Luiz Antônio de Souza Soares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luiz Antônio
Informações pessoais
Nome completo Luiz Antônio de Souza Soares
Data de nasc. 11 de março de 1991 (30 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,84 m
destro
Apelido Pequeno Michael[1]
Camelo Cansado[2]
Informações profissionais
Clube atual Ajman
Número 88
Posição volante
Clubes de juventude
2003–2011 Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes
2011–2017
2016
2016
2017
2018
2018–2019
2019–2020
2021–
Flamengo
Sport (emp.)
Bahia (emp.)
Chapecoense (emp.)
Chapecoense
Al Shabab
Baniyas
Ajman
Seleção nacional
2010
2010–2011
Brasil Sub-19
Brasil Sub-20

Luiz Antônio de Souza Soares, mais conhecido apenas como Luiz Antônio (Rio de Janeiro, 11 de março de 1991), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga no Ajman, dos Emirados Árabes.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Luiz Antônio chegou nas categorias de base do Flamengo em 2003.

Foi relacionado para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2010.[3] Integrou o elenco Sub-23 do clube na Copa Sub-23 de 2010.

2011[editar | editar código-fonte]

Em 2011, ganhou as primeiras oportunidades no elenco principal rubro-negro. Com bom passe e dribles curtos, características adquiridas quando ele jogava futsal, agradou o treinador Vanderlei Luxemburgo nos treinamentos.[4] Começou a ganhar mais espaço depois das más atuações de Fernando e da séria contusão do chileno Maldonado.[5] Estreou profissionalmente usando a camisa de número 38 no empate de 0 a 0 com o Botafogo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2011. Esteve presente no jogo épico Santos 4–5 Flamengo, na Vila Belmiro: os rubro-negros perdiam de 3 a 0, mas a reação começou dos seus pés, que cruzou para Ronaldinho marcar o primeiro gol carioca na vitória de virada por 5 a 4. Após se destacar, renovou seu contrato, que se encerraria em setembro de 2012, até 2016.[6] Foi titular em algumas partidas do Campeonato Brasileiro daquele ano até que após uma grave contusão no ombro direito, Luiz Antônio operou e teve previsão de volta só para o início de 2012.[7] Luiz Antônio treinou durante todo o mês de dezembro para se preparar fisicamente e começar o ano de 2012 já podendo treinar com o restante do elenco.[8]

2012[editar | editar código-fonte]

Marcou seu primeiro gol como profissional na sua primeira partida no ano de 2012, na derrota por 2 a 1 para o Real Potosí da Bolívia em partida válida pela Copa Libertadores da América, nesta partida o volante teve índice expressivo de acerto de passes.[9] Em 12 de março de 2012, foi anunciada a numeração fixa do Flamengo para a temporada e Luiz Antônio ficou com a camisa de número 7.[10] No dia 16 de maio de 2012, a numeração fixa foi alterada e Luiz Antônio perdeu a camisa 7 para a Ibson, passando a usar a camisa 8.[11] Seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro foi na vitória de 3 a 1 do Flamengo sobre o Coritiba; Luiz Antônio fez o segundo gol da partida.[12]

2013[editar | editar código-fonte]

Sem muitas oportunidades com Dorival Júnior na Taça Guanabara, Luiz Antônio começou a ganhar mais oportunidades na Taça Rio com a chegada do novo treinador Jorginho. Foi titular pela primeira vez no ano, atuando improvisado na lateral-direita, na vitória de 2 a 1 sobre o Bangu em partida válida pela Taça Rio.[13] Em julho o atleta assinou uma procuração autorização seu agente Francisco Dambrós a negociá-lo com qualquer time da Europa até o fim da janela de transferências. Na ocasião, após ter descoberto que havia sido apelidado de "Camelo Cansado" por alguns membros do departamento de futebol, pelo fato de não voltar para marcar quando perde a bola, o jogador ficou insatisfeito, e procurou através de seu agente, alguma maneira de deixar o clube. Este fato só foi revelado em março de 2014 pelo próprio Francisco Dambrós. No dia 21 de agosto foi marcado pelo espetacular chapéu que levou de Éverton Ribeiro, no jogo contra o Cruzeiro. Na final da Copa do Brasil, após a vitória sobre o Atlético Paranaense, Luiz Antônio foi eleito o melhor jogador da final, merecendo destaque pela sua boa atuação na partida.[14]

2014[editar | editar código-fonte]

