Lucas Paquetá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lucas Paquetá
Lucas Paquetá
Paquetá em 2022 pelo West Ham
Informações pessoais
Nome completo Lucas Tolentino Coelho de Lima
Data de nasc. 27 de agosto de 1997 (25 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m
canhoto
Apelido Paque[1]
Informações profissionais
Clube atual West Ham
Número 11
Posição meio-campista
Clubes de juventude
2007–2016 Flamengo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2016–2018
2019–2020
2020–2022
2022–
Flamengo
Milan
Lyon
West Ham
00095 000(18)
00044 0000(1)
00080 000(21)
00015 0000(1)
Seleção nacional3
2016–2017
2018–
Brasil Sub-20
Brasil
00009 0000(1)
00039 0000(8)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 4 de janeiro de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 9 de dezembro de 2022.

Lucas Tolentino Coelho de Lima (Rio de Janeiro, 27 de agosto de 1997),[2] mais conhecido como Lucas Paquetá, é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista. Atualmente joga no West Ham.

Em 2018, ele foi um dos escolhidos para fazer parte da lista de 12 suplentes chamados pelo técnico da Seleção Brasileira, Tite, para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018, sendo o mais novo dentre os 35 convocados.[3] No mesmo ano, atuando pelo Flamengo, recebeu o Troféu Bola de Prata[4] da ESPN, o Troféu Mesa Redonda,[5] da TV Gazeta, e o Prêmio Craque do Brasileirão, da CBF e do site GloboEsporte.com,[6] ambos como melhor meia do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Após o rápido estouro e as boas atuações no time titular do Flamengo, passou a ser considerado uma das maiores promessas do futebol brasileiro.[7][8] O meia tem o apelido de Paquetá devido ao bairro onde nasceu, situado na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Base[editar | editar código-fonte]

Cria das divisões de base do Flamengo, Paquetá chegou ao clube com 8 anos de idade. Paquetá, porém, teve seu futuro na Gávea ameaçado quando pulou para a categoria seguinte. Franzino e com apenas 1,53 metro aos 15 anos, tinha técnica, mas não conseguia ganhar no corpo de seus adversários. Por isso, precisou fazer um treinamento físico a parte, que lhe fez crescer 27 centímetros em três anos.[9][10] Algo confirmado pelo diretor de futebol da base rubro-negra, Carlos Noval.

2016[editar | editar código-fonte]

Em 2016, foi titular da equipe vestindo a camisa 11 da Gávea, na campanha que levou o clube ao título da tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior, vencendo o Corinthians, nos pênaltis, por 4 a 3, após empate no tempo normal em 2 a 2. Sendo um dos destaques da Flamengo na competição, ao lado do goleiro Thiago e de Felipe Vizeu, Paquetá foi promovido ao elenco profissional do Rubro-Negro, aonde disputou algumas partidas no Campeonato Carioca.[11]

Em 4 de março do mesmo ano teve seu vínculo renovado estendido até 2020. Na Copinha, ele marcou quatro gols, e foi o vice-artilheiro da equipe.[12][13]

2017[editar | editar código-fonte]

Seu primeiro gol com a camisa rubro-negra foi no dia 19 de fevereiro, quando o Flamengo derrotou o Madureira por 4 a 0, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. E foi logo um golaço, num lance muito rápido. Paquetá enfiou a bola para Federico Mancuello, mas o goleiro interceptou o passe na entrada da área e a bola voltou nos pés do jovem de 19 anos, que não pensou duas vezes: mesmo a 34 metros do gol, Paquetá chutou de primeira, por cobertura, para fechar o placar.[14][15]

Com a chegada do técnico Reinaldo Rueda no meio do ano ao comando do clube, e também em virtude das ausências de Paolo Guerrero (convocado pela Seleção Peruana), Felipe Vizeu (por conta de lesões) e a saída de Leandro Damião para o Internacional, o técnico optou por utilizar Paquetá como um Falso 9. Assim, o jovem foi ganhando mais oportunidades com Rueda no time rubro-negro.[16]

Foi atuando como falso 9 que Paquetá marcou gols em duas finais: na final da Copa do Brasil, no empate por 1 a 1 diante do Cruzeiro, no Maracanã, e na final da Copa Sul-Americana, novamente no Maracanã, em outro empate por 1 a 1, dessa vez diante do Independiente. No entanto, em ambas as competições o rubro-negro carioca foi derrotado e ficou com o vice. Na final da Copa Sul-Americana, Paquetá foi eleito o melhor jogador do Flamengo em campo.[17][18][19]

