Lucy (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lucy
Pôster promocional do filme
 França
2014 •  cor •  89[1] min 
Direção Luc Besson
Produção Virginie Silla
Roteiro Luc Besson
Elenco Scarlett Johansson
Morgan Freeman
Gênero Ação
Ficção científica
Suspense
Música Éric Serra
Cinematografia Thierry Arbogast
Edição Luc Besson
Companhia(s) produtora(s) EuropaCorp
Distribuição França EuropaCorp
mundo Universal Studios
Lançamento França 6 de agosto de 2014
Portugal 21 de agosto de 2014
Brasil 28 de agosto de 2014
Idioma Inglês

Francês

Orçamento US$40 milhões[2]
Receita US$$458,773,960[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Lucy é um filme de ação e ficção científica francês de 2014 dirigido, escrito e produzido por Luc Besson com distribuição da EuropaCorp.[3] Ele foi lançado nos Estados Unidos em 25 de julho de 2014. O filme foi filmado em Taipé, Paris e Nova Iorque. É estrelado por Scarlett Johansson como o personagem-título,[4] juntamente com Morgan Freeman como o Professor Norman.[5][6] No dia 12 de novembro Lucy arrecadou mais de 400 milhões em bilheteria contra seu orçamento modesto de 40 milhões de dólares, se tornando um enorme sucesso de arrecadação.

O filme recebeu majoritariamente críticas positivas, pelo desempenho de Scarlett Johansson, os efeitos especiais e as cenas de ação, mas foi muito criticado pelo uso do "mito do uso de 10% do cérebro" e da tese de que a plena capacidade cerebral por um individuo resultaria em poderes e habilidades sobre-humanas.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme é ambientado em um mundo dominado pela máfia, gangues de rua, viciados em drogas e policiais corruptos. Lucy (Scarlett Johansson) é uma mulher americana de 25 anos que vive e estuda em Taipé, Taiwan. Lá, tempos depois, ela é obrigada a agir como "mula" de drogas de um homem com que se relacionava havia pouco mais de uma semana, e cujo empregador é um chefe da máfia coreana e senhor de drogas chamado Jang. Lucy entrega uma maleta para o Sr. Jang com uma nova droga sintética chamada CPH4. Depois de ver seu "namorado" ser morto a tiros, ela é capturada, e um saco com a tal droga é cirurgicamente implantado em seu abdômen, e em mais outras três "mulas", que também vão transportar a droga para comercialização na Europa. Enquanto Lucy está em cativeiro, um de seus raptores tenta abusar dela, o que ela prontamente recusa. Enraivecido, o homem lhe dá um soco e depois chuta seu estômago quando ela cai no chão. Após três chutes, o saco com a droga acaba por se rasgar e libera parte de seu conteúdo no corpo de Lucy. Como resultado, ela gradativamente começa a adquirir capacidades físicas e mentais cada vez mais elevadas, como telepatia, telecinese, eletrocinese, absorção instantânea de conhecimento,[7] capacidade de viagem no tempo e inclusive a opção de sentir dor ou outros desconfortos físicos[4] ou emocionais, além de outras habilidades. Logo depois de adquirir os poderes ela mata seus raptores e foge.

Ao fugir do cativeiro, Lucy pega um táxi e acaba chegando no Hospital Geral Tri-Service para que assim possam remover a bolsa de drogas de seu abdômen. O saco é removido com êxito, no entanto o médico conta a Lucy sobre o funcionamento e sobre a natureza volátil da droga, com base em uma substância que os fetos recebem durante o desenvolvimento no pré-natal, e seus efeitos colaterais destrutivos. Sentindo suas crescentes capacidades físicas e mentais cada vez maiores, Lucy retorna para o hotel do Sr. Jang, mata seus guarda-costas, e telepaticamente extrai de Jang a localização de todas as outras três mulas.

