Luísa de Bourbon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luísa
Duquesa Consorte de Parma
Duquesa Consorte de Parma
Reinado 19 de abril de 1848 a 27 de março de 1854
Predecessora Maria Teresa de Saboia
Sucessora Maria Pia de Bourbon-Duas Sicílias
Regente de Parma e Piacenza
Período 27 de março de 1854 a 9 de junho de 1859
Predecessor Carlos III
Sucessor Roberto I
Cônjuge Carlos III
Descendência
Margarida
Roberto I
Alice
Henrique
Nome completo
Luísa Maria Teresa
Casa Bourbon
Bourbon-Parma
Pai Carlos Fernando, Duque de Berry
Mãe Carolina de Bourbon-Duas Sicílias
Nascimento 21 de setembro de 1819
Palácio do Eliseu, Paris, França
Morte 1 de fevereiro de 1864 (44 anos)
Palácio Giustinian, Veneza, Reino Lombardo-Vêneto
Enterro Monastério de Kostanjevica, Nova Gorica, Eslovênia

Luísa Maria Teresa de Bourbon ou Luísa de Artois (em francês: Louise Marie Thérèse d'Artois; Paris, 21 de setembro de 1819 - Veneza, 1 de fevereiro de 1864), também chamada Luísa d'Artois, Luísa de Berry ou Luísa de França, foi filha da França, titulada madame real, tendo, pelo casamento, se tornado duquesa de Parma e Piacenza.

Família[editar | editar código-fonte]

Luísa era a segunda filha de Carlos Fernando, Duque de Berry e de Maria Carolina de Bourbon-Duas Sicílias. Seu avô paterno foi o rei Carlos X de França. Após a morte de seu pai, ela e seu irmão Henrique, Conde de Chambord, foram viver com sua tia Maria Teresa, Duquesa d'Angoulême (filha de Luís XVI e de Maria Antonieta de Áustria) em Frohsdorf, próximo a Viena.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Casou-se em 10 de novembro de 1845 com Carlos III, duque de Parma, filho de Carlos II de Parma e de Maria Teresa de Saboia. Tiveram quatro filhos:

Morte[editar | editar código-fonte]

Luísa morreu em 1 de fevereiro de 1864, aos 44 anos, no Palácio Giustiniani, em Veneza. Foi sepultada na cripta de seu avô Carlos X no convento franciscano de Castagnavizza.

Referências[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • E. Vittorini, G. Ferrara, Sangue a Parma, Mondadori editore, Milano, 1967.
  • G. Negri, Compagnia Sant’Angelo Custode, 1853, 49
  • Parma nell’Arte 1 1969, 89-93
  • Dizionario storico politico, 1971, 753. Texto também disponível em: Dizionario biografico degli Parmigiani.
  • U. Delsante, in Al Pont ad Mez 1 1977, 46-48
  • C. Artocchini, Padrone di Parma e Piacenza, 1975, 57-61
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Luísa de Bourbon


Precedida por:
Maria Teresa de Saboia
Duquesa consorte de Parma
Sucedida por:
Maria Pia de Bourbon-Duas Sicílias
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.