Terminou o ano de 2017 sendo, ao lado de Juan, um dos destaques da equipe, segundo a torcida, principalmente por sua raça, disposição e entrega em campo durante o ano.[20]

Lucas Paquetá em partida pelo Flamengo diante do Vasco da Gama

2018[editar | editar código-fonte]

Com a saída de Mancuello para o Cruzeiro, Paquetá assumiu a camisa 11, a mesma que vestia nas categorias de base rubro-negra e começou o ano de 2018 em alta sendo um dos protagonistas do time. Mesmo sendo menos badalado que os outros jogadores, ele foi o jogador da equipe que mais se destacou no primeiro semestre. Não a toa, foi escolhido o melhor meia-esquerda da Campeonato Carioca, sendo o único representante do Flamengo na Seleção do Carioca.[21]

Com a saída de Paulo César Carpegiani do comando técnico do Flamengo e a chegada do técnico Maurício Barbieri, Paquetá voltou a atuar na sua posição de origem. Sendo um dos destaques do time no começo do Campeonato Brasileiro, fazendo gols, dando assistências e principalmente por sua versatilidade em campo, muito bem observada pelo mapa de calor do jogador após as partidas.[22][23] Diante do Internacional marcou um belo gol após um rebote de uma cobrança de falta realizada por ele mesmo, que contribuiu para o triunfo do Flamengo por 2 a 0 no Maracanã.[24] O bom futebol apresentado lhe rendeu as primeiras convocações para a Seleção Brasileira, para os amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador.[25]

Tornou-se um dos protagonistas do Flamengo ao lado de Éverton Ribeiro, Diego Ribas no meio de campo rubro-negro, porém conviveu com altos e baixos durante o meio da temporada juntamente da má fase que vivia o time, com eliminações na Libertadores, uma queda de rendimento que custou a liderança do Brasileirão, e por fim, a eliminação na Copa do Brasil que culminaram na demissão de Maurício Barbieri do cargo de treinador. Com a chegada de Dorival Júnior na reta final da temporada, Paquetá voltou a ser decisivo para o rubro-negro, logo na estreia do novo técnico, Paquetá marcou dois gols diante do Corinthians na vitória por 3 a 0 em plena Arena Corinthians, essa que foi a primeira vitória do time carioca no estádio do time paulista.[26][27]

Se despediu do Flamengo e da torcida diante do Athletico Paranaense no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, Paquetá não teve uma partida de tanto destaque, apesar da derrota por 2 a 1, o rubro-negro se sagrou vice-campeão da competição. Ao fim do jogo, Paquetá não escondeu a emoção de estar deixando o clube após 12 anos, terminou sua passagem com 96 jogos disputados e 18 gols marcados.[28]

Terminou o ano de 2018 como artilheiro do Flamengo no Brasileirão e também com o Troféu Bola de Prata da ESPN como melhor meia do campeonato.[4] Também foi escolhido para a Seleção do Campeonato pelos sites GloboEsporte.com (Prêmio Craque do Brasileirão)[6] e Footstats,[29] além da do Cartola FC.[30]

Milan[editar | editar código-fonte]

Com boas atuações com a camisa do Flamengo, principalmente, na reta final do Campeonato Brasileiro, Paquetá começou a ser especulado no futebol italiano, tendo Milan e Juventus como os principais interessados em sua contratação, também foi especulado Barcelona e no Paris Saint-Germain, onde haviam conversas adiantadas para sua aquisição.[31][32] No dia 10 de outubro, o Milan atravessou as negociações com o time francês e fechou a contratação do meia pelas próximas cinco temporadas, por cerca de 35 milhões de euros. Lucas Paquetá foi vendido ao Milan por 35 milhões de euros, mais bônus por premiação. O Flamengo receberá 70% do valor, montante que detém dos direitos econômicos do camisa 11- ou seja, cerca de 25 milhões de euros. Os outros 30% são divididos entre o jogador e a Brazil Soccer, empresa que faz a gestão de carreira.[33]

Se apresentou ao clube rossonero em janeiro de 2019, após o fim da temporada brasileiro, Paquetá escolheu vestir a camisa 39, justificando por ter sido seu primeiro número quando subiu ao profissional do Flamengo em 2016.[34]

