Luiz Stevan de Siqueira Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zuza
Informações pessoais
Nome completo Luís Stevan de Siqueira Neto
Data de nasc. 2 de outubro de 1911
Local de nasc. Jundiaí,  Brasil
Falecido em 7 de julho de 1977 (65 anos)
Altura 1,70 m
Apelido Zuza
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1927-1928
1929
1930
1930
1930-1931
1931-1932 e 1936
1932-1937
1938
1938-1939
1939
1940
1941-1948
1953-1954
1957
São Paulo São Carlos Football Club
São Paulo Ruy Barbosa
São Paulo Paulista EC
São Paulo São Carlos Football Club
São Paulo Guarani
São Paulo Rio Claro
São Paulo Corinthians
São Paulo Rio Claro
São Paulo São Paulo
São Paulo Rio Claro
São Paulo Palestra Itália
São Paulo Guarani
São Paulo Expresso São Carlos
São Paulo Expresso São Carlos (exibição)
( )
( )
( )
( )
( )
( )
37 (22)
( )
1 (0)
( )
10 (6)
( )
( )
(1)

Luís Stevan de Siqueira Neto (Jundiaí, 2 de outubro de 1911São Carlos, 7 de julho de 1977), conhecido como Zuza, foi um futebolista brasileiro, ainda famoso no interior paulista. Atuava como atacante, tendo jogado também no Trio de Ferro da capital, e é o maior artilheiro da história do Guarani de Campinas.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo São Carlos Football Club Zuza também atuou no Ruy Barbosa (ambos da cidade de São Carlos), e atuou no Paulista EC e Rio Claro até chamar a atenção de um grande clube paulistano, o Corinthians.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Zuza chegou ao Corinthians aos 21 anos, vindo do Rio Claro, e permaneceu no clube do Parque São Jorge até 1937. Com a camisa do Timão, foram 36 jogos (14 vitórias, 5 empates, 17 derrotas), 22 gols marcados e, em seu último ano, a conquista do Campeonato Paulista (fonte: Almanaque do Corinthians: Celso Unzelte).

Zuza também marcou seu nome na história do clube graças façanha de marcar 6 gols numa mesma partida em 21 de maio de 1933, jogando pelo Corinthians contra o EC Sírio, em um jogo que terminou 10 a 1. O recorde com a camisa corintiana até hoje não foi superado por ninguém.

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Zuza passou pelo São Paulo em 1938, onde não teve muita chance (fonte: Almanaque do São Paulo - Alexandre Costa). Na sequência esteve no Rio Claro entre 1938 e 1939. Em 1939, convidado, fez uma única partida pelo Guarani de Campinas, contra o Fluminense/RJ, e marcou seu primeiro gol pelo clube.

Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Em 1940 teve uma rápida passagem pelo Palestra Itália, onde em 10 jogos marcou 6 gols, mas foi Campeão Paulista. Foram apenas 10 jogos com a camisa do Verdão (6 vitórias, 2 empates, 2 derrotas), seis gols marcados e também a conquista de um Campeonato Paulista (fonte: Almanaque do Palmeiras – Celso Unzelte e Mário Sérgio Venditti).

Guarani[editar | editar código-fonte]

Contratado pelo Guarani de Campinas em 1941 (a 1948) Zuza se tornou o maior artilheiro da história do Clube, com mais de 220 gols marcados, e é também o maior artilheiro do Derby Campineiro com 18 gols.

Fim[editar | editar código-fonte]

Zuza jogou no Expresso São Carlos de São Carlos e por alguns outros times do interior de São Paulo antes de pendurar as chuteiras.

Era um jogador muito técnico e rápido, principalmente nas finalizações, jogava de centroavante, meia-direita e meia-esquerda.

Morte[editar | editar código-fonte]

Zuza morreu ressentido com o mundo do futebol. Sua maior tristeza, além da derrota do Brasil na final da Copa de 1950 (para o Uruguai, no Maracanã), é de ter conquistado o "troféu Belfort Duarte" (passar 10 anos sem ser expulso de campo disputando, no mínimo, 200 jogos), mas não ter recebido o mesmo. Gostaria muito que esse mal-entendido fosse desfeito e que eu pudesse recebê-lo, em nome de meu pai, que além de mim tem o Luis Fernando e a Regina como filhos", revelou o emocionado Paulo Siqueira (fonte: Gustavo Grohmann).[1]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

Muito respeitado em São Carlos, recebeu uma homenagem da cidade batizando com seu nome o Estádio Municipal Luiz Stevam de Siqueira Neto, mais conhecido como Estádio Zuzão.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Palestra Italia[editar | editar código-fonte]

Guarani[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.