Luison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Representação de um Luison.

O Luison ou Lobizón (em espanhol) é uma criatura da mitologia guarani, detentora do poder sobre a morte.[1] É conhecido na região Amazônica, bem como no norte de Mato Grosso, e outros países, como o Peru, Bolívia e Paraguai. Acredita-se que seja semelhante a um lobo sul-americano ou a um macaco de olhos vermelhos, com barbatanas de peixe e um enorme falo (de anta). Seu nome é derivado do nome de outra criatura mitológica similar, o lobisomem.

Também conhecido pelos nomes de Luisito, Juicho e Luisõ, é descrito como o sétimo e último filho varão de Tau e Keraná, sobre quem caiu uma maldição transmitida por seus progenitores: nas noites de lua cheia de sexta-feira e/ou terça-feira, o indivíduo se transformava em uma criatura com metade das características de um cachorro muito grande e um homem (outras vezes, também, possuía as características de um porco). A origem do mito é incerta.

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • (em castelhano) MICÓ, Tomás L.. Luisón (Luisõ). Mitos y leyendas del Paraguay. Acesso em 21 de dezembro de 2012.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.