Paquetá marcou seu primeiro gol pelo Milan em sua sétima partida pelo clube, no dia 10 de fevereiro, em um jogo contra o Cagliari, no San Siro, jogo em que seu time venceu por 3 a 0. Em sua comemoração, Paquetá ficou emocionado e homenageou vitimas do Incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo.[35][36]

Lyon[editar | editar código-fonte]

2020–21[editar | editar código-fonte]

Após a passagem apagada pelo Milan, Paquetá foi anunciado como novo reforço do Lyon no dia 30 de setembro de 2020, assinando até 2025.[37]

Marcou seu primeiro gol pelo clube no dia 23 de dezembro, na vitória por 3–0 sobre o Nantes, na 17ª rodada da Ligue 1.[38]

No dia 6 de janeiro de 2021, deu uma assistência para Memphis Depay abrir o placar na vitória por 3 a 2 sobre o Lens, em jogo válido pela 18° rodada da Ligue 1.[39] Paquetá marcou seu segundo gol na vitória por 1 a 0 sobre o Dijon, na 23ª rodada da Ligue 1.[40] Seu terceiro e quarto gol saíram de forma seguida: na derrota por 2 a 1 contra o Montepellier no dia 13 de fevereiro,[41] e na vitória de 3 a 2 sobre o Brest no dia 19 de fevereiro, válidos pela 25ª e 26ª rodada da Ligue 1, respectivamente.[42]

No dia 28 de fevereiro, em partida válida pela 27ª rodada da Ligue 1, deu uma assistência para Karl Toko Ekambi fazer 1 a 0 contra o Olympique de Marseille. Porém, aos 44 minutos do primeiro tempo, um pênalti foi marcado após uma bola chutada por Pape Gueye pegar na mão de Paquetá, que foi advertido com cartão amarelo. O atacante polonês Arkadiusz Milik converteu para o Marseille. Já no segundo tempo, aos 70 minutos, Paquetá acabou sendo expulso ao dar uma entrada dura em Dimitri Payet, deixando o Lyon com um a menos faltando 20 minutos para o fim do jogo, mas o jogo acabou empatado em 1 a 1.[43][44][45]

Em 3 de abril, fez o gol de empate no 1 a 1 contra o Lens, válido pela 31ª rodada da Ligue 1, aos 36 minutos do segundo tempo, salvando o Lyon da derrota.[46]

No jogo seguinte, em dia 8 de abril, Lucas teve mais uma excelente atuação, marcando o primeiro gol e dando assistência para o gol de Depay, em partida contra o Red Star, válida pelas oitavas de final da Copa da França. Porém, o Lyon cedeu o empate, com o jogo terminando com o placar de 2 a 2, ocasionando uma disputa de pênaltis. Após estar empatando também a disputa de pênalti, coube a Lucas bater o quinto e decisivo, terminando com a vitória do Lyon por 5 a 4 nos pênaltis, classificando-se para as quartas de final.[47][48]

No jogo seguinte em 11 de abril, teve mais uma excelente atuação na vitória do Lyon sobre o Angers SCO por 3 a 0, marcando o segundo gol e dando uma assistência para Depay marcar o terceiro.[49][50] No jogo seguinte, contribuiu com mais uma assistência, servindo Depay no primeiro gol do Lyon na vitória por 2 a 1 sobre o Nantes, na 33ª rodada da Liga Francesa.[51]

Marcou também na goleada de 4 a 1 sobre o Lorient, na 36ª rodada da Ligue 1.[52] No jogo seguinte, Lucas teve mais boa atuação, ao marcar dois gols e dar uma assistência na goleada por 5 a 2 sobre o Nîmes, válida pela penúltima rodada da Ligue 1.[53]

Após uma temporada de destaque pelo Lyon, Paquetá foi selecionado para a seleção da Ligue 1 de 2020–21.[54]

2021–22[editar | editar código-fonte]

Após a saída de Memphis Depay para o Barcelona, Paquetá, que antes era o camisa 12, passou a ser o camisa 10 do Lyon.[55] Fez o gol do Lyon na derrota por 2 a 1 para o Paris Saint-Germain na 6ª rodada da Ligue 1, em 19 de setembro.[56] Em 22 de setembro, fez um dos gols da vitória de 3 a 1 sobre o Troyec na 7ª rodada da Ligue 1, chegando a quatro gols e se tornando um dos artilheiros da competição,[57] tendo ainda seu nome cantado pela torcida do Lyon.[58]

