Luís Alberto Duarte dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luisinho das Arábias
Informações pessoais
Nome completo Luís Alberto Duarte dos Santos
Data de nasc. 13 de novembro de 1957 (62 anos)
Local de nasc. Petrópolis (RJ), Brasil
Falecido em 8 de maio de 1989
Informações profissionais
Posição atacante
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1977
1977-1978
1978
1979-1980
1980-1981
1981-1983
1983
1984
1984
1985
1985-1986
1986
1986
1986
1987
1988
1988
1989
Portuguesa-RJ /Juventude
Portuguesa-RJ
Flamengo
Bangu
Campo Grande
Fortaleza
Bangu
Botafogo
Desportiva Ferroviária
Ferroviário
XV de Jaú
Ferroviário
Fortaleza
Paysandu
Ferroviário
Paysandu
Remo


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 26 de janeiro de 2010.


[1]Luís Alberto Duarte dos Santos,[2] mais conhecido como Luisinho das Arábias (Petrópolis, 13 de novembro de 1957[3] - Belém, 8 de maio de 1989), foi um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante.

Era apenas Luisinho, quando aos 19 anos iniciou sua carreira na Associação Atlética Portuguesa (Rio de Janeiro) em 1976, e passou a ser Luisinho das Arábias quando foi vendido pelo Clube de Regatas do Flamengo ao Al-Nassr Football Club, em 1979.

Natural de Petrópolis, o habilidoso atacante fez 17 gols em jogos oficiais pela Portuguesa. Participou da grande vitória sobre o Benfica em São Januário e da boa campanha no 2º turno do Campeonato Carioca de 1977.

Com muito destaque no clube da Ilha, chamou a atenção do Flamengo e foi contratado em 1979. Jogando com Zico, fez 33 jogos e 9 gols, alguns disponíveis no YouTube.

Foi negociado com o Al Nassr, da Arábia Saudita, onde fez bastante sucesso. Quando voltou ao Brasil, ganhou a Taça de Prata com o Campo Grande em 1982 e se tornou ídolo no Fortaleza Esporte Clube pelo Campeonato Cearense que fez em 1983, ganhando o título e sendo o artilheiro com 33 gols, inclusive marcando os 2 gols da final.

Luizinho iniciando a carreira na Portuguesa(RJ)

Passou ainda por Ferroviário Atlético Clube (Ceará), anotando 54 gols em 75 jogos, além de Botafogo (RJ), Sport Club do Recife, Bangu Atlético Clube, Paysandu Sport Club e Clube do Remo. Quando estava no Fortaleza, começou a sentir dores no peito. Se consultou com um médico que não deu parecer favorável à sequencia de sua carreira. Luisinho não atendeu a recomendação e continuou jogando. No ano seguinte foi negociado com o Remo.

Foi encontrado morto em seu apartamento, vítima de infarto fulminante.

Referências



Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.