Lucy Barreto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

[1]

Lucy Barreto (Uberlândia, Minas Gerais, 1933) é uma das mais importantes produtoras brasileiras. Com Luiz Carlos Barreto, está à frente da L.C. Barreto e Filmes do Equador, onde é a responsável pela orientação e escolha dos projetos que serão produzidos. Lucy Barreto tem um dos olhares mais experientes na produção do cinema nacional.

Seu primeiro trabalho na área cinematográfica foi como produtora de Tati, a garota (1972), de Bruno Barreto. Desde então, já produziu e coproduziu mais de 80 títulos entre longas-metragens, documentários e séries para TV.

Lucy produziu Bye Bye Brazil (1980), de Carlos Diegues, entre outros filmes. Produziu também títulos que deram prestígio aos seus dois filhos cineastas, ambos indicados ao Oscar de melhor filme estrangeiro em anos consecutivos: O quatrilho (1996),de Fábio Barreto, e O que é isso, companheiro? (1997), de Bruno Barreto.

Filmes[editar | editar código-fonte]

O primeiro filme em que trabalhou foi Os Herdeiros (1970), de Carlos Diegues.

Outros filmes que produziu e co-produziu:

Ligações externas[editar | editar código-fonte]