West Ham[editar | editar código-fonte]

No dia 29 de agosto de 2022, foi sacramentada a transferência de Lucas Paquetá para o West Ham no valor de 60 milhões de euros.[59] Jogador mais caro da história dos Hammers, o meia brasileiro recebeu a camisa 11.[60]

Estreou pelos Hammers no dia 31 de agosto, no empate de 1 a 1 contra o Tottenham, válido pela Premier League. Mesmo tendo começado no banco de reservas e entrado aos 22 minutos do segundo tempo, Paquetá recebeu elogios do técnico David Moyes.[61] O meia teve boa atuação no dia 9 de outubro, contra o Fulham, em jogo realizado no Estádio Olímpico de Londres. Paquetá deu uma assistência para o italiano Gianluca Scamacca marcar o segundo gol da partida, e o West Ham venceu de virada por 3 a 1.[62] Marcou seu primeiro gol pelo clube no dia 4 de janeiro de 2023, no empate em 2 a 2 contra o Leeds United, fora de casa, em um duelo válido pela 19ª rodada da Premier League. Na comemoração, Paquetá homenageou o recém falecido Pelé.[63]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Lucas Paquetá em campo pela Seleção Sub-20 no Sul-Americano no Equador

Sub-20[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2016, Paquetá ajudou a Seleção a conquistar o torneio Quadrangular de Seleções, onde marcou seu primeiro gol com a amarelinha.[64][65] Em janeiro de 2017, Paquetá foi convocado para disputar o Campeonato Sul-Americano Sub-20 daquele ano, ao lado de seus companheiros do Flamengo, Felipe Vizeu e Matheus Sávio.[66]

Sub-23[editar | editar código-fonte]

Em 2016, Paquetá foi um dos sete sparrings escolhidos pelo técnico Rogério Micale para auxiliar na preparação da Seleção Brasileira Sub-23 para os Jogos Olímpicos daquele ano. Foram convocados como sparrings atletas nascidos em 1997 e 1998, com idade e potencial para disputar as Olimpíadas de 2020 no Japão.[67]

Principal[editar | editar código-fonte]

Paquetá na final da Copa América de 2019

Em 25 de maio de 2018, ele foi um dos escolhidos para fazer parte da lista de 12 suplentes chamados pelo técnico Tite para a disputa da Copa do Mundo FIFA de 2018, sendo o mais novo dentre os 35 convocados.[68] Já no dia 17 de agosto, Paquetá voltou a ser convocado por Tite na primeira convocação feita pelo mesmo pós-Copa, para defender o Brasil nos amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador.[69] Sua estreia pela Seleção aconteceu na partida contra os EUA, no dia 7 de setembro.[70]

Lucas Paquetá marcou seu primeiro gol pela Seleção Brasileira no empate de 1 a 1 em um amistoso contra o Panamá, no dia 23 de março de 2019.[71]

Foi convocado no dia 17 de maio de 2019, pelo técnico Tite para a disputa da Copa América de 2019,[72] onde sagrou-se campeão do torneio continental, sendo esse seu primeiro título pela seleção.[73] Estreou na competição nas quartas-de-final, contra o Paraguai.[74]

Em 14 de maio de 2021, foi convocado para os primeiros dois jogos da seleção no ano, contra o Equador e Paraguai, nos dias 4 e 8 de junho respectivamente, válidos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2022.[75]

Convocado por Tite para a Copa América de 2021, o meia foi o autor do gol da vitória de 1 a 0 sobre o Chile, nas quartas de final, ajudando a Seleção a se classificar para semifinal da competição.[76] No jogo seguinte, a semifinal contra o Peru, Paquetá foi mais uma vez decisivo ao marcar o gol da vitória de 1 a 0[77] e ajudar o Brasil a ir para a 9ª final das ultimas 14 Copas Américas disputadas.[78]

Copa do Mundo de 2022[editar | editar código-fonte]

Presente na lista de 26 convocados por Tite no dia 7 de novembro, Paquetá foi chamado para a sua primeira Copa do Mundo FIFA.[79]