Em seu apartamento, Lucy começa a pesquisar na internet sobre sua condição e o contato de um cientista e médico conhecido como Prof. Samuel Norman (Morgan Freeman), cuja pesquisa pode ser a chave para salvá-la. Depois de Lucy falar com o professor e fornecer as provas claras de suas habilidades recém-desenvolvidas, ela voa para Paris e entra em contato com o capitão da polícia local, Pierre Del Rio, para ajudá-la a encontrar os outros três pacotes da droga restantes. Durante a viagem de avião, ela começa a se desintegrar quando suas células se desestabilizam depois de um simples gole de champanhe, o que tornou seu corpo inóspito para a reprodução celular. Somente consumindo mais CPH4 é que ela será capaz de impedir sua total desintegração. Seus poderes continuam a crescer, deixando-a capaz de incapacitar telepaticamente policiais armados e membros da quadrilha de traficantes da Coréia. Com a ajuda de Del Rio, Lucy recupera a droga e corre ao encontro do professor Norman, com quem ela se compromete a compartilhar tudo o que sabe até agora, depois que ele ressalta que o principal ponto da vida é transmitir conhecimento. Jang e a máfia também querem a droga e um tiroteio contra a polícia francesa se segue.

No laboratório da universidade onde Norman trabalha, Lucy discute a natureza do tempo e da vida e como a humanidade das pessoas distorce suas percepções. Por sua própria insistência, o conteúdo das outras três bolsas restantes é injetado nela por via venosa. Seu corpo começa, então, a se metamorfosear em uma substância negra que gradativamente se espalha sobre os computadores e todos os outros objetos do laboratório. Nesse ponto Lucy pretende transforma-los em uma forma não convencional da próxima geração de supercomputadores que irá conter todo o seu conhecimento do universo. Ela, então, começa uma viagem no espaço-tempo em direção ao passado, e acaba se encontrando com a ancestral mais antiga da humanidade, implícita a ser Lucy, e toca a ponta de seu dedo indicador com ela. Enquanto isso, no laboratório, depois de uma arma anti-tanque M136 AT4 destruir a porta de entrada do mesmo, Sr. Jang entra e aponta uma arma para a cabeça de Lucy, com a clara intenção de matá-la. Ele atira, mas em um instante antes das balas penetrar sua cabeça, Lucy atinge os 100% de sua capacidade cerebral e desaparece dentro do continuum espaço-tempo, onde ela explica que tudo que está conectado e existe só é comprovado através do tempo. Apenas as roupas dela e o estranho supercomputador preto são deixados para trás. Del Rio entra e dispara um tiro fatal em Jang. Professor Norman recebe um pen drive preto, oferecido pelo avançado supercomputador criado pelo corpo de Lucy antes desse se desintegrar em pó. Del Rio pergunta ao Professor Norman onde Lucy está. Imediatamente após a pergunta, o telefone celular de Del Rio toca e ele vê uma mensagem de texto que diz: "I AM EVERYWHERE." ("EU ESTOU EM TODA PARTE"). Após isso a voz de Lucy é ouvida dizendo: "A vida nos foi dada um bilhão de anos atrás. Agora você sabe o que fazer com ela."

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

As filmagens começaram em setembro de 2013, em Paris, em sua maior parte na Cité du Cinéma, uma nova megastudio localizado na periferia de Paris.[16]

Lucy é o segundo maior filme francês em orçamento de produção para o ano de 2013 com uma estimativa de 49 milhões de euros.[17] É também uma das maiores produções para EuropaCorp, a empresa fundada por Luc Besson em 2000.[18] De acordo com o CEO da EuropaCorp Christophe Lambert, este filme teve o maior orçamento da história dos estúdios. Ele também afirmou que Luc Besson nunca tinha colocado tantos efeitos especiais em um filme.[5]

Em 5 de setembro, as cenas foram filmadas nas falésias de Étretat, no norte da França.[19] As filmagens em Taipé, Taiwan começaram em 21 de outubro e duraram 11 dias.[20][21][22] Um dos locais filmados foi a Taipei 101, um dos arranha-céus mais altos do mundo.[15] Imagens selecionadas foram filmadas com câmeras IMAX.[23]

