Este é um artigo bom. Clique aqui para mais informações.

Love Me Harder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Love Me Harder"
Single de Ariana Grande e The Weeknd
do álbum My Everything
Lançamento 30 de setembro de 2014 (2014-09-30)
Formato(s) Download digital
Gravação 2014
Estúdio(s) Conway Recording Studios
(Los Angeles, Califórnia)
Studio at the Palms
(Las Vegas, Nevada)
Wolf Cousins Studio, P.S Studio
(Estocolmo)
Gênero(s) R&B, synthpop
Duração 3:56
Gravadora(s) Republic
Composição Max Martin, Savan Kotecha, Peter Svensson, Abel Tesfaye, Ali Payami, Ahmad Balshe
Produção Ali Payami, Peter Svensson (também vocal), Peter Carlsson (vocal)
Cronologia de singles de Ariana Grande
"Bang Bang"
(2014)
"All My Love"
(2014)
Cronologia de singles de The Weeknd
"Often"
(2014)
"Earned It"
(2014)
Lista de faixas de My Everything
"Break Your Heart Right Back"
(8)
"Just a Little Bit of Your Heart"
(10)

"Love Me Harder" é uma canção da artista musical estadunidense Ariana Grande, contida em seu segundo álbum de estúdio My Everything (2014). É um dueto com o cantor canadense The Weeknd, e foi composta pelo próprio em conjunto com Max Martin, Savan Kotecha, Peter Svensson, Ali Payami e Ahmad Balshe, sendo produzida por Svensson, Payami e Peter Carlsson, com Svensson e Carlsson servindo como produtores vocais. A sua gravação ocorreu em 2014 nos estúdios Conway Recording Studios em Los Angeles, Califórnia, Studio at the Palms em Las Vegas, Nevada, Wolf Cousins Studio e P.S. Studio em Estocolmo. A faixa foi enviada para rádios rhythmic estadunidenses em 30 de setembro de 2014, servindo como o quarto single do álbum, sendo posteriormente enviada para estações mainstream e hot AC e promovida com um extended play (EP) digital contendo esta e outras duas músicas do produto.

A colaboração entre Grande e The Weeknd foi anunciada em junho de 2014 e foi elaborada pela Republic Records, gravadora de ambos os artistas, que também lançaram seus respectivos álbuns de estreia no mesmo ano. Em termos musicais, "Love Me Harder" é uma canção derivada dos gêneros R&B e synthpop contendo um refrão pulsante e eletrônico, um riff de guitarra e sintetizadores aspirantes. Liricamente, o tema apresenta Grande pedindo por satisfação romântica, possuindo duplos sentidos sobre sexo selvagem. A obra foi aclamada por críticos musicais, que elogiaram seu som maduro e a parceria dos cantores, considerando-a um dos destaques do disco. Obteve um desempenho comercial mediano, atingindo as quarenta primeiras posições nas tabelas musicais de países como Austrália, Áustria, Canadá, Espanha, França, Nova Zelândia, Suécia e Suíça. Nos Estados Unidos, tornou-se a primeira canção de The Weeknd a listar-se nas dez primeiras colocações da Billboard Hot 100, onde conquistou a sétima como melhor, e fez de Grande a artista a ter mais faixas nos dez primeiros postos da tabela em 2014.

O vídeo musical correspondente foi dirigido por Hannah Lux Davis, com quem Grande havia colaborado anteriormente em "Bang Bang", e foi lançado em 3 de novembro de 2014 na plataforma Vevo. As cenas retratam Grande e The Weeknd em uma casa abandonada no deserto coberta por areia, passando também por elementos como terra, vento e água. A gravação obteve análises positivas de resenhistas, que a descreveram como a "mais séria" da musicista até então e notaram o afastamento de seus trabalhos anteriores, bem como seu ambiente misterioso, tendo sido indicada para Best Collaboration nos MTV Video Music Awards de 2015. Para a divulgação de "Love Me Harder", os intérpretes a apresentaram juntos na 40.ª temporada do programa humorístico Saturday Night Live e na edição de 2014 da premiação American Music Awards; Grande veio a cantá-la no desfile de moda Victoria's Secret Fashion Show do mesmo ano, no NBA All-Star Game de 2015 e em suas turnês The Honeymoon Tour (2015) e Dangerous Woman Tour (2016), tendo sido acompanhada por Justin Bieber substituindo os versos de The Weeknd em dois concertos da primeira digressão, enquanto The Weeknd apresentou a composição em seu show no Coachella Valley Music and Arts Festival de 2015.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Grande começou as sessões de gravação e composição de seu segundo disco de inéditas no final de setembro de 2013, semanas após lançar seu álbum de estreia Yours Truly.[1] Em janeiro de 2014, ela confirmou estar trabalhando com produtores como Ryan Tedder, Savan Kotecha, Benny Blanco e Max Martin.[2][3] Uma das colaborações para o projeto veio do cantor canadense The Weeknd, a qual foi elaborada pela Republic Records, gravadora de ambos os artistas;[4] eles também lançaram seus álbuns de estreia no mesmo ano. Em entrevista com a Billboard, Charlie Walk, vice-presidente executivo da empresa, declarou: "The Weeknd está posicionado para ser o artista revelação de 2014. Ele é esse cara".[5] Em junho de 2014, Walk divulgou uma foto em seu Instagram com a seguinte legenda: "Quando você fala sobre desenvolvimento artístico e puro talento, The Weeknd surge na mente. Acabei de ouvir um dueto com uma amiga nossa que é um sucesso mundial. Mal posso esperar para o outono [boreal]".[4] Mais tarde, foi revelado que Grande era a intérprete da qual o profissional estava falando.[4]

