Luís Pedreira do Couto Ferraz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Visconde do Bom Retiro
Nascimento 17 de maio de 1818
Rio de Janeiro
Morte 12 de agosto de 1886 (68 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil brasileiro
Ocupação Advogado, político

Luís Pedreira do Couto Ferraz, Visconde do Bom Retiro GCCGCNSC (Rio de Janeiro, 7 de maio de 1818 — Rio de Janeiro, 12 de agosto de 1886) foi um advogado e político brasileiro.

Foi deputado geral, presidente da província do Rio de Janeiro, conselheiro de Estado e senador do Império do Brasil de 1867 a 1886. Recebeu várias comendas, entre elas a Grã-Cruz da Legião de Honra da França, a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo de Portugal e da Imperial Ordem de Cristo, a Grã-Cruz da Real Ordem de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, a Grã-Cruz da Ordem dos Santos Maurício e Lázaro, a Grã-Cruz da Ordem de Leopoldo I, a Grã-Cruz da Ordem Real do Dannebrog da Dinamarca, e foi Oficial da Imperial Ordem do Cruzeiro e da Imperial Ordem da Rosa.[1]

Foi o responsável pela metodização e oficialização do ensino primário, reforma do ensino secundário, das escolas de medicina, o conservatório de música, a academia de belas artes, e criador do Imperial Instituto dos Cegos.

Duas ruas têm seu nome, uma no Rio de Janeiro e outra em Petrópolis. Também é lembrado no Recife como Visconde do Bom Retiro[2]

Há um monumento a ele erguido na Floresta da Tijuca, na pequena praça denominada Bom Retiro, obra de escultor desconhecido.

Está sepultado no Cemitério do Caju, em uma sepultura simples, localizada ao lado da tumba ocupada pelos restos do Barão e do Visconde de Rio Branco.

Referências

  1. Almanak Laemmert de 1880, Rio de Janeiro, pg. 33.
  2. Rua Visconde do Bom Retiro, Recife

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Herculano Ferreira Pena
Presidente da Província do Espírito Santo
1846 — 1848
Sucedido por
Antônio Pereira Pinto
Precedido por
Visconde de Barbacena
Presidente da Província do Rio de Janeiro
1848 — 1853
Sucedido por
Luís Antônio Barbosa
Precedido por
Francisco Gonçalves Martins
Ministro dos Negócios do Império do Brasil
1853 — 1857
Sucedido por
Pedro de Araújo Lima


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.