O jogador começou o ano distante dos gramados. Após entrar com ação na 16ª vara do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), contra o Flamengo, por supostas dívidas trabalhistas não pagas pelo clube, mas o clube negou que estivesse devendo algo para o volante.[15] Devido isso, surgiram muitas especulações de que o provável destino do jogador seria o Porto, de Portugal. Mesmo tendo um vínculo com o Flamengo, o volante não se reapresentou ao elenco.No primeiro dia de audiência, a Justiça acabou adiando a audiência para o dia 2 de setembro, e assim o jogador segue no Flamengo. Mas, Luiz Antônio disse que seguia sem treinar pelo clube, pois anda jogando muito mal e deixando a desejar em todos os aspectos.[16] O volante tentou antecipar a audiência, mas acabou perdendo nessa tentativa.[17] Perdeu em todas investidas que ingressou na justiça contra o Flamengo, deixando a perceber que foi totalmente iludido pela ganância, típico de jogadores que se acham acima da instituição no qual trabalha. Mas no dia 5 de março, Luiz Antônio e o Flamengo chegaram ao acordo e o volante vai romper com o seu empresário e sendo assim reintegrado ao Rubro-Negro.[18] Em 16 de março, Luiz Antônio realizou seu primeiro jogo na temporada após ter entrado na justiça contra o Flamengo, o volante entrou no segundo tempo, a sua entrada foi importante para a reação do time que vinha perdendo por 2 a 0. O jogo terminou 2 a 2. Voltou a marcar na goleada por 5 a 3 diante da Cabofriense.[19] No resto da temporada, assim como o próprio Flamengo, Luiz teve um ano razoável, e não conseguiu fugir das criticas do torcedores e da mídia.

2015[editar | editar código-fonte]

No inicio do ano o Flamengo emprestou muitos jogadores, e pelas más partidas em 2014, muitos torcedores esperavam que Luiz Antônio também entrasse nessa barca. Na pré-temporada, pela final do torneio Super Series, aos 37 do segundo tempo, ele deu um drible da vaca num defensor do São Paulo e logo depois fez um belo cruzamento para Samir, que ficou na cara do gol e não desperdiçou, marcando o único tento do jogo, que garantiu o troféu ao Flamengo.[20]

No dia 10 de setembro, marcou um golaço diante do Cruzeiro, num chutaço de fora da área que atingiu 92,9km/h, ajudando a equipe a vencer o time mineiro por 2 a 0.[21] Este gol foi eleito o mais bonito da rodada pelos internautas, em votação realizada pela página da CBF no Facebook.[22]

Sua boa atuação neste jogo lhe rendeu o 2o lugar do "Prêmio O Cara da Rodada", oferecido pelo jornal Lance!.[24]

Sport[editar | editar código-fonte]

No dia 30 de dezembro de 2015, o Flamengo acertou o empréstimo de Luiz Antônio para o Sport.[25]

Em janeiro de 2016 conquistou a Taça Ariano Suassuna, um jogo único disputado na Ilha do Retiro em homenagem ao falecido dramaturgo Ariano Suassuna.[26] A equipe do Sport venceu o Argentinos Juniors por 2 a 0, com Luiz Antônio tendo entrado no segundo tempo.[27]

Bahia[editar | editar código-fonte]

No dia 20 de julho de 2016, Luiz Antônio foi anunciado como novo reforço do Bahia.[28] Estreou no dia 23 de julho, marcando um gol na vitória por 1 a 0 diante o Luverdense.[29]

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2017, Luiz Antônio foi emprestado a Chapecoense.[30] Na primeira partida da Chape na Copa Libertadores, contra o Zulia, Luiz Antônio marcou seu primeiro gol. O time catarinense venceu a partida fora de casa por 2 a 1.[31][32]

Em fevereiro de 2018, após não chegar em um acordo com o América Mineiro, Luiz Antônio acertou em definitivo com a Chapecoense.[33]

Al Shabab[editar | editar código-fonte]

No dia 3 de agosto de 2018, Luiz Antônio assinou contrato de três temporadas com o Al Shabab, da Arábia Saudita.[34]

Ajman[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2021 foi anunciado pelo Ajman, dos Emirados Árabes Unidos.[35][36]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Sub-19[editar | editar código-fonte]

Luiz Antônio disputou a Copa Sendai de 2010 pela Seleção Brasileira Sub-19, sagrando-se campeão da competição.

