Longueira / Almograve

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com a localidade de Almograve, no concelho de Sintra.


Portugal Portugal Longueira / Almograve 
  Freguesia  
Almograve
Almograve
Símbolos
Brasão de armas de Longueira / Almograve
Brasão de armas
Localização
Longueira / Almograve está localizado em: Portugal Continental
Longueira / Almograve
Localização de Longueira / Almograve em Portugal
Coordenadas 37° 37' 41" N 8° 45' 52" O
Município ODM.png Odemira
História
Fundação 3 de julho de 2001
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Maria da Glória Pacheco (PS)
Características geográficas
Área total 91,724 km²
População total (2021) 2 338 hab.
Densidade 25,5 hab./km²
Sítio http://longueiraalmograve.com/

Longueira / Almograve é uma freguesia portuguesa do município de Odemira. Foi criada em 12 de Junho de 2001, por desmembramento da freguesia de São Salvador.

Longueira, povoação de brandos costumes, situada entre a planície e o mar, integrada no parque natural do sudoeste alentejano e costa vicentina. Em 1991 a autarquia comprou o Moinho de Vento da Longueira, trata-se de uma construção de larga envergadura do início dos anos 20.Depois de restaurado, foi contratado um moleiro para que o moinho voltasse a laborar de forma tradicional, sendo usado actualmente pela população local que ai pode comprar farinha ou moer grão, pagando pelo serviço uma maquia de 15% sobre a quantidade do cereal.

Moinho de vento em Longueira

Os potenciais pedagógicos e turísticos do moinho têm vindo a ser valorizado pela autarquia, sendo muitas vezes utilizados para visitas de estudo e elaboração de trabalhos de alunos de vários estabelecimentos de ensino.

Esta é das mais recentes freguesias odemirenses. A freguesia foi criada em 2001 e tinha, na altura, 996 eleitores e uma área de 91,724 km², sendo desanexada da freguesia de São Salvador. Os primeiros esforços para a criação desta nova freguesia surgiram em 1996, altura em que foi criada uma Comissão Promotora.

Inclui as localidades de Longueira, Cruzamento do Almograve e Almograve, localidade-sede da nova freguesia.

A sua área estende-se entre o mar e a margem sul do rio Mira (a jusante de Odemira), onde a charneca e o vale do rio dominam a paisagem. A sua costa oferece bonitas praias encaixadas nas falésias e com extensos areais, como a Praia das Furnas (junto da foz do Mira) ou a própria Praia do Almograve.

Ao nível económico, a freguesia depende da agricultura, pecuária, pesca (existe perto do Almograve o Porto de Pesca de Lapa de Pombas), e do turismo (sobretudo no verão).

No terceiro domingo de agosto realizam-se a festa religiosa dedicada a Nossa Senhora dos Navegantes e a feira anual. Na Longueira comemoram-se os Santos Populares durante todo o mês de junho, sendo a feira anual no dia 23 de agosto.

Em 14 de Julho de 1989 deu-se um grande desastre ambiental na costa alentejana, quando o navio Marão teve um acidente ao entrar no Porto de Sines, provocando um derramamento de petróleo que atingiu principalmente a Praia de Almograve.[1]

População[editar | editar código-fonte]

A freguesia foi criada pela Lei n.o 18-D/2001, de 3 de Julho, com lugares desanexados da freguesia de Salvador

População de Longueira/Almograve
AnoPop.±%
2011 1 356—    
2021 2 338+72.4%

Património[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Rio Mira, um território de culturas e de experiências singulares» (PDF). Odemira em Notícia (25). Odemira: Câmara Municipal de Odemira. Dezembro de 2019. p. 18. Consultado em 12 de Junho de 2022 


Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.