Luís de Mendonça Furtado e Albuquerque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dom Luís de Mendonça Furtado e Albuquerque, 1.º Conde do Lavradio (Barreiro, Lavradio, 1610Lisboa, 1677) foi um nobre e militar português.

Foi senhor donatário de Lavradio (por sua iniciativa elevado a vila), VIII Sr. do Morgado e Palácio da Bacalhoa, Governador (1661) e Vice-Rei da India (1671-1677), dos Conselhos de Estado e da Guerra[1].

Participou da Guerra da Restauração.

Era filho de um dos principais Quarenta Conjurados, Pedro de Mendoça Furtado (1592-1652), alcaide-mor de Mourão, alcaide-mor e comendador de Santiago do Cacém, comendador de São Vicente de Vila Franca de Xira, senhor do Morgado dos Pantoja e da Casa dos Almada-Abranches (Mestres-Sala do Rei), lugar-tenente do príncipe D. Afonso (futuro Rei D. Afonso VI), comendador-mor da Ordem de Santiago, guarda-mor de D. João IV, e da sua 2º mulher D. Antónia de Mendoça e Albuquerque, filha e sucessora de D. Jerónimo Manoel, "o Bacalhau", Comendador de São Miguel de Traviscoso e de São Martinho da Amoreira, capitão-mor da Armada da Índia, porteiro-mor do Rei Filipe I, e de sua mulher D. Maria de Mendoça e Albuquerque, 4.ª senhora do Morgado dos Albuquerque (de Afonso de Albuquerque), depois chamado da Bacalhoa (Azeitão)[2].

Foi feito Conde do Lavradio por Dom Pedro II de Portugal, em 16 de março de 1670.

Esteve na Índia por três vezes, servindo ao Conselho de Governo Interino.

Em 1671, foi nomeado 31.º Vice-rei da Índia e 54.º Governador da Índia.

Ao retornar a Portugal, no final de seu vice-reinado, faleceu ainda em mar, perto de Lisboa.

Por ter morrido solteiro e sem deixar filhos, o título se extingue, tornando a ser criado em 17 de janeiro de 1725, por Dom João V de Portugal.

Deixou por sucessor e herdeiro testamentário seu irmão Jerónimo de Mendoça Furtado e Albuquerque[3]

Referências

Precedido por
3.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Lesser coat of arms of Portuguese India.svg
Conselheiro do 4.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa

1661
Sucedido por
5.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Precedido por
4.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Lesser coat of arms of Portuguese India.svg
Conselheiro do 5.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa

1661 — 1662
Sucedido por
6.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Precedido por
5.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Lesser coat of arms of Portuguese India.svg
Conselheiro do 6.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa

1662
Sucedido por
António de Melo e Castro
Precedido por
7.º Conselho de Governo Interino da Índia Portuguesa
Lesser coat of arms of Portuguese India.svg
Vice-Rei da Índia Portuguesa

1671 — 1677
Sucedido por
Pedro de Almeida, 1.º Conde de Assumar