Luiz Antônio Marcuschi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luiz Antônio Marcuschi
Nascimento 15 de maio de 1946
Guaporé
Morte 6 de setembro de 2016 (70 anos)
Recife
Cidadania Brasil
Alma mater Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Universidade de Erlangen-Nuremberga, Universidade de Friburgo
Ocupação linguista, professor universitário
Empregador Universidade Federal de Pernambuco

Luiz Antônio Marcuschi (Guaporé, 15 de maio de 1946 - Recife, 6 de setembro de 2016) foi um linguista e professor universitário brasileiro conhecido especialmente por seus trabalhos sobre linguística textual, gêneros textuais e análise da conversação.[1][2]

Era formado em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, doutor pela Universidade de Erlangen-Nuremberga e pós-doutor pela Universidade de Friburgo.[3][4] Desenvolveu a maior parte de sua carreira no o Departamento de Letras da Universidade Federal de Pernambuco, tendo sido considerado "um dos maiores linguistas brasileiros da atualidade".[1]

Bibliografia selecionada[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

  • Lingüística de Texto: o que é e como se faz?. Recife: UFPE, 1983.
  • Análise da Conversação. São Paulo: Ática, 1986.
  • Da Fala para a Escrita: Atividades de Retextualização. São Paulo: Cortez, 2001..
  • Hipertexto e Gêneros Digitais: Novas Formas de Construção de Sentido. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004. Organizado com Antônio Carlos Xavier.
  • Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2008.

Capítulos e artigos[editar | editar código-fonte]

  • A Ação dos Verbos Introdutores de Opinião. Intercom, São Paulo, v. XIV, n.64, p. 74-93, 1991.
  • O Hipertexto como um novo espaço de escrita em sala de aula. Linguagem & Ensino (UCPel), Pelotas - RS, v. 4, n.1, p. 79-112, 2001.
  • Letramento e oralidade no contexto das práticas sociais e eventos comunicativos. In: Signorini, Inês (org.). Investigando a Relação Oral/Escrito e as Teorias do Letramento. Campinas: Mercado de Letras, 2001
  • Compreensão de Texto: Algumas Reflexões. In: Dionísio, Ângela Paiva; Bezerra, Maria Auxiliadora (org.). O Livro Didático de Português. Múltiplos Olhares. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2001.
  • Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: Dionísio, Ângela Paiva; Machado, Anna Rachel; Bezerra, Maria Auxiliadora (org.). Gêneros Textuais & Ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002.
  • A questão do suporte dos gêneros textuais. DLCV. Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas (UFPB), João Pessoa, v. I, n.1, p. 9-40, 2003.
  • Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: Marcuschi, Luiz Antônio; Xavier, Antônio Carlos (org.). Hipertexto e Gêneros Digitais. Rio de Janeiro: Lucerna, 2004.
  • Gêneros textuais: Configuração, dinamicidade e circulação. In: Karwoski, A. M.; Gaydeczka, B.; Brito, K. S. (org.). Gêneros textuais: Reflexões e Ensino. União da Vitória: Kaygangue, 2005.

Referências

  1. a b «Morre o professor Luiz Antonio Marcuschi». Jornal do Commercio. 7 de setembro de 2016. Consultado em 9 de fevereiro de 2019 
  2. «Luiz Antônio Marcuschi». Espaço Ciência – Museu Interativo de Ciência de Pernambuco. 13 de maio de 2019. Consultado em 26 de dezembro de 2019 
  3. «Luiz Antônio Marcuschi». Blog da Parábola Editorial. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  4. «Marcuschi, Luiz Antônio». Livraria Cultura. Consultado em 8 de fevereiro de 2019