Luís Carlos Scala

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Luís Carlos Scala Loureiro (Rio Grande, 31 de julho de 1940Natal, 11 de outubro de 2007), o Scala, foi um jogador de futebol brasileiro que atuava como zagueiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Scala era um zagueiro forte, técnico e de ótima colocação. Começou a carreira em 1957, pelo Riograndense.[1] Em 1966, aos 25 anos, transferiu-se para o Inter,[1] onde obteve maior destaque. Participou das campanhas que levaram o Inter ao vice-campeonato do Torneio Roberto Gomes Pedrosa em 1967 e 1968. Seu desempenho pelo clube de Porto Alegre o fizeram ser pré-convocado para a Copa do Mundo de 1970, porém uma fratura no tornozelo o tirou da Copa.[1] Pela Seleção Brasileira, jogou apenas dois jogos. Pelo Internacional ainda seria campeão gaúcho em 1969, 1970, 1971 e 1972, formando dupla com Bibiano Pontes na zaga.

Em 1973, Scala jogou no Botafogo, onde disputou a Copa Libertadores daquele ano. Em 1974, foi para o América de Natal, onde encerrou a carreira.

Falecimento[editar | editar código-fonte]

Scala morreu aos 67 anos em Natal, numa quarta-feira, em conseqüência de pneumonia.[2] Ele sofria de Mal de alzheimer e estava internado na UTI do Hospital Natal Center desde o dia 5 de setembro de 2007.

Fontes

  1. a b c Baibich, André (Novembro de 2007). «O primeiro grande zagueiro do Beira-Rio». Revista do Inter 
  2. O Globo On-Line
Ícone de esboço Este artigo sobre um futebolista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.