Em entrevista com a Rolling Stone, The Weeknd falou sobre o seu envolvimento na faixa. O cantor recebeu a canção parcialmente finalizada no verão boreal de 2014, descrita por ele como "boa porém genérica". Em seguida, o artista reescreveu as letras, tornando a obra mais obscura, e as enviou de volta para Martin, que gostou do que ouviu. O intérprete declarou: "Foi meio que a gravadora me dando um incentivo. (...) Quando eu vejo uma fenda, eu entro nela".[6] Em conversa com o portal Hits Daily Double pouco após o lançamento da faixa, Walk revelou que a parceria era parte de uma estratégia para promover o músico, declarando: "Não é coincidência que a nova música da Ariana apresenta The Weeknd. É estratégico, porque ele está prestes a estourar com seu próprio disco".[7] O tema foi gravado em 2014 nos estúdios Conway Recording Studios em Los Angeles, Califórnia, Wolf Cousins Studio e P.S. Studio em Estocolmo, com os vocais de The Weeknd sendo gravados nos Studio at the Palms em Las Vegas, Nevada.[8]

Lançamento e divulgação[editar | editar código-fonte]

Grande durante a Dangerous Woman Tour (2017), na qual "Love Me Harder" foi apresentada.

Em 28 de junho de 2014, Grande anunciou que o seu terceiro disco de inéditas se chamaria My Everything e seria distribuído em 25 de agosto daquele ano,[9] revelando sua lista de faixas dois dias depois.[10] Nesta, tornou-se público que a colaboração com The Weeknd seria denominada "Love Me Harder".[10] Uma primeira prévia da canção foi mostrada em 4 de agosto seguinte em uma postagem no Instagram da cantora, no qual compartilhou um trecho de 15 segundos, enquanto outra foi apresentada para a MTV e divulgada na página da emissora em 20 do mesmo mês.[11] Com a prévia divulgada, Chris Martins, da revista Spin, achou que a artista estaria "totalmente ousada" na faixa.[12] Mais tarde, foi anunciado que "Love Me Harder" serviria como o quarto single do produto.[13] Foi enviada para rádios rhythmic estadunidenses em 30 de setembro de 2014,[14] com emissoras mainstream e hot AC adicionando-a em suas listas nos dias 7 de outubro e 10 de novembro, respectivamente.[15][16] Um extended play (EP) digital foi comercializado na Austrália e na Nova Zelândia onze dias depois contendo esta e outras duas músicas do álbum, "Cadillac Song" e "Too Close",[17][18] enquanto que em estações mainstream italianas a obra foi lançada em 5 de dezembro.[19]

Grande e The Weeknd apresentaram a música vivo pela primeira vez na estreia da 40.ª temporada do programa humorístico Saturday Night Live, exibida em 27 de setembro de 2014.[20] Uma segunda apresentação ocorreu na premiação American Music Awards, feita em 23 de novembro seguinte. A performance iniciou-se com "Problem", progredindo-se para "Break Free" e logo para "Love Me Harder".[21] Um vídeo no qual Grande e The Weeknd cantam o tema de forma acústica, acompanhados por um violão, foi primeiramente divulgado na Internet em 27 de dezembro de 2014, sendo lançado em 12 do mês seguinte na Vevo da estadunidense. A musicista também a incluiu em seu medley do desfile de moda Victoria's Secret Fashion Show de 2014, transmitido em 9 de dezembro de 2014 na CBS,[22] e no show do intervalo do jogo esportivo NBA All-Star Game feito em 15 de fevereiro do ano seguinte.[23] A intérprete veio a cantá-la em sua turnê The Honeymoon Tour (2015), cuja performance começou com ela em cima de um pedestal, que subia na parte de trás do palco.[24] Durante os concertos feitos em Miami, Flórida, e Inglewood, Califórnia, Grande foi acompanhada por Justin Bieber substituindo os vocais de The Weeknd.[25] "Love Me Harder" veio a ser incluída também no repertório da turnê seguinte da cantora, Dangerous Woman Tour (2016), interpretando-a na passarela do palco usando um sutiã branco e calça harém.[26][27] The Weeknd também apresentou a faixa em seu show na edição de 2015 do Coachella Valley Music and Arts Festival.[28]

Composição[editar | editar código-fonte]

Demonstração de 23 segundos de "Love Me Harder", canção derivada dos gêneros R&B e synthpop que apresenta Grande pedindo satisfação romântica. No trecho, pode-se ouvir o refrão, completado com um riff de guitarra.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Com duração de três minutos e cinquenta e seis segundos (3:56),[29] "Love Me Harder" é uma canção de andamento mediano derivada dos gêneros R&B e synthpop,[30][31][32] produzida por Ali Payami e Peter Carlsson, com este e Peter Svensson encarregando-se da produção vocal.[8] De acordo com a partitura publicada pela Kobalt Music Group no Musicnotes.com, a faixa é composta no tom de mi maior com um ritmo moderado de 100 batidas por minuto.[33] Os vocais de Grande abrangem-se entre as notas de mi maior3 e mi maior5.[33] Construída em forma de dueto com o cantor canadense The Weeknd, a obra inicia-se lenta e melosa antes de progredir-se para um refrão "pulsante e eletrônico" com um riff de guitarra,[34][35] enquanto "sintetizadores aspirantes" são ouvidos ao longo da composição.[36] Outros instrumentos incluídos no número incluem baixo, teclados, bateria e saxofone.[8] Rob Copsey, da The Official Charts Company, escreveu que o single o fez lembrar do rapper Drake em seus estados mais emocionais, citando "Find Your Love" e "Hold On, We're Going Home" como exemplos.[34]

