Lucas Barreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lucas Barreto
Foto oficial do Senador Lucas Barreto
Senador pelo Amapá
Período 1 de fevereiro de 2019
até a atualidade
Deputado estadual do Amapá
Período 1 de janeiro de 1991
31 de dezembro de 2006
Vereador de Macapá
Período 1 de janeiro de 2013
1 de fevereiro de 2017
Dados pessoais
Nome completo Luiz Cantuária Barreto
Nascimento 10 de novembro de 1964 (56 anos)
Macapá
Nacionalidade brasileira
Partido PFL (1990-1998)
PSD (1998-2001)
PDT (2002-2006)
PTB (2006-2013)
PSD (2013-2016)
DEM (2016-2018)
PTB (2018-2019)
PSD (2019-presente)
Religião católico
Profissão técnico em eletrônica

Luiz Cantuária Barreto (Macapá, 10 de novembro de 1964), mais conhecido pelo nome Lucas Barreto, é um político brasileiro. Atualmente é filiado ao Partido Social Democrático (PSD). Nas eleições de 2018, foi eleito senador.[1]

Foi eleito Deputado Estadual no ano de 1990, tendo participado da elaboração da Constituição do Estado do Amapá como Relator da Comissão da Ordem Econômica e Social, além de Relator Adjunto da Constituição Estadual. Foi o 7º candidato mais votado e o mais jovem entre os eleitos. Nos anos de 1991 e 1992, ocupou na Mesa Diretora da Assembléia Legislativa a função de 2º Vice-Presidente e, no biênio 1993/1994, a função de 1º Secretário;

Em 1994 foi reeleito Deputado Estadual, tendo ocupado as funções de 1º e 2º Secretário na Mesa Diretora nos Biênios 1995/1996 e 1997/1998, respectivamente, além de membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Redação;

Foi novamente reeleito em 1998 para o Cargo de Deputado Estadual, ocupando as funções de Relator da Comissão de Constituição, Justiça e Redação e de Presidente da Comissão de Orçamento e Finanças da Assembléia Legislativa do Estado do Amapá;

Em 2002 foi reeleito Deputado Estadual, tendo sido eleito Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Amapá para o biênio 2003/2004. Em 2006 foi candidato a vice-governador na chapa de Papaléo Paes, ficando em terceiro lugar. Nas eleições de 2010 foi candidato ao governo do Amapá, sendo derrotado no segundo turno por Camilo Capiberibe (PSB). Em 2014 lançou-se candidato a governador mais uma vez, porém, ficou fora do segundo turno.

Foi vereador do Município de Macapá no período de 2013 a 2016. Em 2018, foi eleito Senador pelo estado do Amapá.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]