Louvação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Louvação
Álbum de estúdio de Gilberto Gil
Lançamento Maio de 1967[1]
(ver histórico de lançamentos)
Gravação Em 4 canais nos estúdios CBD (RJ) em março, 1967[2]
Gênero(s) Bossa nova, MPB, baião, samba[3]
Duração 41:56
Formato(s) Disco de vinil[4]
Gravadora(s) Philips Records, RCA Records, Universal Music
Produção João Mello[4]
Arranjos Dory Caymmi, Carlos Monteiro e Souza e Bruno Ferreira
Cronologia de Gilberto Gil
Gilberto Gil
(1968)
Cronologia de Gilberto Gil
Gilberto Gil
(1968)
Singles de Louvação
  1. "Procissão[5]"
    Lançamento: 1965
  2. "Ensaio Geral[5]"
    Lançamento: 1966

Louvação é o nome do álbum de estreia do cantor e compositor brasileiro Gilberto Gil, lançado em 1967. Com um repertório exclusivamente autoral - contando com parcerias com Caetano Veloso, José Carlos Capinam, Torquato Neto, Geraldo Vandré e João Augusto -, e sob os arranjos de Dory Caymmi, Carlos Monteiro e Souza e Bruno Ferreira[6]. O projeto nasce, influenciado pelo golpe militar, que ocorreu no ano seguinte ao lançamento de Salvador, 1962-1963, em março de 64[7].

O álbum traz Gilberto Gil reproduzindo as raízes nordestinas, bem como a suas próprias influências: o baião, a marca de carnaval, a baladas dos anos cinquenta, a bossa nova e o samba, sob a temática política e os questionamentos sobre os problemas sociais, a religiosidade, sob as atitudes do governo e da conquista do espaço[7].

Gravação e produção[editar | editar código-fonte]

Gilberto Gil foi contratado pela Philips Records no segundo semestre de 1966 e, logo após, entrou em estúdio para gravar "Ensaio Geral", lançado em dezembro do mesmo ano, como single, contanto com "Minha Senhora" - gravada por Gal Costa e Veloso, em Domingo -, como b-side[8].

Música e temática[editar | editar código-fonte]

"Água de Meninos" - canção de 1966 -, é uma canção de letra longa, com arranjos de Caymmi, que conta a história de uma feira - de mesmo nome -, típica nordestina, quase medieval, comuns em cidades pelo nordeste brasileiro, e que se localizavam próxima aos cais do porto, próximo ao depósito de combustíveis e de moinho de trigo. Nela, Capinam e Gil retratam um incêndio ocorrido neste local[7][9]. "Beira-Mar", foi composta por Caetano Veloso. Ele apresentou a música à Gil e pediu para que ele escrevesse o resto da canção, mesmo Gil questionando sobre a boa letra que já havia, Veloso insistiu, fazendo com que o primeiro completasse a letra e a interpretasse[10].

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 2.5 de 5 estrelas.[3]
MusicStory 4 de 5 estrelas.[11]

John Bush faz uma crítica sobre o álbum para o allmusic, onde Bush, diz que o álbum já revela e apresenta "um dos mais brilhantes compositores e intérpretes do Brasil". Segundo a crítica, "Lunik 9" e "Roda", fazem refletir sobre a influência da cultura indígena, da bossa nova e do samba. No entanto, não é com Louvação que Gil mostra entusiasmo, mas, tem uma "estreia sólida, embalado com canções intrigantes"[12]. O francês François Viguier, que apesar de ser jovem, aos 25 anos, Gil já mostrava qualidade em suas "composições, surpreendente e que promete um futuro brilhantes, como cantor e compositor". Para Viguier, Louvação tem raiz rudimentar, mas, mostra uma "incrível riqueza melódica", influenciado por Tom Jobim, o que deu à Gil, um dos seus álbuns mais "bossa nova, mais doce". Com esse álbum, Gilberto Gil traz o embrião "do que vai se tornar, em poucos anos mais tarde, a fusão da bossa [nova] com o jazz, particularmente feita por Jobim e Stan Getz"[11].