A faixa foi composta por The Weeknd, Payami, Svensson, Max Martin, Savan Kotecha e Ahmad Balshe.[8] Liricamente, apresenta Grande pedindo satisfação romântica,[35] completada com duplos sentidos sobre sexo selvagem.[32] No início, Grande quer um homem que "a satisfaça totalmente em momentos de tirar o fôlego, invadido o espaço, prazer, dor, mordendo seus lábios e dando êxtase", cantando: "Baby, na hora, você vai saber que isso é / Maior do que nós e vai além do êxtase".[nota 1][37] No refrão, a artista deixa seu parceiro em potencial saber que, caso ele queria ter algo sério com ela, deve aumentar suas conquistas,[31] avisando: "Porque se você quiser continuar comigo / Você tem, tem, tem, tem que me amar mais / E se você realmente precisar de mim / Você tem, tem, tem, tem que me amar mais".[nota 2][37] Posteriormente, The Weeknd interpreta o papel de um interesse amoroso misterioso com segredos pessoais,[38] cantando linhas sobre "como uma mulher se sente tendo relações sexuais" seguidas por promessas carnais,[37] interpretando: "Consegue sentir a pressão entre seus quadris? / Vou fazer você se sentir como na primeira vez".[nota 3][34] Na ponte, "Grande e The Weeknd trocam 'oohs' provocantes".[31]

Crítica profissional[editar | editar código-fonte]

Críticos elogiaram a parceria entre Grande e The Weeknd (imagem), bem como os vocais de ambos.

Stephen Thomas Erlewine, do portal Allmusic, disse que a "diligência [de Grande] deixa muito espaço para seus convidados especiais se tornarem o centro das atenções", referindo-se a The Weeknd em "Love Me Harder" e Iggy Azalea em "Problem".[39] Ele veio a selecionar ambas como destaques do disco. Jason Lipshutz, da Billboard, notou que a "colaboração faz sentido de um certo modo" e elogiou o "crooning ultra-sincero" de The Weeknd e o "riff de guitarra condutor" por ser "o queijo delicioso dos anos 1980".[35] Escrevendo para o Los Angeles Times, Mikael Wood adjetivou a faixa de "uma canção R&B mais obscura (e mais plenamente realizada) que qualquer pessoa poderia esperar de uma cantora de 21 anos conhecida por seu suprimento infinito de vestidos de princesa [de cor] pastel".[32] Kitty Empire, do The Observer, avaliou que as "atmosferas saturadas e medianas" do número se destacam e observou que "o próprio quociente de loucura [de The Weeknd] é radicalmente atenuado aqui, mas permanece algo sofisticado onde Grande se mantém surpreendentemente".[40] Michelle Geslani, da página Consequence of Sound, considerou o tema "ardente e infeccioso" e definiu a colaboração dos artistas como "uma combinação feita no céu vocal — a voz emplumada de Grande e o canto arrojado de The Weeknd complementam um ao outro mais do que perfeitamente".[41] Bradley Stern, do Idolator, analisou que a canção é "uma produção synthpop irresistivelmente suave",[42] enquanto Carolyn Menyes, da Music Times, deu uma crítica positiva aos cantores e escreveu que "juntos, [eles] se combinam perfeitamente bem".[43] Rob Copsey, da The Official Charts Company, descreveu a faixa como a mais sensual do álbum e como um "número atraente".[34]

Lindsay Zoladz, da revista Vulture, declarou que a música "não é apenas uma das faixas mais fortes [de Grande] até a data, mas é também a coisa menos ruim feita por The Weeknd na memória recente".[44] Adam Workman, do The National, escreveu que a cantora é "eficaz" na faixa e que "preocupantemente, [o cantor] atinge picos mais agudos que Grande".[45] Aimée Cliff, da publicação Fact, selecionou-a como um dos destaques do disco e "é, na verdade, melhorada pela presença de The Weeknd. (...) Sua loucura é diminuída em vários graus conforme seu falsete limpo batalha com os malabares de oitavas de Grande em um tema irresistível".[38] Lewis Corner, do portal Digital Spy, prezou a cantora por "tirar The Weeknd com sucesso da atitude de sua mixtape forquilhada para soar como um astro pop alegre por cima de grooves súbitos e palmas disco na serenata cativante".[46] Nick Levine, escrevendo para a Time Out, disse que a canção "soa como um maravilhoso cruzamento entre Robyn e Mariah Carey",[47] enquanto Rory Cashin, da página Entertainment.ie, sentiu que a música apresenta "Grande em seu estágio obviamente mais sensual sem ser excessivamente explícita, e isso funciona perfeitamente".[48] Evan Sawdey, da PopMatters, descreveu-a como a "melhor já lançada por Grande até a data" e afirmou: "O pulsar escuro e sensual da colaboração com The Weeknd, 'Love Me Harder', mostra a voz de Grande em sua configuração mais eficaz, a canção [com] luz estroboscópica em câmera lenta permitindo-a ser provocante, assertiva e [que] sabe tudo de uma vez".[49] Edwin Ortiz, da Complex, considerou-a a oitava melhor música de 2014 entre as cinquenta melhores e escreveu:[31]

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo de "Love Me Harder" é predominantemente composto por cenas nas quais Grande e The Weeknd vagueiam por uma casa vazia, como exemplificado na imagem acima.