Sub-20[editar | editar código-fonte]

Foi convocado duas vezes[37] pelo treinador Luis Verdini para a Seleção Brasileira Sub-20 entre os anos de 2010 e 2011, uma para um período de treinamentos na Granja Comary e outra para um torneio internacional disputado no Paraguai, no qual o Brasil foi eliminado na fase de grupos.[38][39][40]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizadas até 22 de julho de 2018.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[41]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Flamengo 2011 9 0 0 2 0 0 11 0 0
2012 26 1 0 8 3 0 15 1 0 49 5 0
2013 32 1 1 11 0 1 5 0 0 48 1 2
2014 27 1 0 5 0 0 5 1 1 37 2 1
2015 14 1 1 2 0 0 0 0 0 17 1 3 33 2 4
Total 108 4 2 18 0 1 10 3 0 42 3 4 178 10 7
Sport 2016 4 0 0 0 0 0 0 0 0 25 2 1 29 2 1
Total 4 0 0 0 0 0 0 0 0 25 2 1 29 2 1
Bahia 2016 21 3 2 21 3 2
Total 21 3 2 0 0 0 0 0 0 0 0 0 21 3 2
Chapecoense 2017 30 3 2 1 0 0 10 1 0 17 3 0 58 7 2
2018 5 0 0 1 0 0 5 0 0 11 0 0
Total 35 3 2 2 0 0 10 1 0 22 3 0 69 7 2
Al Shabab 2018 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos e jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-19

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2010 2 0 0 0
Total 2 0 0 0

Sub-20

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2010 2 0 0 0
2011 0 0 0 0
Total 2 0 0 0

Seleção Brasileira (total)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2010 4 0 0 0
2011 0 0 0 0
Total 4 0 0 0

Total[editar | editar código-fonte]

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2011 11 0 0 0
2012 49 5 0 0,10
2013 48 1 2 0,02
2014 37 2 1 0,05
2015 33 2 4 0,06
2016 15 2 0 0
Total 193 12 7 0,05

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Sport
Chapecoense
Seleção Brasileira Sub-19