Em 23 de outubro, o The Hollywood Reporter afirmou que Luc Besson ficou furioso com toda a atenção da mídia que a sessão estava recebendo naquele dia.[15] Circularam rumores de que Besson estava tão frustrado com as interrupções constantes que ele considerava deixar Taipé para filmar em outro lugar. Repórteres se reuniram na cidade um dia depois que ele terminou de filmar as partes de Taiwan, Besson criticou a mídia. "Nós não queremos imagens com novos vestidos de Scarlett", disse ele. "Em algum momento eu perdi um pouco da minha concentração, porque estou preocupado com isso." "Fotografar à noite foi um pesadelo" por causa de invasões constantes de paparazzi, disse ele. Besson destacou duas agências não identificadas a partir de Hong Kong para a condenação de especial, mas rotulado como notícia incorreta relata que ele queria deixar Taiwan cedo para registrar sua desaprovação de suas ações.[24]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Em 2 de abril de 2014, o primeiro trailer de Lucy foi lançado.[25] Um trecho dos bastidores do filme foi lançado em 10 de julho.[26] Em 25 de julho, o filme estreou em 3,172 cinemas nos Estados Unidos.[27]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Lucy tem-se recebido com críticas mistas e polarizadas, com o sentimento sendo grande parte que o filme é bobo, mas divertido.[28][29][30][31] Na revisão do site Rotten Tomatoes, o filme tem uma pontuação de 66%, com base em 192 comentários, com uma avaliação média de 6 em cada 10.[32] Na revisão do Metacritic, Lucy tem uma pontuação de 61 em 100, com base em 40 comentários, indicando "críticas positivas".[33] O público ouvido pela CinemaScore deu ao filme uma qualidade C+, em uma escala de A a F.[34]

Lucy foi comparado a vários filmes; exemplos comuns incluem Akira,[35][36] 2001: A Space Odyssey, The Matrix, The Tree of Life, Transcendence, e especialmente Limitless.[37][38][39][40] Besson também comparou o filme, afirmando que ele pretendia que a primeira parte fosse como Léon: The Professional (que ele escreveu e dirigiu também), a segunda parte fosse como Inception e a terceira parte fosse como 2001: A Space Odyssey.[41] Comparando poderes de Lucy aos personagens Professor X, Doctor Who, Doctor Manhattan, Galactus, Deus de Bruce Almighty, Feiticeira Escarlate, e Tetsuo de Akira, Jordan Smith de Hollywood.com afirmou que "Lucy pode ser a personagem de filme mais poderosa já criada", mas os poderes de Tetsuo indicavam que possam corresponder aos dela.[42]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Em 27 de julho, Lucy tinha arrecadado US$44 milhões e ficou à frente dos filmes Hércules, em segundo com US$29 milhões e Dawn of the Planet of the Apes, que havia liderado as bilheterias nos dois últimos fins de semana, e terminou em terceiro com US$16,4 milhões.[43] Lucy arrecada mais de 440 milhões de doláres, cerca de onze vezes seu orçamento de 40 milhões, se tornando um extremo sucesso de bilheteria.

Sequência[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2014 numa entrevista a WonderCon, Besson foi questionado sobre a possibilidade de uma sequência de Lucy e declarou: "Com Lucy, você vai ver o final do filme. Eu não sei como podemos fazer uma sequência, mas se o filme é enorme, então eu vou pensar sobre isso".[44] Em agosto, ao promover o filme em Taipei, onde as cenas foram filmadas, Besson ainda comentou sobre a possibilidade de uma sequência: "Eu não sei como podemos fazer uma. Não foi feito para isso. Se eu encontrar algo bom o suficiente, talvez sim, mas até agora eu nem sequer pensei nisso.". Em 26 de junho de 2015, foi anunciado que uma sequência está em desenvolvimento.

Romance Gráfico[editar | editar código-fonte]

A jornalista Nikki Finke de Hollywood relatou em 26 de julho de 2014 em um post no blog dela sobre a indústria cinematográfica que: "Em agosto, o romance gráfico Lucy será lançado com quatro capítulos aparecendo online todos os dias durante uma semana"[45] Atualmente a adaptação para história em quadrinhos está disponível no site oficial do filme. A história se passa horas antes do final do filme, onde Lucy descobre novos poderes à medida que sua capacidade cerebral aumenta.