O meia foi titular no primeiro jogo do Brasil na Copa do Mundo FIFA de 2022, contra a Sérvia, no Estádio Nacional de Lusail. Com dois gols de Richarlison, os brasileiros venceram os sérvios por 2 a 0, em duelo válido pela primeira rodada do Grupo G. Paquetá atuou até os 29 minutos do segundo tempo, quando foi substituído por Fred.[80] Realizou seu segundo jogo no dia 28 de novembro, sendo titular em mais uma vitória da Seleção Brasileira, dessa vez por 1 a 0 contra a Suíça, no Estádio 974. O único gol do confronto foi marcado por Casemiro, aos 37 minutos do segundo tempo. Paquetá teve uma atuação discreta na partida, sendo substituído por Rodrygo durante o intervalo.[81]

O meia marcou seu único gol na Copa do Mundo no dia 5 de dezembro, na vitória por 4 a 1 contra a Coreia do Sul, em jogo válido pelas oitavas de final.[82]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Lucas Paquetá casou-se em 26 de novembro de 2018 no Rio de Janeiro, antes de se mudar para a Itália, com a nutricionista Maria Eduarda Fournier. Depois de se conhecerem no Flamengo, onde ela trabalhava, os dois namoram por oito meses e ficaram noivos em agosto.[83] Da relação, nasceu Benício em 7 de abril de 2020[84] e Filippo em 3 de maio de 2021.[85]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos, gols e assistências do futebolista por clubes.[86]

Clube Temporada Campeonato

nacional

Copa

nacional[a]

Competições

continentais[b]

Outros

torneios[c]

Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Flamengo 2016 2 0 0 2 0 0
2017 17 1 1 3 1 0 9 2 0 8 2 0 37 6 1
2018 32 10 1 6 0 2 7 0 2 11 2 1 56 12 6
Total 49 11 2 9 1 2 16 2 2 21 4 1 95 18 7
Milan 2018–19 13 1 1 3 0 1 1 0 0 17 1 2
2019–20 24 0 1 3 0 0 27 0 1
Total 37 1 2 6 0 1 1 0 0 44 1 3
Lyon 2020–21 30 9 4 4 1 1 34 10 5
2021–22 35 9 6 9 2 1 44 11 7
2022–23 2 0 0 2 0 0
Total 67 18 10 4 1 1 9 2 1 80 21 12
West Ham 2022–23 8 0 2 0 0 0 4 0 1 12 0 3
Total 8 0 2 0 0 0 4 0 1 12 0 3
Total na carreira 161 30 16 19 2 4 29 4 4 22 4 1 231 40 25

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos os jogos, gols e assistências do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base.[87]

Seleção Principal

Ano Copa do Mundo Copa América Qualificação Mundial Amistosos Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2018 2 0 0 2 0 0
2019 1 0 0 8 2 0 9 2 0
2020 2 0 0 2 0 0
2021 6 2 0 9 2 0 15 4 0
2022 4 1 1 3 1 1 4 0 0 11 2 2
Total na carreira 4 1 1 7 2 0 14 3 1 14 2 0 39 8 2

Seleção Sub–20

Ano Campeonato Sul–Americano Amistosos Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
2016 4 1 1 4 1 1
2017 5 0 0 5 0 0
Total na carreira 5 0 0 4 1 1 9 1 1