Nos primeiros dias de outubro de 2014, Grande confirmou que estava filmando o vídeo musical de "Love Me Harder", divulgando várias fotos da gravação ao longo da semana.[50][51] Um lyric video da canção foi lançado em 18 do mesmo mês,[52][53] com o produto final sendo dirigido por Hannah Lux Davis, com quem a cantora havia trabalhado anteriormente para o projeto audiovisual de "Bang Bang", colaboração com Jessie J e Nicki Minaj.[54] Um vídeo apresentando os bastidores do trabalho foi postado em 28 de outubro de 2014, no qual Davis discutiu o seu conceito: "Nossos visuais tratam desse cabo de guerra de amar muito e o compromisso de se entregar, precisar de mais e querer mais, e honestidade".[55][56] A gravação foi lançada em 3 de novembro de 2014 no serviço Vevo e ultrapassou a marca de 100 milhões de visualizações em 11 de janeiro do ano seguinte, recebendo um Vevo Certified — reconhecimento dado a vídeos que atingissem o número. Tornou-se o quinto de Grande a conquistar esse feito, em sequência a "The Way", "Problem", "Break Free" e "Bang Bang".[57][58]

O vídeo se inicia com os nomes do cantores e da música sendo intercalados, seguido de "relâmpago dramático em um céu fervente com nuvens laranjas". Ao longo do vídeo, os artistas "passam pela terra, pelo vento e pela água, simbolizando o que alguém faria por amor", conforme descrito por Emilee Lindner, da MTV News.[55] Lindner continuou: "Grande se contorce em um piso de areia, The Weeknd caminha despreocupadamente com uma tempestade de chuva interior e, perto do fim, vemos Ariana em uma piscina de água com um ar de confiança. Em certo ponto, eles cantam de costas, ilustrando sobre do que se a canção se trata — ser incapaz de enfrentar os desejos e as necessidades de um relacionamento".[55] Em sua análise, a redatora descreveu o vídeo como o "mais sério" de Grande até então.[55] Gabby Bess, da revista Paper, considerou seus visuais "um afastamento de suas gravações anteriores e marcam uma era nova e sensual para a mini diva".[59] Compartilhando os pensamentos de Bess, Ariana Bacle, da Entertainment Weekly, notou que "o clima do vídeo, sensual e misterioso, é um óbvio afastamento dos trabalhos anteriores de Grande (...) mas completa-se com a canção, uma balada despojada feita para mostrar as vozes dos cantores".[60] O produto foi indicado para Best Collaboration nos MTV Video Music Awards de 2015, porém perdeu para "Bad Blood", de Taylor Swift e Kendrick Lamar.[61]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

"Love Me Harder" foi comercializada em duas versões, ambas em formato digital. A primeira contém apenas a faixa, enquanto a segunda apresenta esta e outras duas músicas de My Everything, "Cadillac Song" e "Too Close".[17][29]

Download digital[29]
N.º Título Duração
1. "Love Me Harder" (com The Weeknd) 3:56

Créditos[editar | editar código-fonte]

Todo o processo de elaboração de "Love Me Harder" atribui os seguintes créditos:[8][62]

Canção[editar | editar código-fonte]

Gravação
Publicação
  • Publicada pelas seguintes empresas: MXM (ASCAP) — administrada pela Kobalt Songs Music Publishing, Inc. —, Prescription Songs/P.S. Publishing (STIM), Wolf Cousins (STIM), Warner/Chappell Music Scand (STIM), Songs Music Publishing, LLC em nome da Songs of SMP (ASCAP)/WB Music Corp. (ASCAP) e CP Music Group (SOCAN)
  • Todos os direitos autorais pertencem à CP Music Group (SOCAN)
  • A participação de The Weeknd é uma cortesia da XO & Co.
Produção

Vídeo[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, "Love Me Harder" debutou na 79.ª posição da Billboard Hot 100, durante a edição referente a 25 de outubro de 2014. Sua estreia foi reforçada com uma audiência de 16 milhões em reproduções nas rádios e 1.1 milhões de streams.[63] Na semana seguinte, pulou para o número 56 e moveu-se para o 37 na atualização posterior, tornando-se a primeira canção de The Weeknd a listar-se entre as quarenta melhores.[64] Em sua quinta semana na parada, com o lançamento do vídeo, saltou para o seu pico na sétima colocação, convertendo-se no quinto single da cantora a entrar nas dez primeiras, sendo o quarto de My Everything.[nota 4][65] Este feito tornou a faixa a primeira de The Weeknd a conquistar as dez melhores colocações e fez de Grande a artista com mais músicas a alcançar a marca em 2014, após "Problem", "Break Free" e "Bang Bang".[65] O tema também atingiu o terceiro posto na genérica Pop Songs[66] e liderou a Rhythmic Songs, onde foi o segundo de Grande e o primeiro de The Weeknd a conquistar tal feito,[14] e constou em outras tabelas da Billboard, nomeadamente Adult Pop Songs, Latin Pop Songs e Hot Dance Club Songs (20.ª posição nas três).[67][68][69] Foi certificado como platina tripla pela Recording Industry Association of America (RIAA) e vendeu 1.3 milhões de unidades em território estadunidense até março de 2016.[70][71]

