Ludovico Einaudi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ludovico Einaudi
Nome nativo Ludovico Einaudi
Nascimento 23 de novembro de 1955 (63 anos)
Turim
Cidadania Itália
Progenitores Pai:Giulio Einaudi
Alma mater Conservatório de Milão
Ocupação pianista, compositor, compositor de bandas sonoras
Prêmios Ordem do Mérito da República Italiana
Página oficial
http://www.ludovicoeinaudi.com
Zelt-Musik-Festival em 2016 Freiburg, Alemanha

Ludovico Einaudi (Turim, 23 de novembro de 1955) é um pianista e compositor italiano de música erudita. Depois de treinar no Conservatório de Verdi em Milão e influenciado pelo compositor Luciano Berio no início dos anos 1980, Einaudi iniciou sua carreira como compositor de música erudita e logo incorporou outros estilos e gêneros, incluindo pop, rock, world music e folk music[1]. Einaudi compôs dezenas de músicas para filmes e trailers, incluindo Intocáveis, I'm Still Here, Doctor Zhivago e Acquario em 1996, pelo qual ganhou a Grolla d'Oro por melhor trilha sonora. Ele possui vários álbuns solo de piano e orquestra, como I Giorni em 2001, Nightbook em 2009, e In a Time Lapse em 2013.

Vida e educação[editar | editar código-fonte]

Einaudi nasceu em Turim, Itália.[2] Seu pai, Giulio Einaudi, era editor de autores como Italo Calvino e Primo Levi, e seu avô, Luigi Einaudi, foi presidente da Itália entre 1948 e 1955. Sua mãe tocava piano com ele desde criança.[3] Ele começou compondo suas próprias músicas ainda adolescente, primeiro escrevendo para tocar numa folk guitar.[4] Ele iniciou seu treinamento musical no Conservatório de Verdi em Milão, ganhando um diploma em composição em 1982.[5]. No mesmo ano ele estudou com Luciano Berio e ganhou um intercâmbio escolar para o Festival de Música de Tanglewood.[6] De acordo com Einaudi, "Berio tem interesse em trabalhos musicais com vocal africano e fez alguns arranjos de músicas dos Beatles, e ele me ensinou que há uma espécie de dignidade dentro da música. Eu aprendi orquestração dele e um jeito liberal de pensar sobre música."[1][4]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Participações em filmes e na televisão[editar | editar código-fonte]

Trilhas sonoras em filmes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Sweeting, Adam (July 16, 2012). "BT River of Music: Ludovico Einaudi interview for London 2012". The Telegraph. Retrieved 01/Dez/2012
  2. "Ludovico Einaudi". IMDB. Retrieved 01/Dez/2012.
  3. "History and Mystery The Piano spheres of Ludovico Einaudi: Interview". Bluefat. Retrieved 01/Dez/2012.
  4. a b "Ludovico Einaudi". Mainly Piano. February 2010.
  5. "Ludovico Einaudi". Ponderosa Music.
  6. "Ludovico Einaudi". Chester Novello.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]