Referências

  1. «Lucy» (em inglês). AMC Theatres 
  2. a b «Lucy» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  3. Kroll, Justin (23 de março de 2014). «Universal Moves Up Scarlett Johansson's 'Lucy' to July 25» (em inglês). Variety. Consultado em 15 de junho de 2014 
  4. a b Siegel, Tatiana (25 de abril de 2013). «Scarlett Johansson to Star in Luc Besson's Latest Action Movie (Exclusive)». HollywoodReporter.com. Consultado em 15 de junho de 2014 
  5. a b Connelly, Brendon (2 de junho de 2013). «Luc Besson's Sci-Fi Superheroine Movie Lucy Will Spend EuropaCorp's Biggest Budget To Date» (em inglês). Bleedingcool.com. Consultado em 15 de junho de 2014 
  6. Sang-joon, TAE (5 de setembro de 2013). «CHOI Min-sik Will Star in Luc Besson's LUCY» (em inglês). Koreanfilm.or.kr. Consultado em 15 de junho de 2014 
  7. Giroux, Jesse (26 de abril de 2014). «Scarlett Johansson will take drugs and kick some ass in Luc Besson's Lucy» (em inglês). JoBlo.com. Consultado em 15 de junho de 2014 
  8. Carson, Tom (25 de julho de 2014). «Lucy Gives Scarlett Johansson a Role She Can Kill: Genetic Freak» (em inglês). GQ. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  9. Clark, Michael (23 de julho de 2014). «MOVIE REVIEW: Scarlett Johansson turns 'Lucy' into a tour de force» (em inglês). Gwinnett Daily Post. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  10. Serba, John (25 de julho de 2014). «'Lucy' movie review: Scarlett Johannson strong but sci-fi is weak in silly thriller» (em inglês). mlive.com. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  11. Park, Si-soo (6 de abril de 2014). «Korean stars grace Hollywood movies». The Korea Times. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  12. «Amr Waked done filming Luc Besson's 'Lucy' opposite Scarlett Johansson» (em inglês). Ahram Online. 26 de dezembro de 2013. Consultado em 27 de setembro de 2014 
  13. a b c d e f g h Li, Kevin (22 de abril de 2014). «Scarlett Johansson 'Lucy' 2014 Movie Cast & US, UK Release Dates: French Director Luch Besson Worked With Natalie Portman, Milla Jovovich, Bruce Willis» (em inglês). Latin Post. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  14. Altatis, Conviron. «'America's Next Top Model' Alum Analeigh Tipton to Star in 'Manhattan Love Story» (em inglês). Fashion Times. Consultado em 7 de agosto de 2014 
  15. a b c Brzeski, Patrick (23 de outubro de 2013). «Scarlett Johansson Begins Taiwan Shoot for Luc Besson's 'Lucy,' Causes Media Circus». The Hollywood Reporter. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  16. Keslassy, Elsa (16 de junho de 2013). «Morgan Freeman Set to Topline in 'Lucy'» (em inglês). Variety. Consultado em 15 de junho de 2014 
  17. CNC - La Production cinématographique en 2013, bilan statistique des films agréés en 2013.
  18. "Lucy" : Luc Besson casse sa tirelire pour Scarlett
  19. Étretat. Luc Besson tourne discrètement sa superproduction à Étretat « Article « 76actu. 76actu.fr (19 de setembro de 2013).
  20. Scarlett Johansson spotted shooting film in Taipei | Culture | FOCUS TAIWAN – CNA ENGLISH NEWS. Focustaiwan.tw.
  21. Taipei 101 to be featured in new Luc Besson movie | Culture | FOCUS TAIWAN – CNA ENGLISH NEWS. Focustaiwan.tw.
  22. «Scarlett Johansson filming for 'Lucy'» (em inglês). Taipei Times. 22 de outubro de 2013. Consultado em 15 de junho de 2014 
