Luis Leão de Carvalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luiz Carvalho
Luiz Carvalho (Grêmio, c. 1940).jpg
Informações pessoais
Nome completo Luiz Leão de Carvalho
Data de nasc. 1 de novembro de 1907
Local de nasc. Cachoeira do Sul,
Nacionalidade  brasileiro
Falecido em 17 de janeiro de 1985 (77 anos)
Local da morte Porto Alegre
Apelido Rei da Virada
El Maestro
Informações profissionais
Período em atividade Futebolista
Treinador
Dirigente
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
*
*
*
Brasil Grêmio
Brasil Botafogo
Brasil Vasco
 ????? 160
Seleção nacional
década de 1930 Brasil Brasil
Times/Equipas que treinou

Luíz Leão de Carvalho (Cachoeira do Sul, 1 de novembro de 1907Porto Alegre, 17 de janeiro de 1985) foi um futebolista, treinador de futebol e dirigente esportivo brasileiro.

Conhecido por Luiz Carvalho (Luiz de Carvalho para a imprensa carioca), ou pelas alcunhas de "Rei da Virada" (girava o corpo rapidamente, sempre com a bola no pé e surpreendendo o adversário) e "El Maestro" (devido ao gol que marcou, em 1940, na grande vitória do Grêmio contra o Club Atlético Independiente da Argentina).[1]

É ídolo da torcida do tricolor gaúcho, sendo o maior artilheiro em Grenal (17 gols) e esta entre os 10 maiores artilheiros do clube, com 160 gols (na quinta posição).[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira aos dezesseis anos no Grêmio Football Porto Alegrense e ajudou o clube a conquistar 12 títulos nas décadas de 1920 e 1930, entre eles, dois campeonatos gaúchos: 1926 e 1931, além de vários títulos do Campeonato Citadino de Porto Alegre.[1][3]

Em meados da década de 1930, transferiu-se para o futebol carioca, jogando no Botafogo de Futebol e Regatas e no Club de Regatas Vasco da Gama. Sua contratação para o Vasco foi na forma de "jogada de marketing" (talvez a primeira vez que explorou-se a imagem de um jogador de futebol). Os produtores de vinho do Rio Grande do Sul, com a intenção de aumentar o volume de vendas no mercado carioca, ofereceram de graça e com salários pagos o jogador ao Vasco e como a esmagadora maioria dos portugueses, apreciadores da bebida, eram vascaínos, associaram a imagem do jogador ao produto. Se os lucros dos produtores foram satisfatórios, não se sabe, porém, Luiz Carvalho acumulou mais dois títulos no seu currículo: os estaduais de 1934 e 1936 pelo Vasco da Gama. Também é deste período, suas convocações para a Seleção Brasileira de Futebol.

Após a sua aposentadoria, no início da década de 1940, ainda trabalhou como treinador de futebol. Mais tarde, virou membro da diretoria do Grêmio e em 1974, assumiu a presidência do clube para o biênio 1974-1975.[1]

Homenagem[editar | editar código-fonte]

Falecido em 1985, em julho de 2014 foi homenageado, pois o CT do Grêmio, construído no bairro Humaitá, foi batizado de Centro de Treinamento Luiz Carvalho.[1]

Referências

  1. a b c d Novo CT do Grêmio levará nome de ídolo Luiz Carvalho, o "Rei da Virada", Globo Esporte, consultado em 12 de setembro de 2014 
  2. Grêmio 110 anos: clube nasce de gol 'anônimo' e vira fábrica de artilheiros Portal Globo Esporte - acessado em 17 de fevereiro de 2015
  3. Túnel do tempo Todo Dia de Cláudio Giória - acessado em 17 de fevereiro de 2015
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.