Louis-Philippe Loncke

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Louis-Philippe Loncke
Louis-Philippe Loncke em 2012
Nascimento 3 de Março de 1977 (37 anos)
Mouscron
Nacionalidade  Bélgica
Ocupação Explorador, aventureiro, consultor
Página oficial
Louis-Philippe-Loncke.com

Louis-Philippe Loncke, é um explorador belga, aventureiro e conferencista motivicional. Em 2008, ele realiza mundialmente uma primeira travesia à pé pela extensão do deserto de Simpson[1] , passando pelo seu centro geográfico.

Biografia e formação[editar | editar código-fonte]

Louis-Philippe nasceu em Mouscron na Bélgica, de uma família fabricante de móveis. Ele fez seus estudos de engenharia na ECAM em Bruxelas, uma especialização em gestão industrial na KULeuven e administração do tesouro nacional na escola de administração da universidade de Antuérpia.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Consultor em administração[2] [editar | editar código-fonte]

Ele começa a sua carreira na logística. Desde 1999, ele trabalhou em mais de dez empresas internacionais ocupando diversas funções. Ele vem trabalhando como consultor em administração desde 2007 principalmente em TIs. As aptidões que ele adquiriu no mundo empresarial lhe permitiram de planificar eficazmente suas expedições. Ele é autodidata em fotografia, SEO, marketing e comunicação. Desde 2006, ele presta serviços beneficentes em uma associação chamada Art in All of us - onde voltou a ser membro da diretoria em 2010.

Aventureiro e explorador[editar | editar código-fonte]

Louis-Philippe começa a viajar sozinho em 2000. Em 2002, ele é enviado em uma missão à Singapura onde ele recebe a formação de mergulho autônomo no mar. Para saciar a sua paixão, ele viaja um ano à Oceania entre 2004 e 2005. Ele começa a jornada e por isso se torna curioso em relação às viagens de aventureiros e exploradores; ele se interessa pela exploração depois de ter se inspirado no filme muldialmente premiado, Alone across Australia. No seu retorno à Bélgica, ele reencontra o ator e aventureiro francês Sylvain Tesson que lhe encoraja a continuar. Louis-Philippe parte novamente em 2006 rumo à Austrália para realizar suas três primeiras expedições[3] .

A primeira travesia da parte selvagem da Tasmânia sozinho e independente é, sem dúvida, a mais perigosa das três, esta expedição lhe traz os primeiros patrocinadores e o reconhecimento entre os exploradores australianos. Depois de ter passado um ano na Austrália, ele volta a seu país natal e começa a preparar uma série de expedições mundiais, a primeira delas sendo uma tentativa de travesia do deserto de Simpson na sua mais longa distância.

Ele organiza expedições beneficentes implicando a criação de buzz na mídia incluindo a organizaçõa da mais alta degustação de chocolate do Evereste. Em julho de 2010, ele realiza un trekking através da Islândia entre as latitudes extremas Norte e Sul[4] . Ele parodizou um vídeo de promoção sobre a Islândia[5] que se tornou popular na Internet. Ele anuncia o seu retorno à Islândia para uma tentativa invernal do trajeto[6] . Suas expedições em Simpson e na Islância seguem um programa científico da MSH Paris chamado Estresse e tomada de decisão em ambientes hostis.

Expedições[editar | editar código-fonte]

Primeiras expedições mundiais[editar | editar código-fonte]

  • 2006 - Travessia do Parque Nacional MacDonnell Ouest completamente sozinho[7]
  • 2006 - Travessia da ilha Fraser também sozinho
  • 2007 - Travessia da parte selvagem da Tasmânia sem provisões.
  • 2008 - Travessia do deserto de Simpson, sozinho, do Norte ao Sul passando pelo seu centro geográfico.[8] [9]
  • 2010 - Travessia da Islândia, completamente só, entre latitudes extremas no verão[10]
  • 2012 : Travessia da Polônia mediante forças próprias desde o monte Rysy, através de Tatras, à pé, até o mar Báltico, em caiaque pela rio Vístula.[11] [12] [13] Apresentou essa travessia en TEDxWarsaw 2013.[14]
  • 2013 - Com o peruano Gadiel Sánchez Rivera, completou o perimetro inteiro da costa do lago Titicaca em caiaque.[15] [16] [17] [18]
  • 2013 - Travessia sem suporte externo no Salar de Coipasa e Uyuni a pé.

