Luis Carlos Medina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Medina
Informações pessoais
Nome completo Luiz Carlos Medina
Data de nasc. 23 de abril de 1990 (28 anos)
Local de nasc. Jaraguá do Sul (SC),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1,71 m
Destro
Apelido Herói do dérbi do século.[1]
Informações profissionais
Clube atual Brasil Náutico
Posição Lateral-direito e meia
Clubes de juventude
2006
2007–2009
Brasil Juventus de Jaraguá
Brasil Avaí
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2010
2010
2011
2011
2011
2012–2013
2013
2014
2016
2017
2018–
Brasil Avaí
Brasil ASA (emp.)
Brasil Avaí
Brasil Ituano (emp.)
Brasil Chapecoense (emp.)
Brasil Guarani (emp.)
Brasil Mirassol (emp.)
Brasil Guarani
Brasil União Barbarense
México Potros UAEM
Brasil Náutico
00054 000(7)
00012 000(2)
00002 000(0)
00005 000(0)
00009 000(1)
00032 000(4)
00002 000(1)
00015 000(1)
00007 000(1)
00018 000(3)
00011 000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de abril de 2018.

Luiz Carlos Medina, mais conhecido como Medina (Jaraguá do Sul, 23 de abril de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como lateral-direito e meia. Atualmente defende o Náutico.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Antes mesmo de ingressar nas categorias de base de um clube de futebol, Medina já treinava na escolinha do professor Gomez, que é um projeto que trabalha jovens da região da cidade de Guaramirim com apoio da prefeitura municipal. Lá Medina iniciou a treinar com apenas seis anos de idade e permaneceu até os dezesseis.[2]

Juventus-SC[editar | editar código-fonte]

Medina iniciou a sua carreira em um clube de futebol em 2006, atuando nas categorias de base do Juventus de Jaraguá de sua cidade natal. No clube grená disputou a SC Cup sub-16, competição da categoria organizada pela Federação Catarinense de Futebol com clubes de todo o Brasil, aonde chamou a atenção do Avaí.[3]

Avaí[editar | editar código-fonte]

Já no ano de 2007, foi contratado pelo clube da capital. Disputou o ano nas categorias de base e, em 2008, começou a ser aproveitado no time principal.

Junto com o time base do Avaí, fez uma grande campanha na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2009 quando o clube terminou em 3º lugar, sendo desclassificado na semifinal pelo campeão Corinthians, e Medina anotou três gols ao todo na competição.

Seu grande destaque veio no ano de 2009, Medina foi um dos pontos fortes do time do Avaí na conquista do Campeonato Catarinense.

O primeiro empresário de Medina foi o ídolo brasileiro do futsal, Falcão[4] que chegou a anunciar a contratação da revelação Avaiana pelo Santos em abril de 2009,[5] anuncio este desmentido pelo presidente do Avaí João Nílson Zunino.[6] Outro clube que demonstrou interesse em contar com o futebol de Medina foi o Vasco da Gama.[7]

No jogo de abertura do Campeonato Catarinense de 2010 em que o Avaí venceu o Brusque por 3 a 0,[8] Medina anotou o seu primeiro gol como profissional.[9] Foi o segundo gol do time e ocorreu aos 33 minutos do primeiro tempo.

ASA[editar | editar código-fonte]

Na segunda metade de 2010, após 2 partidas disputadas pelo Avaí na Copa Sub-23, Medina é anunciado como reforço do ASA de Arapiraca, por empréstimo, para a continuação da disputa da Série B.[10][11][12]

Durante três meses na equipe alagoana, o jogador atuou em várias partidas e recuperou rápido o ritmo de jogo. Jovem e com muita disposição, Medina chamou a atenção do técnico pela velocidade em campo, integração com a equipe e belas jogadas. Com o encerramento da Série B do Campeonato Brasileiro de 2010, o jogador voltou para Santa Catarina ao Avaí.