No Canadá, a canção atingiu a décima colocação como melhor na Canadian Hot 100 e recebeu uma certificação de platina dupla da Music Canada, denotando vendas de 160 mil cópias.[72][73] Em outros lugares, "Love Me Harder" obteve um desempenho diversificado. Conquistou as dez primeiras posições nas tabelas urbanas da Austrália e da Bélgica e na da África do Sul,[74][75][76] e as quarenta melhores em países como Alemanha,[77] Austrália,[78] Dinamarca,[79] Espanha,[80] Irlanda,[81] Itália,[82] Noruega,[83] Suíça[84] e Venezuela.[85] A composição serviu como a primeira entrada de The Weeknd nas tabelas musicais de muitas destas nações.[78][80][82][86][87] Obteve certificados de platina em território australiano pela Australian Recording Industry Association (ARIA) por vendas superiores a 70 mil exemplares;[88] dinamarquês pela IFPI Dinamarca devido à comercialização de 60 mil exemplares;[89] italiano pela Federazione Industria Musicale Italiana (FIMI) com vendas de 50 mil cópias;[90] norueguês pela IFPI Noruega após vender 10 mil unidades;[91] e sueco pela Grammofon Leverantörernas Förening (GLF) com a exportação de 40 mil cópias.[92] Também foi dada a certificação de ouro da Productores de Música de España (PROMUSICAE) em reconhecimento às 20 mil unidades vendidas na Espanha,[93] e ouro pela British Phonographic Industry (BPI) com vendas acima de 400 mil cópias.[94]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Estados Unidos 30 de setembro de 2014 Rádios rhythmic[14] Republic
7 de outubro de 2014 Rádios mainstream[15]
10 de novembro de 2014 Rádios hot AC[16]
 Austrália[17] 21 de novembro de 2014 EP digital
 Nova Zelândia[18]
 Itália[19] 5 de dezembro de 2014 Rádios mainstream Universal

Notas

  1. No original: "Baby, in that moment, you'll know this is / Something bigger than us and beyond bliss".
  2. No original: "Cause if you want to keep me / You gotta, gotta, gotta, gotta, got to love me harder / And if you really need me / You gotta, gotta, gotta, gotta, got to love me harder".
  3. No original: "Can you feel the pressure between your hips? / I'll make you feel like the first time".
  4. Embora tenha sido incluída apenas na edição deluxe do disco, "Bang Bang" foi considerada pela Billboard um single do produto.[13][65]

