Lugol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Lugol
Alerta sobre risco à saúde[1]
Identificadores
Número CAS 7553-56-2,(iodo I2)
Propriedades
Densidade 1,12 g·cm−3[1]
Pressão de vapor 23 hPa (a 20°C)[1]
Riscos associados
Frases R R20/21, R50
Frases S -
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

O lugol ou solução de Lugol é uma solução de I2 (1%) em equilíbrio com KI (2%) em água destilada. Foi nomeada em honra ao médico francês J. G. A. Lugol. O iodeto de potássio é adicionado para aumentar a solubilidade do iodo por formação do ânion triatômico I3-.

\mathrm{2 \ I_2 + \ I^- \longrightarrow \ I_3^- + I_2 \longrightarrow \ I_5^-}

Aplicações[editar | editar código-fonte]

Este produto se emprega frequentemente como desinfetante e antisséptico, e para a desinfecção de água em emergências[2] e como conservante[3] , embora nestas aplicações, mais e mais as soluções do tipo lugol de iodo-iodeto em água são abandonadas, por apresentarem baixa quantidade de iodo livre, que é realmente o agente microbicida. Nestas aplicações, são substituídas por tinturas de iodo e soluções de iodopovidona.

É utilizado para cobrir deficiências de iodo[4] [5] [6] .

Em microbiologia, é empregado na coloração de Gram para reter o colorante violeta cristal. O I2 entra nas células e forma um complexo insolúvel em solução aquosa com o violeta cristal.

Existe nesta aplicação, variação da formulação, chamada de Lugol de Gram.

Este reativo reage com alguns polisacarídeos como os amidos, glicogênio e certas dextrinas, formando um complexo de inclusão termolábil que se caracteriza por ser colorido, dando cor diferente segundo as ramificações que apresente a molécula. Com os amidos a coloração típica é o azul escuro e com as dextrinas, o vermelho.

Também uma variação da formulação é usada em ginecologia, na prevenção de câncer ginegológico, em colposcopia, chamada lugol forte (Sol. de Schiller), esta apresentando até 5% de iodo e 10% de iodeto de potássio em água destilada, totalizando um conteúdo de 130 g por litro do elemento iodo total.

Referências

  1. a b c «Sicherheitsdatenblatt Carl Roth GmbH + Co.KG» (PDF). 
  2. Higdon, J. «"Micronutrient Information Center: Iodine," Linux Pauling Institute/Oregon State University; abril, 2003 (revised by Drake, V.J., julho, 2007)» (em inglês). Linux Pauling Institute/Oregon State University. 
  3. (em inglês). Hawkins et al., "Change in cyanobacterial biovolume due to preservation by Lugol's Iodine," Harmful Algae, Volume 4, Issue 6, pp. 1033-1043; novembro, 2005 http://dx.doi.org/10.1016/j.hal.2005.03.001.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  4. "Lugol's Solution". Drugs.com http://www.drugs.com/cons/Lugol_s_solution.html.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  5. «"Iodine"» (em inglês). Optimox.com. 
  6. «"Iodine"» (em inglês). Jcrows.com. 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre farmácia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.