  23. «Universal Pictures and Europacorp's "Lucy" Races into International IMAX® Theaters Starting August 8». PRN Newswire (em inglês). IMAX Corporation. 8 de julho de 2014. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  24. «Luc Besson Slams 'Nightmare' Paparazzi That Plagued Scarlett Johansson» (em inglês). MovieFone. 3 de novembro de 2013. Consultado em 15 de junho de 2014 
  25. McNary, Dave (2 de abril de 2014). «Scarlett Johansson Goes Superhuman in 'Lucy' Trailer (VIDEO)» (em inglês). Variety. Consultado em 15 de junho de 2014 
  26. Cheng, Sabine; Kao, Evelyn. «Luc Besson explains why he chose Taipei to film 'Lucy'». Central News Agency (em inglês). Focus Taiwan. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  27. «Theater Counts for Week 30 of 2014» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 27 de setembro de 2014 
  28. Sims, David (25 de julho de 2014). «Is 'Lucy' Being Criticized as Dumb Because It's About Being Smart?» (em inglês). The Wire 
  29. Stiles, Nancy (27 de julho de 2014). «"Lucy" Killed "Hercules" at the Box Office» (em inglês). Complex.com. Consultado em 27 de setembro de 2014 
  30. Perez, Rodrigo (27 de julho de 2014). «Box-Office: Scarlett Johansson's 'Lucy' Beauty Outperforms Dwayne Johnson's 'Hercules' Brawn». Indiewire. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  31. Beifuss, John (25 de julho de 2014). «Movie Review: ScarJo is a SuperBeing in action thriller 'Lucy'». Memphis Commercial Appeal. Consultado em 25 de julho de 2014 
  32. «Lucy». Rotten Tomatoes. Consultado em 29 de julho de 2014 
  33. «Lucy». Metacritic. Consultado em 25 de julho de 2014 
  34. McClintock, Pamela (26 de julho de 2014). «Box Office: 'Lucy' Wows With $17.1M Friday; 'Hercules' Distant No. 2». The Hollywood Reporter. Consultado em 26 de julho de 2014 
  35. Seitz, Matt Zoller (25 de julho de 2014). «Lucy». RogerEbert.com. Consultado em 25 de julho de 2014 
  36. Toro, Gabe (23 de julho de 2014). «Review: Luc Besson's 'Lucy' Starring Scarlet Johansson And Morgan Freeman». Indiewire. Consultado em 25 de julho de 2014 
  37. Chang, Justin (23 de julho de 2014). «Film Review: 'Lucy'». Variety. Consultado em 23 de julho de 2014 
  38. DeFore, John (23 de julho de 2014). «'Lucy': Film Review». The Hollywood Reporter. Consultado em 23 de julho de 2014 
  39. Blackburn, Ralph (20 de julho de 2014). «Lucy, Limitless, Transcendence - Why the 'underused brain' is a film-makers' myth». Belfast Telegraph. Consultado em 24 de julho de 2014 
  40. Prigge, Matt (23 de julho de 2014). «Review: 'Lucy,' with Scarlett Johansson, is stupid, smart and awesome». Metro New York. Consultado em 24 de julho de 2014 
  41. Jagernauth, Kevin (28 de julho de 2014). «Luc Besson's Statement Of Intent For 'Lucy' Compares The Film To '2001,' 'Inception' & 'Leon The Professional'». Indiewire. Consultado em 29 de julho de 2014 
  42. Jordan, Smith (24 de julho de 2014). «Is 'Lucy' the Most Powerful Film Character Ever?». Hollywood.com. Consultado em 26 de julho de 2014 
  43. «Com Scarlett Johansson, "Lucy" supera "Hércules" nas bilheterias americanas». Reuters. IG. 27 de julho de 2014. Consultado em 31 de julho de 2014 
  44. Radish, Christina (24 de abril de 2014). «Director Luc Besson Talks LUCY, a Possible Sequel». Collider.com. Consultado em 26 de julho de 2014 
  45. Finke, Nikke (26 de julho de 2014). «Weekend Box Office: #1 'Lucy' $44.1M». NikkeFinke.com. Consultado em 27 de julho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]