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Janir Júnior (21 de junho de 2011). «Luiz Antonio: 'Pequeno Michael' rebola para ter sucesso no Flamengo». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  2. «Documento mostra vontade de Luiz Antonio deixar o Fla em julho de 2013». LANCE!. 7 de março de 2014. Consultado em 26 de julho de 2021 
  3. «Com craque da Internet e gêmeos, Fla estreia na Copinha neste domingo». GloboEsporte.com. 2 de janeiro de 2010. Consultado em 3 de abril de 2013 
  4. «Luiz Antonio comemora treino entre os profissionais». Flamengo.com.br. 31 de maio de 2012. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  5. «Luiz Antônio, dos juniores, terá oportunidade no Fla». Lancenet.com.br. 4 de junho de 2011. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  6. «Luiz Antonio renova com Flamengo até 2016». Lancenet.com.br. 26 de agosto de 2012. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  7. «Luiz Antonio opera o ombro direito e volta no início de 2012». GloboEsporte.com. 20 de outubro de 2011. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  8. «Dezembro: Mês de trabalho normal para Luiz Antonio e Bottinelli». Flamengo.com.br. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  9. Richard Souza (26 de janeiro de 2012). «Luiz Antonio na Libertadores: gol e índice expressivo de acerto de passes». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  10. «Flamengo divulga numeração fixa e por ora não conta mais com Aírton». GloboEsporte.com. 12 de março de 2012. Consultado em 26 de julho de 2021 
  11. «Fla divulga numeração para o Brasileiro com Ibson com a 7». GloboEsporte.com. 16 de maio de 2012. Consultado em 26 de julho de 2021 
  12. Richard Souza (9 de junho de 2012). «Enfim, vitória: Fla sofre, mas encerra série de empates e bate o Coritiba». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  13. «Com muito sofrimento, Flamengo vira sobre o Bangu e respira na Taça Rio». GloboEsporte.com. 27 de março de 2013. Consultado em 26 de julho de 2021 
  14. «Luiz Antonio é eleito o melhor da final e diz: 'Vai ficar marcado na carreira'». GloboEsporte.com. 28 de novembro de 2013. Consultado em 26 de julho de 2021 
  15. «Luiz Antonio entra na Justiça para sair do Flamengo; clube nega dívida». GloboEsporte.com. 19 de dezembro de 2013. Consultado em 26 de julho de 2021 
  16. Cahê Mota (15 de janeiro de 2014). «Justiça adia decisão, Luiz Antonio segue no Fla, mas diz que não treina». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  17. Cahê Mota (16 de janeiro de 2014). «Luiz Antonio tem o pedido de antecipação de tutela negado». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  18. «Flamengo age, apara arestas, e Luiz Antonio será reintegrado ao elenco». GloboEsporte.com. 3 de março de 2014. Consultado em 3 de março de 2014 
  19. «No ensaio para a semi, Alecsandro faz dois, e Fla bate a Cabofriense». GloboEsporte.com. 23 de março de 2014. Consultado em 26 de julho de 2021 
  20. «Flamengo se impõe, vence São Paulo e fatura o título do Torneio de Manaus». GloboEsporte.com. 25 de janeiro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2021 
  21. «No Detalhe: golaço de Luiz Antonio para o Flamengo chega a 92,9km/h». SporTV.com. Consultado em 15 de dezembro de 2015 
  22. «Gol de Luiz Antônio é o mais bonito da rodada». Confederação Brasileira de Futebol. 11 de setembro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2021 
  23. «Luiz Antônio destaca golaço: "Um dos mais bonitos da minha carreira». Esportes.Terra.com.br. Consultado em 15 de dezembro de 2015 
  24. «Alan Patrick comanda o Fla rumo ao G4 e é eleito 'O Cara da Rodada'». LANCE!. 11 de setembro de 2015. Consultado em 26 de julho de 2021 
  25. Diogo Dantas (29 de dezembro de 2015). «Flamengo acerta empréstimo de Paulinho para o Santos e de Luiz Antonio para o Sport». Extra Online. Consultado em 1 de abril de 2020 
  26. Lucas Liausu (24 de janeiro de 2016). «Sport passa pelo Argentinos Juniors e fica com a Taça Ariano Suassuna». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  27. Cassio Zirpoli (24 de janeiro de 2016). «Sport vence o Argentinos Juniors e conquista o bi da Taça Ariano Suassuna». Blog de Esportes. Consultado em 26 de julho de 2021 
  28. «Bahia anuncia oficialmente volante Luiz Antônio, ex-Sport, como reforço». GloboEsporte.com. 20 de julho de 2016. Consultado em 26 de julho de 2021 
  29. «Luiz Antonio marca na estreia, Bahia vence o Luverdense e respira aliviado na Série B». GloboEsporte.com. 23 de julho de 2016. Consultado em 26 de julho de 2021 
  30. «Fla aceita pagar parte de salário para emprestar Luiz Antonio à Chape». GloboEsporte.com. 16 de janeiro de 2017. Consultado em 26 de julho de 2021 
  31. «Chapecoense bate o Zulia na Venezuela e estreia com vitória na Libertadores». GloboEsporte.com. 7 de março de 2017. Consultado em 26 de julho de 2021 
  32. Leandro Stein (8 de março de 2017). «A Chape, valente como é, iniciou sua história na Libertadores da maneira mais bela: vencendo». Trivela. Consultado em 26 de julho de 2021 
  33. Eduardo Florão (24 de fevereiro de 2018). «Chapecoense acerta com Luiz Antonio e espera volante na segunda-feira». GloboEsporte.com. Consultado em 26 de julho de 2021 
  34. «Luiz Antonio deixa a Chape e acerta com o Al Shabab por três anos». LANCE!. 3 de agosto de 2018. Consultado em 26 de julho de 2021 
  35. «Luiz Antônio assina com o Ajman, do Emirados Árabes, por um ano». LANCE!. 25 de janeiro de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  36. «Luiz Antônio assina com clube dos Emirados Árabes». O Dia. 25 de janeiro de 2021. Consultado em 26 de julho de 2021 
  37. «Fla tem dois representantes na seleção sub-19». Site oficial do Flamengo. 14 de julho de 2010. Consultado em 26 de julho de 2021 
  38. «Brasil empata com a Colômbia em torneio sub-20 disputado no Paraguai». GloboEsporte.com. 27 de julho de 2010. Consultado em 26 de julho de 2021 
  39. «Brasil é derrotado pelo Paraguai em torneio sub-20 e está fora das finais». GloboEsporte.com. 30 de julho de 2010. Consultado em 26 de julho de 2021 
  40. «O novo xodó de Luxa». Olheiros.net. 5 de agosto de 2011. Consultado em 13 de agosto de 2012 [ligação inativa]
  41. «Football : Luiz Antônio» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 13 de agosto de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]