Referências

  1. Sowmya Krishnamurthy (11 de setembro de 2013). «Q&A: Ariana Grande on 'Yours Truly' and Judging Miley Cyrus». Rolling Stone (em inglês). Jann Wenner. Consultado em 4 de abril de 2016 
  2. Christina Lee (27 de janeiro de 2014). «Ariana Grande Talks Working With Max Martin For Second Album» (em inglês). Idolator. SpinMedia. Consultado em 4 de abril de 2016 
  3. Jason Lipshutz (28 de abril de 2016). «Ariana Grande Talks 'Problem' Single & Second Album, Due Out August/September». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 4 de abril de 2016 
  4. a b c Xixi Yang (24 de junho de 2014). «Ariana Grande Records a New Track With The Weeknd!» (em inglês). Popstop TV. Consultado em 4 de abril de 2016 
  5. Phil Gallo (4 de fevereiro de 2013). «Q&A: Charlie Walk, Republic's New EVP, on Returning to a Major, Long-Term Strategy». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 4 de abril de 2016 
  6. Josh Eeels (21 de outubro de 2015). «Sex, Drugs and R&B: Inside The Weeknd's Dark Twisted Fantasy». Rolling Stone (em inglês). Jann Wenner. Consultado em 4 de abril de 2016 
  7. Nograybox (7 de outubro de 2014). «Republic's Radio Rampage» (em inglês). Hits Daily Double. Consultado em 4 de abril de 2016 
  8. a b c d e (2014) Créditos do álbum My Everything por Ariana Grande, pg. 7–8 [CD]. Republic Records (3799485).
  9. Mitchell Peters (29 de junho de 2014). «Ariana Grande Announces Second Album 'My Everything', Teases 'Break Free' Video». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 4 de abril de 2016 
  10. a b Jason Lipshutz (30 de junho de 2014). «Ariana Grande's 'My Everything' Track List: The Weeknd, Big Sean, A$AP Ferg & More». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 4 de abril de 2016 
  11. Cherylann (20 de agosto de 2014). «MTV First Ariana Grande: Preview Four Tracks Off Grande's Upcoming Album 'My Everything'» (em inglês). MTV. Viacom. Consultado em 4 de abril de 2016. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2014 
  12. Chris Martins (20 de agosto de 2014). «Ariana Grande Teases Adult Themes With the Weeknd and Cashmere Cat». Spin (em inglês). Spin Media LLC. Consultado em 4 de abril de 2016 
  13. a b Jones Crow (28 de abril de 2015). «Five Hits, One Album: The Strategy Behind Ariana Grande's Singles From 'My Everything'». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  14. a b c d Gary Trust (22 de dezembro de 2014). «Chart Highlights: Aretha Franklin Tops Dance Club Songs for First Time in 16 Years». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 13 de fevereiro de 2018  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "rhythmic" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  15. a b «Top 40/M Future Releases» (em inglês). All Access. All Access Music Group. Consultado em 5 de março de 2016 
  16. a b «Hot AC | Genres | Republic Playbook» (em inglês). Republic Records. Consultado em 5 de abril de 2016 
  17. a b c d «Love Me Harder – EP by Ariana Grande» (em inglês). iTunes Store. Apple Inc. Consultado em 5 de abril de 2016 
  18. a b «Love Me Harder – EP by Ariana Grande» (em inglês). iTunes Store. Apple Inc. Consultado em 5 de abril de 2016 
  19. a b Gabriel Mompellio. «Ariana Grande & The Weeknd – Love Me Harder (Radio Date: 05-12-2014)» (em italiano). Radio Airplay s.r.l. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  20. Kelci Shipley (28 de setembro de 2014). «Ariana Grande Brought Her Cat Ears And The Weeknd To 'SNL'» (em inglês). MTV News. Viacom. Consultado em 5 de abril de 2016 
  21. Denise Warner (23 de novembro de 2014). «Ariana Grande Jazzes Up the AMAs with The Weeknd: Watch». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 5 de abril de 2016 
  22. Elisa Berman (10 de dezembro de 2014). «Watch Taylor Swift, Ed Sheeran, Ariana Grande and Hozier Perform at the Victoria's Secret Fashion Show». Time (em inglês). Time Inc. Consultado em 5 de abril de 2016 
  23. Jason Lipshutz (15 de fevereiro de 2015). «Ariana Grande Brings Out Nicki Minaj During NBA All-Star Halftime Show». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 5 de abril de 2016 
  24. Jon Bream (2 de março de 2015). «Concert review: Grande's not big enough to pull off arena spectacle». Star Tribune (em inglês). Star Tribune Media Company LLC. Consultado em 5 de abril de 2016 
  25. Emilee Lindner (28 de março de 2015). «Justin Bieber Joined Ariana Grande Onstage And She Rapped Big Sean's Part On 'As Long As You Love Me'» (em inglês). MTV News. Viacom. Consultado em 5 de abril de 2016 
  26. Ed Masley (4 de fevereiro de 2017). «Review: Ariana Grande shows how much she's grown as an artist in Phoenix launch of Dangerous Woman Tour». The Arizona Republic (em inglês). Gannett Company. Consultado em 23 de abril de 2017 
  27. Jon Pareles (24 de fevereiro de 2017). «Review: Ariana Grande Asserts Herself With Stilettos and a Soaring Voice». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 23 de abril de 2017 
  28. Alex Gale (12 de abril de 2015). «The Weeknd Closes Coachella Saturday with Breakthrough Performance». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 23 de abril de 2017 
  29. a b c «Love Me Harder: Ariana Grande and The Weeknd: MP3 Downloads» (em inglês). Amazon. Consultado em 5 de abril de 2016 
  30. «New Music: Ariana Grande f/ The Weeknd – 'Love Me Harder'». Rap-Up (em inglês). Townsquare Music. 20 de agosto de 2014. Consultado em 5 de abril de 2016 
  31. a b c d e Edwin Ortiz (8 de dezembro de 2014). «Ariana Grande f/ the Weeknd "Love Me Harder" – The 50 Best Songs of 2014». Complex (em inglês). Complex Media. Consultado em 9 de abril de 2016 
  32. a b c Mikael Wood (29 de agosto de 2014). «Review: Ariana Grande makes big things happen on 'My Everything'». Los Angeles Times (em inglês). Tribune Company. Consultado em 9 de abril de 2016 
  33. a b «Ariana Grande – Love Me Harder – Digital Sheet Music» (em inglês). Musicnotes.com. Consultado em 5 de abril de 2016 
  34. a b c d Rob Copsey (17 de agosto de 2014). «Ariana Grande's new album My Everything: Track-by-track review» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 9 de abril de 2016 