Expedições culturais e beneficentes[editar | editar código-fonte]

  • 2009 - Expedição Chocolate Sherpa em direção ao campo principal do Everest[19]
  • 2011 - BelgiKayak, um tour pela Bélgica de caiaque por seus canais.[20] [21]

Expedições cientificas e outras[editar | editar código-fonte]

Prêmios e distinções honorárias[editar | editar código-fonte]

Louis-Philippe Loncke carregando a tocha olímpica
  • Em 2009, ele recebe o prêmio de jovem talento do ano, Baillis de Mouscron.[25]
  • A revista australiana Outer Edge publica, na edição de fevereiro-março de 2011, sua travesia do deserto de Simpson no top 10 das expedições australianas até o limite da razão.[26]
  • Ele foi admitido no Explorers Club of New-York em 2010.[27]
  • Ele torna-se Fellow da Royal Geographical Society em 2011. .
  • Em setembro de 2011, o Jane Goodall Institute da Bélgica lhe escolheu como embaixador do programa Roots and Shoots.[28]
  • Ele foi selecionado pelo LOCOG para levar a tocha olímpica através do Choppington em 15 de Junho de 2012.[29]

Referências

  1. Herald Sun, "If the desert doesn't get you, the camels might", 23 de Agosto de 2008
  2. "curriculum vitae"
  3. "Breve Biografía"
  4. Icenews, "Walking alone across Iceland not enough: Belgian explorer to try again in winter", 9 de Agosto de 2010
  5. Icenews, "Belgian explorer inspired by Inspired by Iceland", 17 de Outubre de 2010
  6. Grapevine Interview "This Man Crossed Iceland With No Outside Help And He'll Do It Again", 31 de Março de 2011
  7. Alice Springs News, "Hill after Hill", 21 de Setembro de 2006
  8. The Monitor, p7, "36 days alone in the desert", 28 de Agosto de 2008
  9. Sudpresse Archive, "800km en 35 jours", 17 de Novembro de 2008
  10. Morgunblaðið, "Walked across the country in 19 days", 31 de Julho de 2010
  11. Belgijski podróżnik Louis-Philippe Loncke pokonał 1200 km przez Polskę, 4 de Junho de 2012
  12. 1200 km przez Polskę - pieszo, tratwą i kajakiem. Belg zakończył wyprawę, Wprost24, 4 de Junho de 2012
  13. 1200 km przez Polskę - pieszo, tratwą i kajakiem. Belg zakończył wyprawę, Naszemiasto Gdansk, 4 de Junho de 2012
  14. Slowly Down the Vistula: Louis-Philippe Loncke at TEDxWarsaw, TED.com, 21 of marcha 2013
  15. PAT Bolivia, Hola Pais, Louis-Philippe recorrio el lago Titicaca, 25 setembro 2013
  16. Save The Frogs, "Frog conservation in Bolivia"
  17. LeVif.be "Une expédition sur le lac Titicaca", 16 Agosto 2013
  18. 7sur7.be "Expédition sur le lac Titicaca", 16 Agosto 2013
  19. 7sur7, "Une dégustation de chocolat belge aura lieu début mai sur l'Everest", 8 de Abril de 2009
  20. Sudpresse Archive, "Le tour de Belgique en kayak", 9 de Julho de 2011
  21. L'avenir, "Un tour de Belgique à la rame", 11 de Julho de 2011
  22. "Cordell 2013 Clipperton expedition"
  23. CBS News San diego, "Boaters return to San Diego after island exploration", 19 marcha 2013
  24. ICvolunteers, "GreenVoice a Voice for the Clipperton Expedition", 18 fevriero 2013
  25. L'avenir, "L'ordre des Baillis s'élargit", 6 de Outubro de 2009
  26. Outer Edge, "The Top 10 Craziest Expeditions Ever to Touch Australia", 23 de Dezembro de 2010
  27. "The Explorers Club página Loncke"
  28. Roots & Shoots embaixador
  29. Londres 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Louis-Philippe Loncke