Lucas Watzenrode

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Lucas Watzenrode o Velho
Lucas Watzenrode
Nascimento 30 de outubro de 1447
Toruń
Morte 29 de março de 1512 (64 anos)
Toruń

Lucas Watzenrode, o Jovem (também Watzelrode e Waisselrod; em alemão: Lucas Watzenrode der Jüngere; em polonês/polaco: Łukasz Watzenrode; Toruń, 30 de outubro de 1447 — Toruń, 29 de março de 1512) foi um bispo de Vármia e tio do astrônomo Nicolau Copérnico, que educou devido à morte de seus pais.

Início de vida[editar | editar código-fonte]

A família e seu nome tiveram origem no povoado da Silésia chamado Weizenrodau. Watzenrode nasceu em Thorn (Toruń), filho do mercador Lucas Watzenrode, o Velho (1400–1462). Ele estudou na Universidade Jaguelônica, na Universidade de Colônia e na Universidade de Bolonha.

Depois de sua irmã Barbara e seu marido Niklas Koppernigk[1] morrerem por volta de 1483, Lucas cuidou de seus quatro filhos, Katharina, Barbara, Andreas and Nicolaus, o último dos quais tornar-se-ia conhecido como o astrônomo Nicolaus Copernicus.

Antecedentes históricos[editar | editar código-fonte]

A Diocese de Vármia, anteriormente parte do Estado da Ordem Teutónica, tinha, com a Paz de Toruń (1466), ficado baixo a soberania do Rei da Polônia. Baseado nesse tratado, o rei polonês tinha o direito de indicar o Bispo. No entanto, nem o Capítulo de Vármia, nem o Bispo recém eleito, Nicolaus von Tüngen (1467–1489), reconheciam o direito do Rei fazer isso.

A Polônia contestou a eleição de von Tüngen, e isso levou à Guerra dos Padres (1467–1479) e ao Primeiro Tratado de Piotrków Trybunalski (1479), pelo qual o Capítulo era obrigado a procurar consenso com o rei polonês. A Diocese de Vármia foi feita sufragânea ao Arcebispado de Riga, então encabeçada pelo Arcebispo Michael Hildebrand.

Bispado[editar | editar código-fonte]

Esse acordo foi um tanto vago, como demonstrado na eleição de 1489 do próximo bispo, Lucas Watzenrode, que recebeu a mitrado Papa Inocêncio VIII contra os desejos explícitos do Rei Casimiro IV, que havia preferido que um de seus filhos, Frederico, se tornasse Bispo de Warmia. Watzenrode resistiu, e quando Casimiro morreu em 1492 e foi sucedido por João I Alberto, ele pôde finalmente estabelecer a isenção da Diocese de Riga. Com o Segundo Tratado de Piotrków Trybunalski (1512), bispos posteriores aceitaram uma influencia limitada do Rei polonês nas eleições. A Santa Sé considerou a Diocese isenta até 1992, quando ela foi feita uma Arquidiocese, a qual é isenta por natureza.

Watzenrode, um organizador bem sucedido dos negócios internos de seus territórios, residiu em Heilsberg (Lidzbark Warmiński). Ele reorganizou a escola da catedral e planejou fundar uma universidade em Elbing (Elbląg). Ele argumentou que a Ordem Teutónica tinha cumprido suas missões na região Báltica, pela sua conversão ao Cristianismo, e propôs enviar a Ordem para regiões mais infiéis. O Império Otomano era uma ameaça presente e tinha dominado largas partes da Europa, assim o Bispo sugeriu que a Ordem "fosse lutar com os Turcos".

A Diocese sofreu repetidos ataques armados da Ordem Teutónica, que tentaram reconquistar seu território. A Polônia procurou rescindir a autonomia do Princípe-Bispo, esperando forçar a cessão de suas prerrogativas para a coroa polonesa. Nessa área de conflito, Watzenrode guardou os interesses de Warmia e manteve relações amigáveis com a Polônia. Ele foi por longo tempo oponente dos Cavaleiros Teutónicos, havendo rumores logo depois de sua morte que tinha sido envenenado por eles.[2]

Família[editar | editar código-fonte]

Watzenrode cuidou de seus dois sobrinhos e de suas duas sobrinhas, depois que eles ficaram órfãos. Katharina casou com o homem de negócios e vereador Barthel Gertner, enquanto Barbara se tornou uma freira beneditina. Watzenrode enviou os irmãos Nicolaus (Copérnico) e Andreas para estudar em Cracóvia e na Itália (Bolonha, Pádua, Ferrara). Depois de seus estudos, Copérnico auxiliou seu tio em assuntos administrativos e foi seu conselheiro mais próximo além de seu médico pessoal.

Lucas Watzenrode o Jovem morreu em Thorn (Toruń) durante seu retorno de uma jornada oficial.


Referências

  1. Edições completas de Nicolaus Copernicus [1], Regesta Copernicana [2]
  2. Alan W. Hirshfeld, "Parallax: The Race to Measure the Cosmos", Macmillan, 2002, pg. 38 [3]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bücherei Danzig, J. Kretzmer, Liber de episcopatu et episcopi Varmiensis ex vetusto Chronico Bibliotheca Heilsbergensis, 1593
  • Christoph Hartknoch, Preußische Kirchen-Historia, Frankfurt a.M., 1668
  • M.G. Centner, Geehrte und Gelehrte Thorner, Thorn 1763
  • A. Semrau, "Katalog der Geschlechter der Schöffenbank und des Ratsstuhles in der Altstadt Thorn 1233-1602", in: Mitteilungen des Copernicus-Vereins für Wissenschaft und Kunst zu Thorn 46 (1938)
  • Wojciech Iwanczak: Lucas Watzenrode. Em: Biographisch-Bibliographisches Kirchenlexikon (BBKL).
  • Poczet biskupów warmińskich, Olsztyn 1998
  • Jürgen Hamel: Nicolaus Copernicus. - Spektrum Verlag: Heidelberg, 1994.
  • Hans Schmauch, ed. (1957). «Lucas Watzenrode (in Copernicus' article)». Neue Deutsche Biographie (NDB) (em alemão). 3. Berlim: Duncker & Humblot . pp. 349–355.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.