  35. a b c Jason Lipshutz (25 de agosto de 2014). «Ariana Grande Expands on 'My Everything': Track-By-Track Review». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 9 de abril de 2016 
  36. Michael Cragg (18 de agosto de 2014). «Ariana Grande's 'My Everything': A first listen review thing» (em inglês). Popjustice. Consultado em 5 de abril de 2016 
  37. a b c Adam R. Holtz. «"Love Me Harder" Track Review (2014)» (em inglês). PluggedIn. Consultado em 5 de abril de 2016 
  38. a b Aimée Cliff (8 de setembro de 2014). «My Everything». Fact (em inglês). The Vinyl Company. Consultado em 9 de abril de 2016 
  39. Stephen Thomas Erlewine. «My Everything - Ariana Grande | Allmusic» (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 9 de abril de 2016 
  40. Kitty Empire (23 de agosto de 2014). «Ariana Grande: My Everything review – every so often a little shard of personality pierces the sheen». The Observer (em inglês). Guardian Media Group. Consultado em 9 de abril de 2016 
  41. Michelle Geslani (20 de agosto de 2014). «Listen: Ariana Grande's "Love Me Harder" featuring The Weeknd» (em inglês). Consequence of Sound. Townsquare Media. Consultado em 9 de abril de 2016 
  42. Bradley Stern (20 de agosto de 2014). «title=Ariana Grande Streams 4 Songs From 'My Everything': Listen To "Why Try", "A Little Bit Of Your Heart", "Be My Baby" & "Love Me Harder"» (em inglês). Idolator. SpinMedia. Consultado em 9 de abril de 2016 
  43. Carolyn Menyes (27 de agosto de 2014). «Junk Mail: Ariana Grande 'My Everything' Album Review Via Email» (em inglês). Music Times. Consultado em 9 de abril de 2016 
  44. Lindsay Zoladz (26 de agosto de 2014). «Music Review: Ariana Grande's My Everything Will Do Just Fine for Now». Vulture (em inglês). New York Media LLC. Consultado em 9 de abril de 2016 
  45. Adam Workman (1 de setembro de 2014). «Album review: Ariana Grande – My Everything». The National (em inglês). Mubadala Development Company. Consultado em 9 de abril de 2016 
  46. Lewis Corner (22 de agosto de 2014). «Ariana Grande My Everything album review: 'Her voice shines supreme'» (em inglês). Digital Spy. Hachette Filipacchi Médias. Consultado em 9 de abril de 2016 
  47. Nick Levine (26 de agosto de 2014). «Ariana Grande – 'My Everything' album review». Time Out (em inglês). Time Out Group. Consultado em 9 de abril de 2016 
  48. Rory Cashin (22 de agosto de 2014). «Album Review: Ariana Grande - 'My Everything'» (em inglês). Entertainment.ie. Consultado em 9 de abril de 2016 
  49. Evan Sawdey (25 de agosto de 2014). «Ariana Grande: My Everything - PopMatters» (em inglês). PopMatters. Consultado em 9 de abril de 2016 
  50. «Ariana Grande and The Weeknd Team Up In 'Love Me Harder' Video». Rap-Up (em inglês). Townsquare Media. 3 de outubro de 2014. Consultado em 15 de abril de 2016 
  51. Jocelyn Vena (4 de outubro de 2014). «Ariana Grande, The Weeknd Hit The Set for 'Love Me Harder' Video: See Pics». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  52. Christina Lee (18 de outubro de 2014). «Ariana Grande's "Love Me Harder" Lyric Video: Watch» (em inglês). Idolator. SpinMedia. Consultado em 15 de abril de 2016 
  53. Jessica Hyndman (18 de outubro de 2014). «Ariana Grande Just Dropped A Sultry Lyric Video For 'Love Me Harder'» (em inglês). MTV News. Viacom. Consultado em 15 de abril de 2016 
  54. Billboard Staff (30 de outubro de 2015). «Ariana Grande Drops New Single 'Focus': Watch». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  55. a b c d Emilee Lindner (3 de novembro de 2014). «Ariana Grande's 'Love Me Harder' Video Is Her Most Serious Yet: Watch» (em inglês). MTV News. Viacom. Consultado em 15 de abril de 2016 
  56. «Behind the Video: Ariana Grand f/ The Weeknd - Love Me Harder». Rap-Up (em inglês). Townsquare Media. 28 de outubro de 2014. Consultado em 15 de abril de 2016 
  57. Zach Dionne (3 de novembro de 2014). «Ariana Grande & The Weeknd Release 'Love Me Harder' Video». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  58. Leonardo Torres (12 de janeiro de 2015). «Ariana Grande conquista quarto VEVO Certified com "Love Me Harder"». POPLine. Vírgula/UOL. Consultado em 15 de abril de 2016 
  59. Gabby Bess (3 de novembro de 2014). «Watch Ariana Grande's Intimate Video "Love Me Harder"». Paper (em inglês). Paper Commnucations. Consultado em 15 de abril de 2016 
  60. Ariana Bacle (3 de novembro de 2014). «Ariana Grande and The Weeknd pair up for 'Love Me Harder' video». Entertainment Weekly (em inglês). Time Inc. Consultado em 15 de abril de 2016 
  61. Jason Lipshutz (30 de agosto de 2015). «MTV Video Music Awards: The Winners Are...». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  62. «Love Me Harder (2014) by Ariana Grande feat. The Weeknd» (em inglês). Internet Music Video Database. Consultado em 15 de abril de 2016 
  63. Gary Trust (17 de outubro de 2014). «Hot 100 Chart Moves: Ed Sheeran, Ariana Grande, Fergie Debut». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  64. Brian Cantor (30 de outubro de 2014). «Hot 100: Ariana Grande, Big Sean Both Reach The Top 40» (em inglês). Headline Planet. Consultado em 15 de abril de 2016 
  65. a b c d Gary Trust (12 de novembro de 2014). «Taylor Swift Still No. 1 on Hot 100, Ariana Grande & The Weeknd Hit Top 10». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 15 de abril de 2016 
  66. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Pop Songs)» (em inglês). Pop Songs. Consultado em 15 de abril de 2016 
  67. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Adult Pop Songs)» (em inglês). Adult Pop Songs. Consultado em 15 de abril de 2016 
  68. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Latin Pop Songs)» (em inglês). Latin Pop Songs. Consultado em 15 de abril de 2016 
  69. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Hot Dance Club Songs)» (em inglês). Hot Dance Club Songs. Consultado em 15 de abril de 2016 
  70. a b «RIAA – Gold & Platinum – Love Me Harder» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 9 de abril de 2016 
  71. Gary Trust (22 de abril de 2018). «Ask Billboard: Ariana Grande's Carrer Album & Song Sales». Billboard (em inglês). Prometheus Global Media. Consultado em 22 de abril de 2018 
