no varejo». ISTOÉ DINHEIRO. 17 de junho de 2019. Consultado em 13 de julho de 2020 
  5. «Marisa Lingerie expande marca com experiência de compra». Exame. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 13 de julho de 2020 
  6. «Lojas criam marcas e abrem unidades só para 'plus size'». O Globo. 26 de agosto de 2018. Consultado em 13 de julho de 2020 
  7. Minas, Estado de; Minas, Estado de (2 de janeiro de 2019). «Empréstimos, cartões e até previdência privada: lojas invadem mercado financeiro». Estado de Minas. Consultado em 13 de julho de 2020 
  8. «Marisa lança previdência privada a partir de R$ 70 por mês; vale a pena?». economia.uol.com.br. Consultado em 13 de julho de 2020 
  9. «Marisa fortalece ligação com a moda». Consultado em 13 de julho de 2020