Retorno ao Avaí[editar | editar código-fonte]

Após sua passagem por empréstimo ao ASA, Medina retornou ao clube que detém os seus direitos e,no ano de 2011, atuou em apenas duas partidas válidas pelo Campeonato Catarinense. Logo após, foi emprestado ao Ituano para a disputa do Campeonato Paulista.[13][14]

Paulista[editar | editar código-fonte]

No Paulista Medina foi apresentado no dia 11 de fevereiro e, já no dia 13 de fevereiro, fez sua estreia pelo time ao substituir Leomir aos 28 minutos do segundo tempo do jogo contra o Bragantino em Bragança Paulista, em que o time da casa venceu por 2 a 1.[15]

A campanha do Ituano ao final do estadual, não foi das melhores. O time só conseguiu se livrar do rebaixamento, na última rodada.[16] Ao final do empréstimo, o Ituano chegou a tentar estender o empréstimo do jogador, mas foi em vão e Medina retornou para o Avaí.[17][18]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Ainda no ano de 2011, sem nem sequer atuar pelo seu clube, Medina foi novamente emprestado para a Chapecoense para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C.[19][20] Sua estreia no time do oeste catarinense, foi num amistoso contra o Juventude em Caxias do Sul em que a Chapecoense saiu vitoriosa por 3 a 1 e Medina marcou um dos gols da equipe.[21][22] Na estreia de Medina e da Chapecoense no Campeonato Brasileiro da Série C, o time empatou fora de casa contra o Caxias em 2 a 2.[23] O jogo contou com a presença ilustre do treinador Luiz Felipe Scolari.[24] No fim da competição, a Chapecoense não conseguiu o tão sonhado acesso à Série B e Medina retornou ao Avaí após o término do empréstimo.[25]

Guarani[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2012, Medina acertou sua transferência por empréstimo até agosto ao Guarani. A contratação foi para o jogador reforçar o time na continuação do Campeonato Paulista e também na Copa do Brasil.[26][27] No dia 7 de março, o Guarani foi jogar no Estádio Boca do Jacaré, em Taguatinga, pela primeira fase da Copa do Brasil com o time reserva, Medina estreou pelo clube como titular e atuou durante toda a partida.[28] Já a sua estreia no Paulistão, foi no dia 10 de março, quando o Bugre enfrentou o Corinthians no Pacaembu e empatou em 1 a 1. Medina substituiu o companheiro de equipe Wellington Monteiro aos 32 minutos do segundo tempo.[29]

Mas o melhor ainda estava por vir, e foi no dia 29 de abril de 2012 quando o Bugre foi disputar a semifinal do estadual contra o seu arquirrival Ponte Preta em seu estádio, no famoso Derby Campineiro. O Guarani estava empatando em 1 a 1 quando, aos 23 e aos 41 minutos do segundo tempo, Medina anotou os dois gols da vitória e da classificação à final[1][30] e ficou conhecido como o "Herói do dérbi do século".[1] Na finais o Guarani encontrou um adversário muito difícil e perdeu os dois jogos por 3 a 0[31] e 4 a 2 para o Santos de Neymar e Paulo Henrique Ganso.[32]

Com a boa campanha do time e de Medina no Paulistão, o Guarani renovou o vínculo de empréstimo com o jogador junto ao Avaí até o fim da temporada para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B.[33] Seu primeiro gol na competição pelo Bugre veio no dia 2 de junho de 2012 pela 4ª rodada do campeonato, na vitória sobre o Ceará por 4 a 1 no Brinco de Ouro.[34][35] Ao final da competição, o Bugre não repetiu a boa campanha do Paulistão e foi rebaixado à Série C de 2013.[36]

O início da temporada de 2013 para Medina não foi bom, pois em um treinamento da pré-temporada do Bugre em uma dividida com um companheiro de equipe, o jogador contundiu o joelho direito ficando de fora dos treinamentos por quatro semanas e das primeiras rodadas do Campeonato Paulista.[37]

Foi dispensado no dia 20 de fevereiro de 2013, quando o jogador foi informado que não fazia mais parte dos planos do time campineiro, sem nem mesmo dispuar uma única partida pelo time no ano.[38] [39][40]

