Louco Amor (telenovela brasileira)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Louco Amor (1983))
Ir para: navegação, pesquisa
Louco Amor
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 50 minutos aproximadamente
Criador(es) Gilberto Braga
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Elenco
Tema de abertura "Nosso Louco Amor", Gang 90 e As Absurdettes
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Transmissão original 11 de abril de 198321 de outubro de 1983
N.º de episódios 167
Cronologia
Programas relacionados Entre el amor y el deseo

Louco Amor é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 11 de abril a 21 de outubro de 1983, substituindo Sol de Verão e sendo substituída por Champagne, em 167 capítulos.[1]Foi a 30ª "novela das oito" exibida pela emissora. Escrita por Gilberto Braga, com a colaboração de Leonor Bassères, teve a direção de Wolf Maya, Ary Coslov e José Wilker, com supervisão de Paulo Ubiratan.

Contou com Fábio Júnior, Tereza Rachel, Bruna Lombardi, Antônio Fagundes, Christiane Torloni, Nicette Bruno, Mauro Mendonça, Arlete Salles, Fernando Torres, Carlos Alberto Riccelli, Beth Goulart, Lauro Corona, Otávio Augusto, Bia Seidl, Milton Moraes, Reginaldo Faria e Glória Pires nos papéis principais.

Exibição[editar | editar código-fonte]

Classificação indicativa[editar | editar código-fonte]

Na época da exibição, o Ministério da Justiça classificou a novela para maiores de 12 anos. Mas, a partir do dia 30 de junho de 1983, a trama foi reclassificada para maiores de 14 anos, por excesso de cenas de violência (inclusive doméstica e familiar) e insinuações de sexo. Assim, a novela passou a ser exibida diariamente às 21h, o que encurtou os capítulos, principalmente às quartas, quando a Rede Globo exibia (como ainda as exibe) as partidas do Campeonato Brasileiro de Futebol.

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Louco Amor, fora do Brasil, foi exibida na Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Honduras, Itália, Macau, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Turquia, Uruguai e Venezuela. Em Portugal, foi exibida na RTP 1 entre 08/07/1985 e 03/03/1986. Os singles "We've Got Tonight" e "Shame On The Moon" voltaram a ter sucesso graças à exibição da novela.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

1977. A jovem e rica Patrícia (Bruna Lombardi) é apaixonada por Luís Carlos (Fábio Jr.), filho de Isolda (Nicette Bruno), cozinheira da família Dumont. Mãe e filho sempre moraram como funcionários na mansão do embaixador André (Mauro Mendonça) e sua esposa, Renata Dumont (Tereza Rachel), os pais de Patrícia. Um segredo do passado prende Isolda àquela casa e à sra. Dumont. No aniversário da moça, Luís Carlos é proibido de entrar no salão por Renata, que somente permite que ele guarde os carros e não se esqueça de sua condição social inferior. Com essa situação de injustiça, nasce a raiva e a fúria que irá modificar inteiramente o relacionamento entre eles: Luís Carlos solta os cães, que invadem o salão e atacam André, o qual fica coxo em consequência dessa investida. Para impedir a união de Luís Carlos e Patrícia, Renata manda a filha para a Europa.

Seis anos depois, Luís Carlos fica sabendo que Patrícia vai voltar ao país. A partir daí, iniciam-se a história e o confronto entre dois mundos bastante diferentes. Patrícia retorna com um filho, João (Eduardo de Michillis), e é obrigada pela mãe a esconder a paternidade da criança. Enquanto isso, Luís Carlos se apaixona por Cláudia (Glória Pires), antiga colega de faculdade, moça pobre e batalhadora, porém ambiciosa, e que se envolve por interesse com Lipe (Lauro Corona), filho dos Dumont e muito amigo de Luís Carlos. Mas Renata continua a lutar contra a união de sua família com pessoas de classe social inferior, e fará de tudo para impedir essa união, como já acontecera com sua filha.

