Luiz Philipe Lima Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Muralha
Informações pessoais
Nome completo Luiz Philipe Lima de Oliveira
Data de nasc. 21 de janeiro de 1993 (24 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 73 m
Destro
Apelido Muralha
Informações profissionais
Período em atividade 2011presente (5 anos)
Clube atual Coreia do Sul Pohang Steelers
Número 5
Posição Volante e Meia
Clubes de juventude
19992009
20102012
Brasil Vasco da Gama
Brasil Flamengo
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20112016
2013
2015
20152016
2016
Brasil Flamengo
Brasil Portuguesa (emp.)
Brasil Bragantino (emp.)
Brasil Luverdense (emp.)
Coreia do Sul Pohang Steelers
0068 0000(0)
0013 0000(0)
0013 0000(0)
0027 0000(1)
0027 0000(1)
Seleção nacional3
2011 Brasil Brasil Sub-18 0003 0000(1)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 5 de novembro de 2016.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 24 de abril de 2011.

Luiz Philipe Lima de Oliveira, mais conhecido como Muralha, (Rio de Janeiro, 21 de janeiro de 1993), é um futebolista brasileiro que joga como volante e meia. Atualmente joga pelo Pohang Steelers.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Luiz Philipe ou Muralha, como é conhecido, começou a carreira com seis anos de idade nas divisões de base do Vasco da Gama. Trocou as quadras de futsal pelo campo, aos 15 anos, e teve rápida adaptação. O apelido do volante surgiu ainda criança, no fraldinha, por conta do porte físico acima da média, além de ser um marcador difícil de ser driblado. Além disso, tem bom passe e é especialista em lançamentos e arremates de média e longa distância. A qualidade na bola parada e a facilidade natural em ditar o ritmo logo trouxeram comparações ao ídolo cruzmaltino e meia Juninho Pernambucano.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Muralha que é meia de origem, foi negociado com o Flamengo no ano de 2010. Depois de longas conversas entre o Flamengo e o jovem volante, este preferiu a proposta oferecida pelo rubro-negro e rapidamente se adaptou ao clube.[1] Em 2010, foi campeão invicto do Campeonato Carioca de Juvenis. No início de 2011 integrou o grupo profissional na pré-temporada em Londrina.[2] Estreou no time profissional em um amistoso contra o Londrina e recebeu elogios de Vanderlei Luxemburgo.[3] Foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2011. Vanderlei Luxemburgo recomendou a Muralha que usasse apenas o nome Luiz Philipe, para o treinador, o apelido não combina com a posição de volante, segundo Vanderlei Luxemburgo, seria perfeito para um goleiro, por exemplo.[4] Estreou no Campeonato Carioca na vitória de 1 a 0 do Flamengo sobre o Resende.[5] Após sua estréia no Campeonato Carioca de 2011, renovou seu contrato, que expirava em 2012, até o fim de 2015.[6] Prestes a estrear como titular no profissional, Muralha e foi expulso nos juniores após dar uma tesoura no adversário, esse ato e uma dúvida jurídica fez com que o Flamengo e o treinador Vanderlei Luxemburgo preferissem mantê-lo na base.[7] Um mês depois, estreou no Campeonato Brasileiro na vitória de 4 a 1 do Flamengo sobre o Atlético Mineiro, Muralha deu passe para 1 dos 2 gols de Deivid.[8] De volta a base para a final do Carioca de juniores, o jovem volante se atrasou e foi cortado.[9] Muralha lamentou o corte e disse que não aconteceria de novo.[10] Estreou como titular contra o Coritiba na partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2011.[11] Após uma consulta de seu empresário, o Flamengo liberou Luiz Philipe para ser chamado de Muralha.[12] Depois de assumir o apelido, Muralha começou a se destacar no profissional.[13] Suspenso no Campeonato Brasileiro, reforçou os juniores na final do Torneio Octávio Pinto Guimarães contra o Fluminense.[14] A equipe rubro-negra se sagrou campeã no torneio.[15] Junto com Thomás, foi relacionado para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2012.[16] Após se destacar, foi novamente chamado para o profissional.[17] Entre Campeonato Carioca e Copa Libertadores, Muralha completou 10 jogos seguidos como titular, maior sequência até então desde que subiu para os profissionais.[18] Recebeu uma proposta da Udinese da Itália, o clube italiano ofereceu ao rubro-negro R$ 5 milhões, Entretanto, volante decidiu permanecer no Flamengo para a disputa do Campeonato Brasileiro de 2012.[19] Sem chances no Flamengo, Muralha foi emprestado no dia 3 de fevereiro de 2013, Muralha foi emprestado ao Atlético Goianiense. Após algumas polêmicas, Muralha deixou o Dragão sem nunca ter entrado em campo pelo clube.O atleta alegou que fosse por questões financeiras.