Mirassol[editar | editar código-fonte]

No dia 25 de fevereiro de 2013, Medina é anunciado como reforço do Mirassol, para a sequência do Campeonato Paulista, por empréstimo até o mês de maio.[41][42]

Medina fez sua estreia pelo Mirassol no dia 27 de março de 2013, na vitória por 6 a 2 sobre o Palmeiras no Estádio Municipal José Maria de Campos Maia, no jogo válido pela 15ª Rodada do Paulistão.[43] E não foi apenas a vitória que marcou a estreia do jogador, mas também o gol marcado aos 43 minutos do primeiro tempo, o quinto do time. Neste partida Medina entrou substituindo o seu companheiro de equipe André Luís, aos 26 minutos de jogo.[44]

Em sua segunda partida pelo Mirassol, Medina se contundiu aos cinco minutos do primeito tempo da partida contra o Penapolense pela 16ª Rodada do Paulistão. O jogador sentiu um problema no joelho e não pode mais ser aproveitado pelo clube na competição.[45] Após ser submetido a uma cirurgia, Medina iniciou os trabalhos de recuperação e de decidir o seu futuro, com a intenção do jogador de retornar ao Guarani para ajudar o time no Campeonato Brasileiro da Série C.[46][47]

Retorno ao Guarani[editar | editar código-fonte]

Após a grave lesão que sofreu no joelho quando atuava pelo Mirassol que o deixou seis meses parado, Medina retornou ao Guarani para reforçar o time na Série A2 do Campeonato Paulista de 2014. Seu retorno foi anunciado no dia 24 de setembro de 2013.[48][49][50] Sua reestreia pelo time aconteceu no dia 26 de janeiro, quando o Guarani saiu derrotado para o Velo Clube por 3 a 1.[51][52]

No mesmo dia em que Medina marcou o seu primeiro gol no retorno ao Guarani, o jogador deu entrevista em tom de despedida.[53] Este jogo aconteceu no dia 9 de abril e marcou a desclassificação do time da Copa do Brasil, ao perder em casa por 2 a 1 para o Santa Rita.[53][54] Um dia depois Medina confirmou sua saída do clube, alegando que precisava de uma "mudança de ares".[55]

União Barbarense[editar | editar código-fonte]

Após a eliminação do Guarani na Série A2 do Campeonato Paulista de 2014 Medina permaneceu inativo até o início de 2016, quando foi contratado pelo União Barbarense.[56] No clube de Santa Bárbara d'Oeste ele continuou sofrendo com contusões,[57] finalizando o ano com apenas sete partidas disputadas e um gol anotado, gol este anotado aos 44 minutos do segundo tempo do jogo em que o Barbarense foi derrotado em casa pelo Barretos por 2 a 1.[58]

XV de Piracicaba[editar | editar código-fonte]

Logo após a saída do clube anterior, ainda na metade de 2016, Medina tentou acertar sua ida para o XV de Piracicaba, mas impedido devido a uma punição por doping, da qual levaria um gancho de 4 anos fora do futebol.[59] Após recurso os advogados do jogador conseguiram diminuir a pena e Medina ficaria livre para atuar pelo XV no ano de 2017.[60] Mas não foi o que aconteceu e o jogador acabou acertando com o futebol Mexicano.[61]

Potros UAEM[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira experiência em um clube internacional, no Potros UAEM do México, Medina teve uma estreia espetacular. Os Potros venceram o Lobos BUAP por 4 a 1, pela Liga de Ascenso Clausura 2017 e medina marcou o segundo gol do time aos 16 minutos de jogo.[62][63] Ao final da competição a equipe terminou no quinto lugar geral, chegando até disputa das quartas de final.

Ao todo Medina atuaou 18 vezes pelo Potros e marcou 3 gols, jogos estes válidos pela Liga de Ascenso e pela Copa México. Ao fim da temporada o jogador deixou o clube mexicano para retornar ao Brasil.