  72. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Canadian Hot 100)» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 15 de abril de 2016 
  73. a b «Music Canada – Gold/Platinum – Love Me Harder» (em inglês). Music Canada. Consultado em 15 de novembro de 2018 
  74. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (ARIA Urban Singles Chart)» (em inglês). ARIA Urban Singles Chart. Consultado em 10 de abril de 2016 
  75. a b c «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Ultratop 50)» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 15 de abril de 2016 
  76. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Entertainment Monitoring Africa)» (em inglês). Entertainment Monitoring Africa. Consultado em 10 de abril de 2016 
  77. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Media Control Charts)» (em inglês). Media Control Charts. Consultado em 10 de abril de 2016 
  78. a b c «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (ARIA Charts)» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 10 de abril de 2016 
  79. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Tracklisten)» (em inglês). Tracklisten. Consultado em 15 de abril de 2016 
  80. a b c «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Productores de Música de España)» (em inglês). Productores de Música de España. Consultado em 15 de abril de 2016 
  81. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Irish Recorded Music Association)» (em inglês). Irish Recorded Music Association. Consultado em 15 de abril de 2016 
  82. a b c «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 15 de abril de 2016 
  83. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (VG-lista)» (em inglês). VG-lista. Consultado em 15 de abril de 2016 
  84. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 15 de abril de 2016 
  85. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Record Report)» (em inglês). Record Report. Consultado em 15 de abril de 2016 
  86. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Ö3 Austria Top 40)» (em inglês). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 15 de abril de 2016 
  87. a b «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em inglês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 15 de abril de 2016 
  88. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2015 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 9 de abril de 2016 
  89. a b «Ariana Grande & The Weeknd "Love Me Harder"» (em dinamarquês). IFPI Dinamarca. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  90. a b «FIMI - Certificazioni» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 9 de abril de 2016 
  91. a b «IFPI Norge» (em norueguês). IFPI Noruega. Consultado em 9 de abril de 2016. Digite "Love Me Harder" na seção "Søk" e o resultado aparecerá. 
  92. a b «Ariana Grande & The Weeknd - Love Me Harder» (em sami do norte). Grammofon Leverantörernas Förening. Consultado em 9 de abril de 2016 
  93. a b «Ariana Grande feat The Weend - Love Me Harder - El Portal de Música» (em espanhol). El Portal de Música. Consultado em 9 de abril de 2016 
  94. a b «BRIT Certified – BPI» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 7 de dezembro de 2018 
  95. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Ultratop 40)» (em inglês). Ultratop 40. Consultado em 15 de abril de 2016 
  96. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Gaon Music Chart)» (em inglês). Gaon Music Chart. Consultado em 15 de abril de 2016 
  97. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Croatian Airplay Radio Chart)» (em inglês). Croatian Airplay Radio Chart. Consultado em 15 de abril de 2016 
  98. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 15 de abril de 2016 
  99. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (IFPI Slovenská Republika)» (em inglês). IFPI Slovenská Republika. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  100. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (IFPI Finlândia)» (em inglês). IFPI Finlândia. Consultado em 15 de abril de 2016 
  101. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (The Official Lebanese Top 20)» (em inglês). The Official Lebanese Top 20. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  102. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (NZ Top 40 Singles)» (em inglês). NZ Top 40 Singles. Consultado em 15 de abril de 2016 
  103. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (MegaCharts)» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 15 de abril de 2016 
  104. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (UK Singles Chart)» (em inglês). UK Singles Chart. Consultado em 15 de abril de 2016 
  105. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (IFPI Česká Republika)» (em inglês). IFPI Česká Republika. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  106. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Russian Music Charts)» (em inglês). Russian Music Charts. Consultado em 15 de abril de 2016 
  107. «Ariana Grande e The Weeknd – Love Me Harder (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 15 de abril de 2016 
  108. «Jaaroverzichten Urban 2015» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 9 de abril de 2016 
  109. «Canadian Hot 100 – Year End 2015» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 9 de abril de 2016 
  110. «Hot 100 Songs – Year End 2015» (em inglês). Billboard Hot 100. Consultado em 9 de abril de 2016 
  111. «Pop Songs – Year-End 2015» (em inglês). Pop Songs. Consultado em 9 de abril de 2016 
  112. «Rhythmic Songs – Year-End 2015» (em inglês). Rhythmic Songs. Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  113. «Classifiche "Top of the Music" 2015 FIMI-GfK: La musica italiana in vetta negli album e nei singoli digitali» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 9 de abril de 2016. Clique em "Scarica allegato" para baixar o arquivo em PDF contendo a tabela de fim-de-ano italiana. 
  114. «Jaaroverzichten - Single 2015» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 9 de abril de 2016