Jogos pela Seleção Principal[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Richard Souza (7 de janeiro de 2019). «Lucas Paquetá treina pela primeira vez no Milan e já ganha apelido de Gattuso: "Boa, Paque"». GloboEsporte.com. Consultado em 4 de janeiro de 2023 
  2. Marcos Felipe (27 de agosto de 2022). «Aniversariante do dia, Paquetá viaja para Inglaterra para fechar com o West Ham». GloboEsporte.com. Consultado em 30 de outubro de 2022 
  3. «Paquetá vibra com presença na lista de Tite e admite queda: "Está no psicológico"». SporTV. 28 de maio de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  4. a b c Igor Resende (3 de dezembro de 2018). «Bola de Prata: Paquetá é comparado até com Kaká e Modrić, ofusca estrelas do Flamengo e se despede do Brasil com prêmio». ESPN Brasil. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  5. a b «Confira os premiados do Troféu Mesa Redonda». Gazeta Esportiva. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  6. a b c «Palmeiras e Internacional dominam a seleção do Brasileirão 2018; veja os 11 escolhidos». GloboEsporte.com. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  7. «Paquetá é o próximo? Relembre as vendas de jovens promessas do Fla». Terra. 10 de outubro de 2018. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  8. «Mais um! Paquetá entra em lista de promessas vendidas ao exterior». R7. 11 de outubro de 2018. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  9. Fred Gomes (2 de outubro de 2016). «Sem freio: de Seleção, Paquetá mira o topo em time pelo qual já compôs funk». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  10. Fred Gomes (31 de dezembro de 2015). «Joia 2016: após ganhar 27 centímetros em três anos, Paquetá mira topo no Fla». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  11. «Goleiro Thiago brilha e garante o tri do Fla na Copinha sobre o Timão». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2016 
  12. «Seleção da Copinha tem cinco do Fla; melhor jogador é do Corinthians». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2016 
  13. «Atacante Lucas Paquetá, um dos destaques da Copinha, renova com o Flamengo até 2020». Extra. 4 de março de 2016 
  14. «Flamengo goleia Madureira, avança em 1º e enfrenta o Vasco na semifinal». GloboEsporte.com. 19 de fevereiro de 2017. Consultado em 9 de outubro de 2022 
  15. «Após golaço da intermediária, Paquetá frisa: "Nunca tinha feito nada parecido"». GloboEsporte.com. 19 de fevereiro de 2017. Consultado em 9 de outubro de 2022 
  16. Bruno Giufrida (11 de outubro de 2017). «Paquetá ou Vizeu? Rueda espera Guerrero, mas observa opções para Fla-Flu». GloboEsporte.com. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  17. «Gol impedido, falha de goleiro e placar de 2003: Fla e Cruzeiro empatam no Maraca». GloboEsporte.com. 7 de setembro de 2017. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  18. Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Vinicius Castro (27 de setembro de 2017). «Penta! Cruzeiro vence Fla nos pênaltis e conquista Copa do Brasil». UOL. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  19. «Independiente cala Maracanã, segura empate contra Fla e leva Sul-Americana». UOL. 13 de dezembro de 2017. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  20. Marlos Mendes (15 de dezembro de 2017). «Lucas Paquetá fala sobre sondagens e dispara: 'Quero fazer história no Flamengo'». O Dia. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  21. «Ferj divulga seleção do carioca com cinco jogadores do Flu e dois do Bota». GloboEsporte.com. 8 de abril de 2018 
  22. «Efeito Paquetá: perfeito taticamente, jovem dita o ritmo de um novo Flamengo». GloboEsporte.com. 30 de abril de 2018 
  23. «Protagonista aos 20: em meio a medalhões, Paquetá se torna imprescindível ao Fla». GloboEsporte.com. 10 de março de 2018 
  24. «Na volta de Guerrero, Flamengo faz 2 a 0 no Inter e mantém liderança do Brasileirão». GloboEsporte.com. 6 de maio de 2018 
  25. Maciel, Edgard (17 de agosto de 2018). «Com Paquetá, Tite convoca a seleção Brasileira.». Globo Esporte 
  26. «Flamengo se impõe diante do Corinthians e vence em Itaquera; Paquetá marca duas vezes». GloboEsporte.com. 5 de outubro de 2018 
  27. Rodrigo Breves e Valmir Storti (15 de agosto de 2018). «Lucas Paquetá é o meia mais decisivo do Flamengo no ano.». Globo Esporte 
