Lornhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Um lornhão de prata estilizado do começo do século 20.

Um lornhão é um par de óculos com um longo cabo fino lateral usado para posicioná-lo à frente dos olhos, em vez de se ajustar às orelhas ou nariz. Era geralmente usado como uma joia, ao invés de melhorar a visão, por senhoras elegantes que os preferiam aos óculos. Eram muito populares nos bailes de máscaras e frequentemente usados em peças de teatros e operetas no século XIX e início do século XX. A palavra lornhão é derivada do francês lorgnon.[1]

O utensílio, que se popularizou pelo inglês George Adams quando ele projetou um estojo ocular prático para ser carregado no bolso, viria mais tarde a se transformar no que hoje se denomina binóculo de teatro.

(...) A outra abriu a bolsa, tirou o lornhão com que acompanharia as óperas no Teatro Municipal, e acomodou — o por cima do nariz, segurando-lhe a haste dourada. Em seguida tratou de ler a placa por trás da poltrona.[2]Trecho do livro «Diário da tarde: 1957-1967»

Referências

  1. Editores do Michaelis (2010). «Lornhão». Dicionário Michaelis. Consultado em 27 de dezembro de 2020 
  2. Josué Montello (1988). Diário da tarde: 1957–1967. [S.l.]: Editora Nova Fronteira. 772 páginas 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete óculos.
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Óculos