Lost Boys: The Thirst

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.


Lost Boys: The Thirst
Lost-boys-the-thirst-original.jpg
Estados Unidos
2010 •  cor •  81 min 
Direção Dario Piana
Roteiro Evan Charnov
Elenco Corey Feldman
Jamison Newlander
Tanit Phoenix
Joe Vaz
Género Terror, suspense
Idioma inglês
Cronologia
Lost Boys: The Tribe
2008
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Lost Boys: The Thirst é um filme de terror de 2010 dirigido por Dario Piana e estrelado por Corey Feldman, Tanit Phoenix e Jamison Newlander. É a terceira e última produção em sequência da trilogia que fez sucesso em 1987 com The Lost Boys e que teve sua segunda edição em 2008 com Lost Boys: The Tribe.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Terceira e última edição da trilogia de The Lost Boys, os protagonistas de 1987, Edgar Frog (Corey Feldman) e Alan Frog (Jamison Newlander) invadem uma festa rave infestada de vampiros para matar o DJ X, acusado pela famosa escritora sobre vampiros, Gwen Lieber (Tanit Phoenix), de ser o vampiro alfa que capturou seu irmão Peter. Edgar e Alan, sendo o último como meio vampiro, conseguem matar o DJ X, mas descobrem que o vampiro alfa na verdade é Peter (Felix Mosse), que era enfraquecido pelo rival que tinha a intenção de tomar seu posto de líder dos vampiros. Forte e astuto, Peter tenta convencer Edgar a eliminar o excesso de vampiros para evitar o aumento de vampiros e a falta de alimento (sangue humano), pedido prontamente negado. No final, em uma reviravolta surpreendente, Edgar Frog consegue matar o vampiro alfa com água benzida, sob a clássica trilha sonora de "Cry Little Sister".

Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências