Lucas Prado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucas Prado
Lucas Prado, 2013
Informações pessoais
Modalidade Atletismo
Nascimento 27 de maio de 1985 (32 anos)
Nacionalidade Brasil brasileira
Medalhas
Jogos Parapan-americanos
Prata Toronto 2015 100 metros rasos
Ouro Toronto 2015 4x100 metros rasos
Campeonato Mundial
Ouro França 2013 100 metros rasos
Ouro França 2013 200 metros rasos
Jogos Paraolímpicos
Prata Londres 2012 100 metros rasos
Prata Londres 2012 400 metros rasos
Jogos Parapan-americanos
Ouro Guadalajara 2011 100 metros rasos
Ouro Guadalajara 2011 200 metros rasos
Jogos Paraolímpicos
Ouro Pequim 2008 100 metros rasos
Ouro Pequim 2008 200 metros rasos
Ouro Pequim 2008 400 metros rasos
Jogos Parapan-americanos
Ouro Rio 2007 100 metros rasos
Ouro Rio 2007 200 metros rasos
Ouro Rio 2007 400 metros rasos

Lucas Prado (Rondonópolis-Mato Grosso, 27 de maio de 1985) é um velocista paraolímpico brasileiro, especialista nas provas dos 100 metros, 200 metros e 400 metros rasos.[1]

Lucas Prado perdeu 90% da visão em 2003, era funcionário do Banco do Brasil e perdeu a visão durante o expediente, devido a um deslocamento da retina, a doença é chamada de coreoretinite.

Em 2005, se mudou para Cuiabá, onde ingressou no esporte em modalidades coletivas, como o futebol, porém, sem se adaptar. Em 2006, perdeu totalmente a visão. A partir daí, Lucas conheceu e passou a se dedicar ao atletismo, quando acabou sendo convocado para a seleção paraolímpica. O velocista fez parte da equipe do revezamento 4x100m, ganhadora da medalha de prata no Campeonato Mundial que ocorreu na Holanda. O resultado foi um grande incentivo para continuar lutando para melhorar suas marcas, agora já adaptado a classe T11, para atletas totalmente cegos.

Em 2007, Lucas se mudou para Joinville, onde já moravam seu técnico e seu guia, para se dedicar exclusivamente aos treinos. O trabalho e a persistência renderam ao atleta dois recordes mundiais, conquistados em São Paulo no mesmo ano. Um mês depois ele disputou o Parapan do Rio de Janeiro, onde ganhou três medalhas de ouro. Com o sucesso na competição, Lucas foi eleito pelo Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) o atleta destaque do mês, sendo o primeiro sul-americano a ganhar esse título.

Os recordes e as medalhas conquistados no ano de 2007 foram uma grande vitória para o atleta, mas ele queria mais. Com ajuda dos patrocínios conquistados e muito treino, Lucas conseguiu diminuir ainda mais suas marcar nas Paraolimpíadas de Pequim. Ele conquistou três medalhas de ouro e quebrou dois recordes mundiais, nas provas de 100m e 200m.

Em 2012, o atleta faturou duas medalhas de pratas nas Paraolimpíadas de Londres, mesmo vindo de uma séria lesão após fraturar o pé. Lucas cruzou a linha de chegada dos 400m, ao lado de Laércio Martins, com o tempo de 51s44. Nos 100m T11, a segunda colocação foi acompanhada do guia Justino Barbosa.

Em 2013 Lucas Prado faturou o bicampeonato Mundial, ao ganhar medalha de ouro nos 100m e 200m, em Lyon, na França. Já no Parapan de Toronto, em 2015, o atleta faturou mais um ouro no revezamento 4x100 e uma medalha de prata nos 100m.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Athletics pictogram.svg Este artigo sobre um(a) atleta, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.