  28. Cahê Mota (1 de dezembro de 2018). «Lágrimas emolduram despedida frustrante e discreta de Paquetá: "Flamengo segue no meu coração"». GloboEsporte.com. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  29. «Footstats monta a seleção do Brasileirão a partir das estatísticas». LANCE!. 3 de dezembro de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  30. Adriano Ribeiro (3 de dezembro de 2018). «Veja a seleção com os melhores jogadores do Cartola FC 2018». Um Dois Esportes. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  31. «Paquetá no Barça? Jornal diz que clube fez consulta por "nova pérola brasileira"». GloboEsporte.com. 9 de setembro de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  32. «Neymar ajuda na lábia, e PSG aumenta flerte para contar com Lucas Paquetá a partir de janeiro». GloboEsporte.com. 29 de setembro de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  33. Cahê Mota (10 de outubro de 2018). «Milan é mais incisivo que o PSG, acerta com o Fla por Paquetá e aguarda exames médicos». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  34. Richard Souza (8 de janeiro de 2019). «Em apresentação oficial no Milan, Lucas Paquetá diz que espera seguir passos de Kaká». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  35. «Paquetá marca primeiro gol pelo Milan e homenageia vítimas de incêndio». UOL. 10 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  36. «Paquetá faz seu primeiro gol pelo Milan, se emociona e homenageia vítimas da tragédia do Flamengo». GloboEsporte.com. 10 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  37. «Lucas Paquetá acerta com o Lyon até 2025». TNT Sports. 30 de setembro de 2020. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  38. «Lucas Paquetá faz seu primeiro gol pelo Lyon, que vence Nantes e assume liderança do Francês». GloboEsporte.com. 23 de dezembro de 2020. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  39. «Lucas Paquetá joga bem, dá assistência e Lyon vence no Francês; veja os gols do dia na Ligue 1». Terra. 6 de janeiro de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  40. «Com gol de Lucas Paquetá, Lyon vence o Dijon no Francês e segue na vice-liderança da competição». LANCE!. 3 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  41. «Lucas Paquetá marca, mas Lyon perde para Montpellier e é ultrapassado pelo PSG». GloboEsporte.com. 13 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  42. «Paquetá marca, Lyon vence o Brest e assume liderança provisória no Francês». GloboEsporte.com. 19 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  43. «Paquetá dá assistência, comete pênalti, é expulso, Lyon só empata e fica atrás do PSG no Francês». ESPN Brasil. 28 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  44. «Paquetá é expulso, e Lyon fica no empate com o Marseille pelo Francês». LANCE!. 28 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  45. «Lyon empata com novo time de Sampaoli e perde chance de encostar no líder do Francês». GloboEsporte.com. 28 de fevereiro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  46. Willian Ferreira (4 de abril de 2021). «Lucas Paquetá marca, e Lyon empata com Lens na Ligue 1». VAVEL. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  47. «Paquetá faz gol e dá assistência, mas Lyon precisa de pênaltis para avançar na Copa da França». GloboEsporte.com. 8 de abril de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  48. «Lucas Paquetá celebra gol e classificação na Copa da França: 'Fomos mais felizes e competentes'». UOL. 8 de abril de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  49. «Com gol e assistência de Paquetá, Lyon vence o Angers por 3 a 0 pelo Campeonato Francês». LANCE!. 11 de abril de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  50. «Com gol e assistência de Paquetá, Lyon vence o Angers pelo Campeonato Francês». GloboEsporte.com. 11 de abril de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  51. «Francês: Lucas Paquetá joga bem e dá mais uma assistência, Depay marca duas vezes e Lyon vence o Nantes». LANCE!. 18 de abril de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  52. «Lyon vence Lorient com dois gols de Bruno Guimarães e um de Lucas Paquetá». GloboEsporte.com. 8 de maio de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  53. «Lucas Paquetá dá show e comanda vitória do Lyon pelo Campeonato Francês». O Dia. 16 de maio de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  54. a b «Marquinhos, Neymar e Lucas Paquetá são eleitos para seleção do Campeonato Francês». LANCE!. Consultado em 25 de maio de 2021 
  55. «Após saída de Depay, Lucas Paquetá deverá assumir a camisa 10 do Lyon». IstoÉ Independente. 29 de junho de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  56. «PSG vence Lyon de virada em jogo com gols de Neymar e Lucas Paquetá». UOL. 19 de setembro de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  57. «Paquetá vira artilheiro do Francês, e Lyon vence o Troyes de virada». UOL. 22 de setembro de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  58. «Lyon vence o Troyes com gol de Paquetá, um dos artilheiros do Campeonato Francês». GloboEsporte.com. 22 de setembro de 2021. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  59. Paulo Vinícius Coelho (28 de agosto de 2022). «Com Paquetá e Antony, brasileiros serão contratação mais cara de cinco dos vinte clubes da Premier League». GloboEsporte.com. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  60. «Oficial: West Ham bate recorde para contratar Paquetá». O Jogo. 29 de agosto de 2022. Consultado em 9 de outubro de 2022 