Portuguesa[editar | editar código-fonte]

No dia 25 de fevereiro de 2013, Muralha foi confirmado como reforço da Portuguesa para a disputa do Paulistão 2013 - Série A2 e também do Brasileirão 2013.[20]

Retorno ao Flamengo[editar | editar código-fonte]

Após o fim do seu empréstimo a Portuguesa, Muralha voltou ao Flamengo sem saber o seu destino no clube.[21] Em janeiro foi confirmado que o jogador seria reintegrado o elenco do Rubro-Negro para a temporada de 2014.[22] Com uma boa fase no início de temporada, Muralha teve seu contrato renovado até o fim de 2017, seu antigo vínculo tinha duração até o fim de 2016.[23]

Bragantino[editar | editar código-fonte]

No começo de 2015, Muralha foi emprestado ao Bragantino.[24] Na sua estréia pelo time de Bragança Paulista ele atuou como meia e vestiu a camisa de número 10. Após a disputa da competição, foi contratado pelo Luverdense para disputar a Série B.

Luverdense[editar | editar código-fonte]

Muralha acertou com o Luverdense para a disputa da Série B.[25] Pelo time de Lucas do Rio Verde, Muralha se destacou marcando o primeiro gol da carreira na vitória por 1x0 sobre o Paysandu e ganhou elogios do técnico Júnior Rocha e da diretoria pelo alto nível de atuações na Série B 2015. Jogou como segundo volante e na função de contenção no esquema 4-1-4-1. Foi uma das peças mais importantes na campanha histórica do time mato-grossense na competição. Jogou 21 jogos, marcou um gol e deu duas assistências.

Pohang Steelers[editar | editar código-fonte]

Em 10 de junho de 2016, Muralha deixou o Luverdense para fechar com o Pohang Steelers, da Coreia do Sul.[26]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Muralha foi convocado para defender a Seleção Brasileira que disputou a 11ª Copa Internacional do Mediterrâneo Sub-18, realizada em Barcelona, na Espanha.[27] A Seleção conquistou de maneira invicta o torneio.[28]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 5 de novembro de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[29]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Flamengo 2011 13 0 3 1 0 0 0 0 0 2 0 0 16 0 3
2012 7 0 0 6 0 0 12 0 0 25 0 0
Total 20 0 3 1 0 0 6 0 0 14 0 0 41 0 3
Portuguesa 2013 1 0 0 1 0 0 11 0 0 13 0 0
Total 1 0 0 1 0 0 0 0 0 11 0 0 13 0 0
Flamengo 2014 8 0 0 1 0 0 6 0 0 12 0 2 27 0 2
Total 8 0 0 1 0 0 6 0 0 12 0 2 27 0 2
Bragantino 2015 1 0 0 12 0 0 13 0 0
Total 0 0 0 1 0 0 0 0 0 12 0 0 13 0 0
Luverdense 2015 21 1 2 21 1 2
2016 6 0 0 6 0 0
Total 27 1 2 0 0 0 0 0 0 0 0 0 27 1 2
Pohang Steelers 2016 20 1 0 0 0 0 20 1 0
Total 20 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 20 1 0
Total na carreira 76 2 5 4 0 0 12 0 0 49 0 2 141 2 7

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-18

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2011 3 1 0 0,33
Total 3 1 0 0,33