Náutico[editar | editar código-fonte]

Para a temporada de 2018 Medina foi cogitado a retornar para o Guarani, aonde se destacou em 2012 por marcar dois gols no jogo que ficou conhecido como o dérbi do século.[1] Apesar de a diretoria do bugre achar uma boa oportunidade para promover o clássico que aconteceria pela Série B, uma vez que a rival Ponte Preta foi rebaixada no Brasileiro do ano anterior,[64][65] sua contratação não passou pela aprovação do treinador Fernando Diniz e a negociação foi encerrada.

Foi aí que o Náutico entrou na jogada, uma vez que após o seu rebaixamento para a Série C de 2018, o clube adotou a estratégia de contar com atletas ditos "versáteis" para a disputa ao longo do ano. Medina foi anunciado como reforço do clube de Recife no dia 21 de dezembro de 2017.[66][67]

No dia 8 de abril de 2018 o Náutico sagrou-se Campeão Pernambucano após 14 anos de jejum. O título veio após uma disputa com o Central em que o Timbú empatou fora de casa por 0 a 0 e venceu em casa por 2 a 1, mas Medina não atuou em nenhuma das duas partidas.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Avaí
Náutico

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 15 de janeiro de 2013.

Clube Ano Jogos Gols
Brasil Avaí 2009 27 0
Brasil Avaí 2010 27 7
Brasil Avaí 2011 2 0
Brasil Guarani 2012 32 4
Brasil Guarani 2013 0 0