  61. Matheus Nunes (31 de agosto de 2022). «Lucas Paquetá recebe elogios de treinador do West Ham: 'Nos dará algo diferente'». 90min. Consultado em 9 de outubro de 2022 
  62. «Andreas Pereira vai de herói a vilão, e Fulham perde de virada para o West Ham de Paquetá em dérbi de Londres». ESPN Brasil. 9 de outubro de 2022. Consultado em 4 de janeiro de 2023 
  63. «Lucas Paquetá marca seu primeiro gol, e West Ham empata com o Leeds na Premier League». Terra. 4 de janeiro de 2023 
  64. torcedores.com/ Jogadores do Flamengo se destacam em vitória da Seleção Sub-20
  65. «VÍDEO: Com gol de Vizeu, Brasil sub-20 é campeão no Chile». LANCE!. 17 de outubro de 2016. Consultado em 27 de setembro de 2022 
  66. Lucas Loos (16 de janeiro de 2017). «Fator Copinha: um ano após decisão, Fla e Timão formam a base da sub-20». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  67. Pedro Venancio (18 de julho de 2016). «Fla, Coxa, Palmeiras... Saiba onde e como jogam os sparrings olímpicos». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  68. «Lista de 35 de Tite para a Copa tem três novatos: Dedé, Maicon e Paquetá». GloboEsporte.com. 25 de maio de 2018 
  69. Edgard Maciel de Sá (17 de agosto de 2018). «Tite convoca Seleção com Paquetá, Pedro, Dedé e Everton para amistosos». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  70. «Arthur e Paquetá comemoram estreia pela seleção: 'A gente vem para acrescentar'». Terra. 8 de setembro de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  71. Conrado Giulietti (23 de março de 2019). «Paquetá marca pela primeira vez, mas Brasil fica apenas no empate com o Panamá e deixa o Porto vaiado». ESPN Brasil. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  72. «Seleção Brasileira: convocados por Tite para a Copa América 2019». Confederação Brasileira de Futebol. 17 de maio de 2019. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  73. «Cria do Flamengo, Lucas Paquetá ganha primeiro título pela seleção na volta no Maracanã». Torcedores.com. 8 de julho de 2019. Consultado em 15 de maio de 2021 
  74. «Paquetá fica alerta para nova chance na Seleção Brasileira». Jornal da Manhã. 30 de junho de 2019. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  75. «Os convocados da seleção para jogos contra Equador e Paraguai nas eliminatórias da Copa de 2022». Goal. 7 de junho de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  76. «Autor do gol, Paquetá comemora classificação do Brasil e atuação do grupo mesmo com um a menos». LANCE!. 3 de julho de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  77. Vinícius Faustini (5 de julho de 2021). «Com gol de Paquetá, Brasil vence o Peru e vai para mais uma final de Copa América». Terra. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  78. «Brasil alcança nona final nas últimas 14 edições da Copa América e vai em busca do deca». GloboEsporte.com. 5 de julho de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  79. «Com Dani Alves, Tite anuncia convocados para a Copa do Mundo do Catar; confira». Terra. 7 de novembro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2023 
  80. Felipe Lobo (24 de novembro de 2022). «Brasil se impõe de forma categórica contra a Sérvia com boa atuação e golaço para vencer na estreia». Trivela. Consultado em 16 de janeiro de 2023 
  81. «Brasil vence Suíça com gol de Casemiro e carimba vaga nas oitavas da Copa». SBT. 28 de novembro de 2022. Consultado em 16 de janeiro de 2023 
  82. Alexsander Vieira (5 de dezembro de 2022). «Brasil goleia Coreia do Sul e está nas quartas de final da Copa do Mundo». Terra. Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  83. «Com a presença de jogadores do Flamengo, Lucas Paquetá se casa no Rio de Janeiro». GloboEsporte.com. 26 de novembro de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  84. Pedro Ungheria (8 de abril de 2020). «Nasce Benício, primeiro filho de Lucas Paquetá: "Emoção incomparável"». Sportbuzz. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  85. «Nasce Filippo, segundo filho de Lucas Paquetá: 'Dia muito especial'». UOL. 3 de maio de 2021. Consultado em 3 de setembro de 2022 
  86. «Lucas Paquetá West Ham United vídeos, histórico de transferências e estatísticas». SofaScore. Consultado em 9 de outubro de 2022 
  87. «Lucas Paquetá Estatísticas, Notícias, Biografia». ESPN. Consultado em 14 de dezembro de 2022 
  88. Seleção da Copinha tem cinco do Fla; melhor jogador é do Corinthians]
  89. «Ferj divulga seleção do carioca com cinco jogadores do Flu e dois do Bota». GloboEsporte.com. 8 de abril de 2018. Consultado em 7 de setembro de 2022 
  90. «Lucas Paquetá recebe prêmio de melhor estrangeiro da Ligue 1 na temporada». IstoÉ Independente. 14 de junho de 2022. Consultado em 3 de setembro de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Lucas Paquetá