Lourenço Júnior de Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Lourenço Junior de Castro)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lourenço Júnior de Castro
Nascimento
Entre-Douro-e-Minho
Morte 1852
Rio Grande do Sul

Lourenço Júnior de Castro (Entre-Douro-e-Minho,[quando?]Rio Grande do Sul, 1852) foi um promotor público, militar e jornalista luso-brasileiro. Foi para Porto Alegre no início do século XIX, onde se estabeleceu como comerciante, ingressando pouco depois na vida militar, inicialmente como tenente no corpo de ordenanças da capital e depois como capitão no corpo de guaranis em Pelotas.

Foi sargento-de-milícias e comandante do batalhão Henriques, formado por escravos libertos.

Em 1827 colabora com o Diário de Porto Alegre, o primeiro jornal publicado no Rio Grande do Sul.

Em 1833 foi escolhido pelo presidente da província, de uma lista tríplice, como promotor público de Porto Alegre, o primeiro da cidade, tendo atuado nos processos contra os farrapos.

Em 1830 fundou o jornal Sentinela da Liberdade na Guarita ao Norte da Barra do Rio Grande de São Pedro. Quando do inicio da Revolução Farroupilha, fugiu para o Rio de Janeiro, junto com o impressor Claude Dubreuil e o presidente da província Fernandes Braga, de onde continuaram a publicação do jornal, que deixou de ser publicado em Porto Alegre entre 18 de setembro de 1835 e 16 de dezembro de 1836.

Escreveu no Amigo do Homem e da Pátria, sob pseudônimo de Manuel Lander de 1829 a 1830 e depois no Sentinela da Liberdade. Foi vereador em Porto Alegre pelo partido Caramuru.[1]

Referências

  1. BARRETO, Abeillard (1986). Primórdios da Imprensa no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Comissão Executiva do Sesquicentenário da Revolução Farroupilha 
  • FRANCO, Sérgio da Costa. Guia Histórico de Porto Alegre, 4a edição, Editora da Universidade (UFRGS), Porto Alegre, 2006.
  • JUNG, Roberto Rossi. A gaúcha Maria Josefa, primeira jornalista brasileira. Porto Alegre: Martins Livreiro, 2004.