Referências

  1. a b c d «Herói do dérbi, Medina lembra frio na barriga ao substituir ídolo Fumagalli». globoesporte.com. 29 de abril de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  2. «Medina visita escolinha onde foi revelado e dá palestra a jovens de Guaramirim». Diário Catarinense. 18 de dezembro de 2012. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  3. «Falcão firma parceria com Juventus, de Santa Catarina». IG. 14 de março de 2009. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  4. «Medina renova com Avaí até 2012». globoesporte.com. 24 de agosto de 2009. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  5. «Falcão afirma que está tudo acertado entre Medina e Santos». ClicRBS. 7 de abril de 2009. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  6. «Presidente do Avaí garante permanência do prodígio Medina». ClicRBS. 9 de abril de 2009. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  7. «Vasco estaria interessado em lateral Medina, do Avaí». Super Vasco. 15 de agosto de 2009. Consultado em 19 de junho de 2012. 
  8. «Avaí faz 3 a 0 no Brusque pela primeira rodada do Campeonato Catarinense». ClicRBS. 17 de janeiro de 2010. Consultado em 25 de janeiro de 2010. 
  9. «Para Medina, vitória do Avaí sobre o Brusque foi na base da garra e vontade». ClicRBS. 18 de janeiro de 2010. Consultado em 25 de janeiro de 2010. 
  10. ClicRBS - Medina deixa o Avaí e vai para o ASA/AL
  11. «Medina deixa o Avaí e vai para o ASA/AL». Diário Catarinense. 21 de setembro de 2010. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  12. «Lateral Medina e colombiano Palácios chegam ao ASA». Cada Minuto. 21 de setembro de 2010. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  13. «Avaí empresta quatro jogadores». Diário Catarinense. 9 de fevereiro de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  14. «Rafael e Medina são emprestados». Futebol na rede. 11 de fevereiro de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  15. «Bragantino 2-1 Ituano». Ogol. 13 de fevereiro de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  16. «Ituano rebaixa Noroeste e permanece na A-1 com ajuda da Portuguesa». Terra. 17 de abril de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  17. «Situação de Victor Hugo, Medina e Renan Oliveira». Info Esporte. 23 de abril de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  18. «Medina se reapresenta nesta terça ao Avaí». Ogol. 26 de abril de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2012. 
  19. «Medina e Rodrigo Thiesen são os novos reforços do Verdão». Futebol SC. 27 de maio de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  20. «Avaí empresta volante Rodrigo Thiesen e lateral Medina para a Chapecoense». ClicRBS. 27 de maio de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  21. «Juventude sofre a primeira derrota na preparação para a Série D». ClicRBS. 2 de julho de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  22. «Série D: Juventude é derrotado em jogo-treino pela Chapecoense». Info Esporte. 3 de julho de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  23. «Com gol de pênalti, Chape empata na estreia contra o Caxias». Futebol SC. 17 de julho de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  24. «Marcos Denner dá no fim vitória ao Brasil-RS, e Caxias cede empate». globoesporte.com. 17 de julho de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  25. «Chapecoense começa a pensar em 2012 e confirma dispensas». Futebol Interior. 21 de outubro de 2011. Consultado em 21 de janeiro de 2013. 
  26. «Guarani contrata lateral direito Medina, ex-Avaí». Placar. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  27. «Recém-chegado ao Guarani, Medina quer aproveitar chance para se firmar». Globoesporte.com. 6 de março de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  28. «Brasiliense 2 x 0 Guarani - Jacaré sai na frente na estreia de Barbieri». Futebol Interior. 7 de março de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  29. «Corinthians reserva empata com Guarani, mas segue isolado na ponta». Terra Networks. 10 de março de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  30. «Decisivos, 'baixinhos' do Bugre são os melhores do dérbi. Veja as notas». Globoesporte.com. 29 de abril de 2012. Consultado em 29 de janeiro de 2013. 
  31. «Santos atropela Guarani por 3 a 0 e fica perto do tri do Paulistão». Estadão. 6 de maio de 2012. Consultado em 21 de maio de 2012. 
  32. «Santos de Neymar vence, iguala tri de time de Pelé e entra para a história». Globoesporte.com. 13 de maio de 2012. Consultado em 21 de maio de 2012. 
  33. «Guarani encaminha renovação com Medina e Domingos para Série B». Futebol Interior. 1 de maio de 2012. Consultado em 14 de junho de 2012. 
  34. «Guarani goleia o Ceará e ganha a primeira na Série B». Hoje em Dia. 2 de junho de 2012. Consultado em 14 de junho de 2012. 
  35. «No Guarani, Medina quer manter desempenho na Série B do Brasileiro». Jogo Limpo. 6 de junho de 2012. Consultado em 14 de junho de 2012. 