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Portuguesa
Seleção Brasileira
  • Copa Internacional do Mediterrâneo Sub-18: 2011

Referências

  1. «Muralha: do Vasco para o Flamengo». Olheiros. 1 de julho de 2010. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  2. «Muralha e Digão comemoram chance no profissional». Flamengo.com.br. 7 de janeiro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  3. «Luxa ignora resultado de amistoso e elogia novatos e garotos da base». GloboEsporte.com. 9 de janeiro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  4. «CURTINHAS: Muralha na camisa, Luis Philipe para Luxemburgo». GloboEsporte.com. 10 de fevereiro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  5. «Em péssimo dia de Ronaldinho, Deivid salva Fla e mantém 100%». GloboEsporte.com. 13 de fevereiro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  6. «Flamengo acerta a renovação de Muralha até 2015». GloboEsporte.com. 1 de março de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  7. «Muralha leva puxão de orelha de Luxa». GloboEsporte.com. 25 de março de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  8. «Fla goleia o Galo, e Ronaldinho Gaúcho faz as pazes com a torcida». GloboEsporte.com. 25 de junho de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  9. «Após atraso, Muralha é cortado do 1° jogo da final do Carioca de juniores». GloboEsporte.com. 3 de julho de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  10. «Muralha lamenta atraso e corte na final: 'Não vai acontecer de novo'». GloboEsporte.com. 3 de julho de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  11. «Cruel, Jael marca no fim, Flamengo bate o Coritiba e dorme na liderança». GloboEsporte.com. 6 de agosto de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  12. «Empresário consulta, e Fla libera: Luiz Philipe pode ser chamado de Muralha». GloboEsporte.com. 7 de outubro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  13. «O peso de um nome: Muralha assume apelido e, enfim, se destaca». GloboEsporte.com. 11 de outubro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  14. «Suspenso no Brasileirão, Muralha reforça os juniores na final do OPG». GloboEsporte.com. 25 de novembro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  15. «Fla reage, vence Flu nos pênaltis e consagra-se campeão invicto do OPG». GloboEsporte.com. 26 de novembro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  16. «Muralha e Thomás treinam e estão relacionados para a Copinha». GloboEsporte.com. 29 de dezembro de 2011. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  17. «Muralha é chamado ao profissional, e Vitor Hugo surge como promessa». GloboEsporte.com. 6 de janeiro de 2012. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  18. «Muralha completa 10 jogos seguidos como titular contra o Emelec-EQU». GloboEsporte.com. 2 de abril de 2012. Consultado em 17 de agosto de 2012 
  19. «Udinese faz proposta de compra ao Fla por Muralha». Lancenet.com.br. 7 de agosto de 2012. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  20. «Flamengo empresta volante Muralha para a Portuguesa». GloboEsporte.com 
  21. «Após passagem pela Lusa, Muralha volta ao Flamengo em 2014». GloboEsporte.com 
  22. «Muralha e Negueba ficam, mas Fla busca time para Vinícius Pacheco». GloboEsporte.com 
  23. «Em boa fase, Muralha tem contrato renovado pelo Fla até o fim de 2017». GloboEsporte.com 
  24. «Flamengo empresta volante Muralha ao Bragantino para disputa do Paulista». GloboEsporte.com. 13 de janeiro de 2015. Consultado em 30 de maio de 2015 
  25. «Luverdense anuncia dois reforços ex-Flamengo para a Série B». GloboEsporte.com. 18 de maio de 2015. Consultado em 30 de maio de 2015 
  26. «Perto de assinar com time da Coreia do Sul, Muralha deixa Luverdense». GloboEsporte.com. 10 de junho de 2016. Consultado em 10 de junho de 2016 
  27. «Wellington Silva e campeão sub-20 são convocados para torneio sub-18». GloboEsporte.com. 21 de março de 2011. Consultado em 30 de maio de 2015 
  28. «Comandada por Ney Franco, Seleção sub-18 conquista título na Espanha». GloboEsporte.com. 24 de abril de 2011. Consultado em 30 de maio de 2015 
  29. «Football : Muralha» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 14 de agosto de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.