Luciano Pereira da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde maio de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luciano Pereira da Silva
Nascimento 1885
Morte 16 de julho de 1975 (90 anos)
Ocupação político

Luciano Pereira da Silva (Piauí, 1885Rio de Janeiro, 16 de julho de 1975) foi um advogado brasileiro.

Filho de Agesilão Pereira da Silva (advogado, dono/relator do “Diário de Manaus”, fundador do Partido Nacional e 17º presidente do Amazonas de 1877-1878) (1846-1913) e de Adelaide Cândida Jansen Machado da Silva. Casou-se com Noemia Seve Wanderley (Pernambuco) onde teve cinco filhos: Izabel, Adelaide, Edir, Olga e Agezilao septimo.

Bacharelou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito do Recife, elegeu-se posteriormente deputado estadual no Amazonas e deputado federal pelo mesmo estado para a legislatura de 1912 a 1914. Consultor jurídico do Ministério da Agricultura, foi presidente e relator das comissões que elaboraram os anteprojetos dos códigos Florestal, Rural e de Minas, respectivamente em 1923, 1942 e 1944.

Durante o governo do general Eurico Gaspar Dutra (1946-1951), exerceu as funções de consultor-geral da República, cargo que assumiu em junho de 1950, em substituição a Haroldo Valladão. Em março de 1951, no início do segundo governo de Getúlio Vargas (1951-1954), foi substituído por Carlos Medeiros Silva.

Encontra-se colaboração da sua autoria na revista Lusitânia [1] (1924-1927).

Publicações selecionadas[editar | editar código-fonte]

  • A necessidade de um equilíbrio americano, ante a política de expansão dos Estados Unidos (1905)
  • Projeto do código civil brasileiro (1913)
  • Conceito legal do crime (1913)
  • A assembléia-geral constituinte e legislativa de 1823 (1914)
  • Anteprojeto do código rural (1942)
  • Questões jurídicas em processos administrativos (1944)
  • Projeto revisto do código de Minas (1944)
  • Pareceres emitidos como consultor-geral da república (1950-1951)
  • Cambiantes (1960)

Referências

  1. Rita Correia (5 de Novembro de 2013). «Ficha histórica: Lusitania : revista de estudos portugueses (1924-1927)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 3 de Dezembro de 2014.