  36. «São Caetano vence, mas não leva o acesso e rebaixa Guarani à Série C». Globoesporte.com. 24 de novembro de 2012. Consultado em 26 de novembro de 2012. 
  37. «Lesão no joelho de Medina é confirmada e ele desfalca o Bugre no começo do estadual». AV Assessoria de Imprensa. 15 de janeiro de 2013. Consultado em 15 de janeiro de 2013. 
  38. «Medina é dispensado no Guarani e Fernando Gaúcho pode estrear». Futebol Interior. 20 de fevereiro de 2013. Consultado em 20 de fevereiro de 2013. 
  39. «Herói do dérbi do século, Medina é dispensado pela diretoria do Bugre». Globoesporte.com. 20 de fevereiro de 2013. Consultado em 21 de fevereiro de 2013. 
  40. «Medina fica surpreso com saída do Guarani, mas espera voltar no futuro». Globoesporte.com. 21 de fevereiro de 2013. Consultado em 21 de fevereiro de 2013. 
  41. «Mirassol monta filial do Guarani com a contratação de Medina». Diário Web. 26 de fevereiro de 2013. Consultado em 4 de março de 2013. 
  42. «Mirassol FC supera campanha de 2012 e contrata lateral direito Medina». Mirassol. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 4 de março de 2013. 
  43. «Em novo vexame, Verdão leva seis em um tempo e perde para Mirassol». Globoesporte.com. 27 de março de 2013. Consultado em 28 de março de 2013. 
  44. «Mirassol 6 x 2 Palmeiras». Globoesporte.com. 27 de março de 2013. Consultado em 28 de março de 2013. 
  45. «Paulistão: Por contusão, o ala do Mirassol Medina retorna a Campinas». Futebol Interior. 5 de abril de 2013. Consultado em 9 de abril de 2013. 
  46. «Lateral jaraguaense Medina em reta final de recuperação». Avante Esportes. 24 de julho de 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013. 
  47. «Perto do retorno, Medina vibra com a invencibilidade do Guarani na Série C». Guarani Social Clube. 19 de agosto de 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013. 
  48. «Herói do dérbi de 2012 reforça o Guarani na reta final». Terra Networks. 24 de setembro de 2013. Consultado em 27 de setembro de 2013. 
  49. «Medina convoca a torcida para domingo e revela sonho de jogar nesta fase decisiva da Série C». Guarani FC. 26 de setembro de 2013. Consultado em 27 de setembro de 2013. 
  50. «Lateral-direito Medina acerta sua permanência no Guarani até o final da Série A2». AV Acessoria de Imprensa. 12 de dezembro de 2013. Consultado em 13 de dezembro de 2013. 
  51. «Velo Clube vs. Guarani 3 - 1». Soccer Way. 26 de janeiro de 2014. Consultado em 5 de fevereiro de 2014. 
  52. «Velo Clube 3x1 Guarani». globoesporte.com. 26 de janeiro de 2014. Consultado em 5 de fevereiro de 2014. 
  53. a b «Sem clima, herói do dérbi do século coloca fim à passagem pelo Guarani». globoesporte.com. 9 de abril de 2014. Consultado em 10 de abril de 2014. 
  54. «Guarani perde para Santa Rita-AL e está eliminado da Copa do Brasil». Gazeta Esportiva. 9 de abril de 2014. Consultado em 10 de abril de 2014. 
  55. «Medina justifica saída do Guarani». Lancenet!. 24 de abril de 2014. Consultado em 5 de maio de 2014. 
  56. «Ex-Guarani, Medina faz acordo para defender o União Barbarense na A2». globoesporte.com. 19 de janeiro de 2016. Consultado em 16 de dezembro de 2016. 
  57. «Barbarense corre o risco de perder Medina para sequência da Série A2». globoesporte.com. 24 de março de 2016. Consultado em 16 de dezembro de 2016. 
  58. «União Barbarense 1 x 2 Barretos - Agora o líder é outro!». Futebol Interior. 1 de março de 2016. Consultado em 16 de dezembro de 2016. 
  59. «Medina é suspenso por 4 anos após doping; decisão mela acerto com XV». globoesporte.com. 11 de julho de 2016. Consultado em 16 de dezembro de 2016. 
  60. «Medina tem pena por doping reduzida e fica livre para jogar pelo XV em 2017». globoesporte.com. 14 de dezembro de 2016. Consultado em 16 de dezembro de 2016. 
  61. «XV libera Medina para time mexicano e terá compensação financeira futura». globoesporte.com. 6 de janeiro de 2017. Consultado em 30 de janeiro de 2017. 
  62. «Potros UAEM 4-1 Lobos BUAP». Ogol. 20 de janeiro de 2017. Consultado em 30 de janeiro de 2017. 
  63. «Potros vence 4-1 a Lobos y da gran salto en Ascenso MX» (em espanhol). Terra. 20 de janeiro de 2017. Consultado em 21 de março de 2017. 
  64. «Possível retorno de Medina dá novo ânimo ao marketing do Guarani, mas acordo depende do treinador». Soderbi.com.br. 10 de dezembro de 2017. Consultado em 22 de dezembro de 2017. 
  65. «Paulista A2: Herói do dérbi de 2012, Medina negocia retorno ao Guarani». Futebol Interior. 10 de dezembro de 2017. Consultado em 22 de dezembro de 2017. 
  66. «Com intenção de contar com peças versáteis, Náutico anuncia "curinga" Medina». globoesporte.com. 21 de dezembro de 2017. Consultado em 22 de dezembro de 2017. 
  67. «Pernambucano: Náutico frustra Guarani e acerta com Medina». Futebol Interior. 21 de dezembro de 2017. Consultado em 22 de dezembro de 2017. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.