Contudo, o alvo de Renata é também o seu velho cunhado Edgar (José Lewgoy), com seu bordão "E-E-E eu não sei?!", que se apaixonou pela simplória manicure Gisela (Lady Francisco), a qual ele chama de Gisele. Contra as injustiças de Renata Dumont está Muriel (Tônia Carrero), amiga da família, uma mulher casada com um homem mais jovem, Guilherme (Reginaldo Faria), o proprietário da revista Stampa.

O segredo do passado é: Renata Dumont, cujo verdadeiro nome é Agetilde Rocha, é a mãe biológica de Luís Carlos Becker. Como, porém, ele foi ilegitimamente gerado, sempre foi alvo do ódio e desprezo de Renata e André.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Fábio Junior Luís Carlos Becker
Bruna Lombardi Patrícia Dumont
Glória Pires Cláudia Becker
Tereza Rachel Renata Dumont (Agetilde Rocha)
Mário Lago Agenor Rocha
Tônia Carrero Muriel
Reginaldo Faria Guilherme
Christiane Torloni Lúcia
Carlos Eduardo Dolabella Fernando Lins
Nicette Bruno Isolda Becker
Mauro Mendonça Embaixador André Dumont
Arlete Salles Isadora (Isa)
Fernando Torres Alfredo
Antonio Fagundes Jorge Augusto
Carlos Alberto Riccelli Márcio
Beth Goulart Carla
Lauro Corona Lipe (Felipe Dumont)
José Lewgoy Edgar Dumont
Lady Francisco Gisela Dumont
Otávio Augusto Rodolfo
Rosane Gofman Estela (Estelinha)
Bia Seidl Luciana
Milton Moraes Sérgio
Rosita Thomaz Lopes Fernanda (Nanda)
Maurício do Valle Rubens
Yolanda Cardoso Alda Maria
Roberto de Cleto Tomás Lins
Lourdes Mayer Raquel
Buza Ferraz Victor
Chica Xavier Denise
Clementino Kelé Gonçalo
Thelma Reston Berta
Hemílcio Fróes Dr. Mário Noronha
Márcia Rodrigues Nilda
Paulo Pinheiro Dr. Cardoso
Desireé Vignolli Maria Luíza

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Só de Você" - Rita Lee
  2. "Vendaval da Vida" - Alcione
  3. "Reencontro" - Márcio Greyck
  4. "Dom de Iludir" - Gal Costa
  5. "Grafitti" - Guilherme Arantes
  6. "Seres Humanos" - Fábio Jr.
  7. "Nosso Louco Amor" - Gang 90 & Absurdettes (música-tema)
  8. "Você Me Acende" - Barão Vermelho
  9. "Aranha Cor-de-rosa" - Naila Skorpio
  10. "Aquarela do Brasil" - César Camargo Mariano
  11. "Demais" - Ângela Rô Rô
  12. "Tem Que Provar" - Lauro Corona
  13. "Folhas Secas" - Elis Regina
  14. "Eu Te Amo" - Chico Buarque

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "We've Got Tonight" - Kenny Rogers and Sheena Easton
  2. "Really Saying Something" - Bananarama
  3. "Shame On The Moon" - Bob Seger & The Silver Bullet Band
  4. "Long Train Running" - Traks
  5. "The Shadow Of Your Smile" - Jon Lucien
  6. "Just Can't Get Enough" - Depeche Mode
  7. "Let's Funk Tonight" - Blue Feather
  8. "Ich schau Dich an (Peep Peep)" - Spider Murphy Gang
  9. "I Know There's Something Going On" - Anni-Frid Lyngstad
  10. "Candy Girl" - New Edition
  11. "Can't Help Falling In Love" - Cameo
  12. "Angel Man" - Retha Ruges
  13. "Electric Avenue" - Eddy Grant
  14. "Baby Come On" - James Othis White Jr.


Referências

  1. «Louco Amor». Teledramaturgia. Consultado em 19 de dezembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]