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Louvação"   Gilberto Gil, Torquato Neto 3:45
2. "Beira-Mar"   Gilberto Gil, Caetano Veloso 3:54
3. "Lunik 9"   Gilberto Gil 3:04
4. "Ensaio Geral"   Gilberto Gil 1:57
5. "Maria (Me Perdoe, Maria)"   Gilberto Gil 2:37
6. "A Rua"   Gilberto Gil, Torquato Neto 3:33
7. "Roda"   João Augusto, Gilberto Gil 2:41
8. "Rancho da Rosa Encarnada"   Gilberto Gil, Torquato Neto, Geraldo Vandré 2:38
9. "Viramundo"   José Carlos Capinam, Gilberto Gil 2:18
10. "Mancada"   Gilberto Gil 2:02
11. "Água de Meninos"   José Carlos Capinam, Gilberto Gil 4:32
12. "Procissão"   Gilberto Gil 2:38
Duração total:
41:50

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamentos[editar | editar código-fonte]

Lista das datas de lançamentos, mostrando o país, a gravadora e o número de catálogo
Lançamento original
País Data Formato Gravadora Catálogo
Brasil[5] Maio de 1967[1] Disco de vinil Philips Records R 765.005 L
Estados Unidos[3] 1967 PolyGram 824681-2
Re-lançamento em novos formatos
França[13] 23 de maio de 2007 CD Universal Music
Brasil[14] 6 de julho de 2010 CD, download digital

Referências

  1. a b Calado, Carlos. Tropicália. A História de uma Revolução Musical 1ª ed. [S.l.]: Editora 34, 1997. p. 333. ISBN 978-857-32-6081-6 
  2. «Louvação - Tropicália». Tropicália, por Ana de Oliveira. Consultado em 27 de maio de 2011 
  3. a b c d «Louvação - Gilberto Gil : AllMusic». allmusic. Consultado em 27 de maio de 2011 
  4. a b c «Gilberto Gil - Louvação». Site oficial. Consultado em 27 de maio de 2011 
  5. a b c «Gilberto Gil - Discografia - Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 27 de maio de 2011 
  6. Cardoso, Selma Passos. Artes e Cidades. Imagens, discursos e representações. [S.l.]: EDUFBA. p. 419. ISBN 978-85-232-0535-5 
  7. a b c Sant’Anna, Affonso Romano de (1978). Música Popular e Moderna Poesia Brasileira 2ª ed. Petrópolis: Landmark. ISBN 9788588781153 
  8. Essa afirmação pode ser comprovada na descrição do álbum nas páginas de vendas online, tais como Submarino, Fnac, Saraiva, Cultura, entre outras.
  9. «Água de Meninos - Gilberto Gil». 10 de julho de 2007. Consultado em 27 de maio de 2011 
  10. Essa afirmação pode ser comprovada no vídeo "v=sWos4gcGY5w", 'Gilberto Gil fala da canção "Beira-mar"', disponível no YouTube. A veracidade das imagens pode ser comprovada na própria página, onde se encontra o logo de Gilberto Gil e a seguinte mensagem: "Contém conteúdo de: Gilberto Gil"
  11. a b VIGUIÉ, François. «Louvação, Gilberto Gil critique» (em francês). Consultado em 28 de maio de 2011 
  12. «Louvação - Gilberto Gil : AllMusic». allmusic. Consultado em 29 de maio de 2011 
  13. «Louvação - Gilberto Gil - Achat et vente de CD Gil Gilberto neufs et d'occasion sur PriceMinister». Consultado em 29 de maio de 2011 
  14. «Gilberto Gil/Louvação - Músicas - Terra Sonora». Terra Sonora. Consultado em 27 de maio de 2011