Luís Correia (Piauí)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Luís Correia
"Capital do Litoral Piauiense"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 26 de julho
Fundação 1820 (197 anos)
Emancipação 26 de junho de 1935 (82 anos)
Gentílico luís-correiense
Prefeito(a) Francisco Araújo Galeno (PSB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Luís Correia
Localização de Luís Correia no Piauí
Luís Correia está localizado em: Brasil
Luís Correia
Localização de Luís Correia no Brasil
02° 87' 44" S 41° 66' 01" O02° 87' 44" S 41° 66' 01" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Norte Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Litoral Piauiense IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Sul: Bom Princípio do Piauí e Cocal
Leste: Cajueiro da Praia e estado do Ceará
Oeste: Parnaíba
Norte: Oceano Atlântico
Distância até a capital 365 km
Características geográficas
Área 1 071,276 km² [2]
População 28 406 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 26,52 hab./km²
Altitude 10 m
Clima Tropical Litorâneo Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,573 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 145 514 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 011,84 IBGE/1012[5]
Página oficial

Luís Correia é um município do nordeste brasileiro, situado ao norte do estado do Piauí. É um dos quatro municípios litorâneos do Piauí, e também um dos mais visitados por turistas e banhistas ao longo de todo o ano.

Em períodos festivos a cidade chega a receber um número de visitantes cinco vezes maior que o total de sua população. Isso acontece principalmente no réveillon e carnaval, festas de destaque regional. No estado do Piauí, Luís Correia é o município com maior extensão de litoral, cerca de 46 km, mais da metade da área litorânea de todo o estado. 

O município abriga o único porto marítimo do Piauí, antiga Amarração, fundado em 1820 na foz do Iguaçu, pelo governo do Ceará[6].

História[editar | editar código-fonte]

Luís Correia originalmente chamava-se Vila da Amarração, território piauiense que começou a ser povoado por volta de 1820.

A cidade chegou a estar sob a jurisdição do estado de Ceará, mas no ano de 1880, voltou a pertencer ao estado do Piauí, após o governo deste reivindicar de volta seu território, e oferecer, em troca, dois importantes municípios piauienses, Independência e Príncipe Imperial, que hoje correspondem à região de Crateús e Independência, que mais adiante também emanciparia Novo Oriente, ambas no Ceará.

No estado, o município foi o primeiro alforriar seus escravos, por iniciativa de Joaquim Rodrigues da Costa (Comendador das Rosas), que em 1886, liberou os 14 negros de sua propriedade. A importância social e histórica de sua ação hoje é simbolizada na figura de uma corrente quebrada no Brasão do município.

Em 1935, o município passou a ser chamado de Luís Correia, em homenagem ao ilustre habitante Luís de Morais Correia, que foi escritor, jornalista, promotor público nas cidades de Teresina e Parnaíba, secretário da fazenda do estado do Ceará, secretário de polícia, procurador do estado do Piauí e Juiz Federal[7].

Lista de Prefeitos[editar | editar código-fonte]

  • Manoel Rodrigues Vieira
  • Anacleto Thiers Carneiro
  • Osvaldo Sales dos Santos
  • João Batista Fontenele de Araújo
  • José Ivo dos Santos
  • Francisco Sales dos Santos
  • Francisco da Cunha Oliveira
  • João Soares de Sousa
  • Pedro Pereira Fontenele
  • Antonio de Pádua da Costa Lima
  • Manoel de Melo Lopes Pedrosa
  • José Paixão de Araújo
  • Vicente José dos Santos Ribeiro
  • Luiz Eduardo dos Santos Pedrosa
  • Antônio José dos Santos Lima
  • Francisco Araújo Galeno
  • Adriane Maria Magalhães Prado
  • Francisco Araújo Galeno (2017-2020)

População[editar | editar código-fonte]

A cidade conta com 28.406 habitantes, de acordo com o censo demográfico feito pelo IBGE em 2010. A estimativa em 2016 pelo mesmo instituto é de 29.683 pessoas. Densidade demográfica: 26,52 hab/km2. Gentílico: luís-correiense.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 02º52'45" sul e a uma longitude 41º40'01" oeste, estando a uma altitude média de 10 metros acima do nível do mar.

Limites geográficos:

Leste - Povoados de Coqueiro, Barra Grande, Macapá, Cajueiro da Praia e Estado do Ceará

Oeste - Rio Igaraçu e Estado do Maranhão

Norte - Oceano Atlântico

Sul - Cidade de Parnaíba-PI

Pontos turísticos[editar | editar código-fonte]

  • Praia de Atalaia.

