Long Walk to Freedom

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o livro de Nelson Mandela. Para sua adaptação cinematográfica, veja Mandela: Long Walk to Freedom.

Longa Caminhada Até a Liberdade (Long Walk to Freedom) é uma autobiografia escrita pelo presidente da África do Sul, Nelson Mandela, e publicada primeiro em 1994 pela Little Brown & Co.[1] O livro relata a vida, a educação e vinte e sete anos de prisão de Nelson Mandela. Sob o regime da apartheid, Mandela foi considerado terrorista e preso na infame ilha de Robben por seu papel como líder do ANC, então proscrito. Depois, ele obteve reconhecimento internacional pela sua liderança como presidente e trabalhar para reconstruir a sociedade segregada do país.[2] Os últimos capítulos do livro descrevem a sua ascensão política e a sua convicção de que a luta continuava contra o apartheid na África do Sul.

Mandela dedicou seu livro aos "meus seis filhos, Madiba e Makaziwe (minha primeira filha) – ambas já mortas – e a Makgatho, Makaziwe, Zenani e Zindzi, cujo apoio e amor eu valorizo; aos meus vinte e um netos e três bisnetos, que tanta felicidade me dão; e a todos os meus amigos, camaradas e compatriotas sul-africanos a quem sirvo, e cuja coragem, determinação e patriotismo continuam a ser para mim uma fonte de inspiração."

Referências

  1. «Long walk to freedom : the autobiography of Nelson Mandela.». Franklin Record first ed. Philadelphia. ISBN 0316545856. OCLC 31530423. Consultado em 21 de janeiro de 2017 
  2. Spencer, Clare. "The pitfalls of naming places after famous people". BBC News. 29 de julho de 2011.