Lucky Luciano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lucky Luciano
Nome Salvatore Lucania
Data de Nascimento 24 de novembro de 1897
Local de Nascimento Lercara Friddi, Sicília
Flag of Italy (1861-1946) crowned.svg Reino da Itália
Data de Morte 26 de janeiro de 1962 (64 anos)
Local de Morte Nápoles, Campânia
 Itália
Nacionalidade Itália Estados Unidos Ítalo-americano
Crime (s) Crimes de origem mafiosa
Pena de 30 a 50 anos (solto por colaborar com o governo)
Situação Falecido

Charles "Lucky" Luciano, nascido Salvatore Lucania (Lercara Friddi, 24 de novembro de 1897Nápoles, 26 de janeiro de 1962) foi um mafioso ítalo-americano.

"Lucky" Luciano foi o fundador do sindicato nacional do crime nos anos 30. Sua família instalou-se no East Side de Nova Iorque em 1906, onde foi preso pela primeira vez em 1907, acusado por furto.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1915, Luciano era membro da Gangue dos Cinco Pontos (Five Points Gang), onde ele foi instruído por John Torrio, e tornou-se amigo de Al Capone e, mais tarde, de outros famosos assassinos. Começou seu próprio negócio de prostituição em 1920 e, em 1925, teve vasto controle sobre a prostituição em Manhattan, onde ele na verdade começou a pegar casas de prostituição para seus negócios. Em 1928 isso tinha tornado Charles "Lucky" Luciano um milionário.

Em 1929, Luciano foi espancado por cinco homens, e ficou gravemente ferido, sobreviveu e então ganhou o apelido de "Lucky"(Sortudo). A polícia chegou a perguntar a ele quem tinham sido os autores, mas ele não identificou quem o tinha atacado, cumprindo com a omertà. Próximo do fim dos anos 20, Luciano estava pronto para escrever suas ideias a respeito do sindicato nacional do crime.

Em 1931, a chamada Guerra Castellammarese entre Salvatore "Little Caesar" Maranzano e Giuseppe "Joe the Boss" Masseria pelo controle do submundo Nova Iorque enchia de corpos as ruas de Manhattan e do Brooklyn. Luciano estava cansado disso, sabia que a guerra era ruim para os negócios e decidiu acabar com ela, assassinando Masseria, e seu chefe, Maranzano. Com dois golpes astutos, assassinaram Joe Masseria enquanto almoçava em um restaurante. E Salvatore Maranzano, foi assassinado em seu escritório em Manhattan. Com esses assassinatos, a guerra acabou. Luciano era considerado o Capo di tutti capi (Chefe de todos os chefes), o "número um" do sindicado que tinha criado.

As gangues remanescentes foram organizadas em cinco famílias:

Em 1935, Thomas E. Dewey tinha reunido provas suficientes para prender Luciano. Somavam noventa as provas, entre extorsão e prostituição. Ele pegou de 30 a 50 anos de prisão, mas havia rumores de que as Forças Aliadas na Segunda Guerra Mundial precisavam de ajuda para a invasão da Sicília. Eles contataram Luciano e ofereceram a ele uma proposta. Se ele não mantivesse contato com seus amigos mafiosos na Sicília, ele poderia ser solto sob a condição de que fosse deportado para a Itália. Luciano aceitou essa proposta e morou em Roma por um ano. Ele logo ficou insatisfeito com esse modo de vida, e sua opção estava entre voltar para os EUA ou arranjar uma reunião com Lansky, Siegel, e outros chefes em Cuba. As autoridades dos Estados Unidos souberam da presença de Luciano na Conferência de Havana, e foi forçado a voltar para a Itália. Mesmo assim, manteve vários negócios envolvendo jogo e prostituição em Cuba.

Assinatura de Luciano.

Ele começou a escrever memórias, sonhava com um filme sobre a sua vida. Em janeiro de 1962 ele foi para o aeroporto de Nápoles reunir-se com um produtor de cinema norte-americano, que estava interessado na ideia. Enquanto caminhava até o produtor, preparando para cumprimentá-lo com um aperto de mãos, ele levou a mão ao tórax e caiu. Morreu em função de um ataque de coração.

Aliados[editar | editar código-fonte]

Lucky Luciano no cinema[editar | editar código-fonte]

Império do Crime, filme de 1991 Hoodlum, filme de 1997

Boardwalk Empire, interpretado por Vincent Piazza.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Revista História Viva, ano V, nº 60. Dossiê "A Era dos Gangsters".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]