Uma das praias mais conhecidas e visitadas no município, mais próxima do centro da cidade e ao Porto de Luis Correia. Possui ventos fortes e com barracas recentemente padronizadas pelo governo do estado.

  • Praia do Coqueiro.

Apresenta lindas paisagens dominadas por coqueiros, e onde esta situada uma vila de pescadores. Possui ventos calmos e dista de 10,7km ao leste do centro da cidade.

  • Lagoas de Sobradinho, Santana, São Bento e Alagadiço[6].
  • Praia de Maramar.

Uma praia paradisíaca afastada dos centros urbanos, propícia para o banho e para a prática de kitesurf, atraindo turistas de todas as regiões do Brasil e do Mundo, boa parte deles praticante de kitesurf. A praia conta com uma estrutura completa de hospedagem, com pousadas e Resorts.

A gastronomia também é um dos atrativos desta praia que fica apenas a 25,9 km do centro de Luis Correia.

Praia de Macapá[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Em Luís Correia o clima é considerado tropical com variações litorâneas. Os maiores índices de chuva costumam ser registrados durante o verão e outono (meses de dezembro a abril), enquanto que o inverno e primavera é a estação mais seca (meses de maio a dezembro), quando a pluviosidade é inferior aos 50mm. Com um clima quente (Aw), a média anual varia em torno dos 27.5 °C e a pluviosidade média anual são de 1172 mm.

Em setembro a pluviosidade média é de 1mm, sendo esse o mês mais seco do ano e também o mais quente, com média de temperara de superiores aos 28 °C. Por outro lado, com uma média de 289 mm, o mês de março é o mês de maior precipitação, período que marca o final do verão na região. Durante o inverno, junho é o mês com a mais baixa temperatura.

A variação de temperaturas médias ao longo do ano é de 1,5 °C, um valor bastante pequeno se considerado a outras regiões do estado, como por exemplo, na Serra da Capivara onde a variação média anual pode chegar aos 4 °C.

Com um clima bastante estável, Luís Correia proporciona dias sempre quentes amenizados pelas fortes correntes de vento. Com águas de temperatura sempre em torno dos 26 °C, o Oceano Atlântico propicia aos turistas ótimas condições para um “dia de praia”[8].

Dados climatológicos para Luís Correia
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 32,6 31,7 31,1 31,3 31,7 32,2 32,9 33,4 34 34,1 33,9 33,2 32,7
Temperatura média (°C) 27,4 27,1 26,9 27 27 26,9 27,3 27,6 28,4 28,4 28,4 28 27,5
Temperatura mínima média (°C) 22,2 22,5 22,7 22,6 22,2 21,5 21,6 21,7 22,7 22,6 22,8 22,7 22,3
Precipitação (mm) 134 208 289 265 168 37 18 3 1 4 8 37 1 172

Cultura[editar | editar código-fonte]

Adrião Neto.

O município possui a Biblioteca Pública e é terra natal de escritores, entre os quais, o historiador Adrião Neto, autor da proposta de inclusão da data da Batalha do Jenipapo na bandeira do Piauí[9].

Acessos[editar | editar código-fonte]

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

Ao sul pela BR-343, vindo de Parnaíba-PI (distante 14,4km); Ao leste pela PI-116 vindo do povoado do Coqueiro-PI (distante 10,7km).

Aéreo[editar | editar código-fonte]

Atualmente duas empresas atendem no Aeroporto de Parnaíba (distante 9,4km ao sul via BR-343) :

Piquiatuba, com vôo semanal às sextas-feiras, originado de Teresina-PI e aos domingos com destino a Teresina-PI;

Azul Linhas Aéreas, com vôos semanais aos sábados originado e com destino a Recife-PE.

Hidroviário[editar | editar código-fonte]

Através do rio Igaraçu, afluente do Rio Parnaíba, ao oeste/norte da cidade. O mesmo rio desemboca no Oceano Atlântico, ao norte da cidade, no porto de Luis Correia.

Através do mar aberto, pelo Oceano Atlântico, ao norte da cidade. Abrange as praias de: Atalaia, Peito de Moça, Coqueiro, Itaqui.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. a b Piauí Home Page (2000). «Visite o Piauí». Piauí HP. Consultado em Maio de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. IBGE (2010). «Histórico do Município de Luís Correia». Site IBGE. Consultado em Maio de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  8. Climate (2010). «Climatologia de Luís Correia». Climate pt. Consultado em Maio de 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. LIMA, Francisco de Assis de. A Batalha, o reconhecimento. Campo Maior; edição autor, 2009


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.