Luiza Prado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hifa Cybe
508256258 1280x720.jpg
Nascimento 28 de novembro de 1988
Guaratinguetá, São Paulo
Brasil
Nacionalidade brasileira
Movimento estético Arte Contemporânea

Hifa Cybe[1] é o nome artístico de Luiza Jesus Prado. Hifa é uma artista transdisciplinar brasileira. Ela nasceu em Guaratinguetá, Brasil, no ano de 1988. Prado utiliza ferramentas artísticas como fotografia, arte performática, videoarte, instalação, escultura, pintura, novas mídias, body art, música e desenho juntamente com física, psicologia, neurociência e filosofia. Sua pesquisa é especificamente sobre memória. Ela explora tópicos sobre sexualidade, questões sociopolíticas, descolonização, sincretismo e minorias na América Latina. Ela foi mencionada como uma artista feminista na FFW,[2] Gedelés[3] Canal Brasil[4] and O Grito.[5] Em 2014, seu trabalho "Corpo Estranho" foi catalogado no livro português Evocações das Artes Performáticas – Paco Editorial[6] e desde 2010 tem sido destaque no Digital Photographer, Jornalistas Livres[7] and Efêmero Concreto entre outros.[8]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2020: Social Esotropia
  • 2017: Poteh Pehuono
  • 2017: Funk Pesadão
  • 2016: Tumor Militar

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • 2014: Reincarnate Project

Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. «SuperNova Arts». SuperNova Arts. Consultado em 7 de janeiro de 2021 
  2. «Conheça as artistas (gringas e brasileiras) que usam a web para tratar do feminismo // Notícias // FFW». FFW. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  3. «10 artistas feministas que devemos celebrar – Geledés». Geledés. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  4. «A Invenção do Olhar - Luiza Prado – Canal Brasil». Canal Brasil. Consultado em 8 de novembro de 2019 
  5. «Especial: 10 artistas feministas que devemos celebrar». Revista O Grito! – Cultura pop, cena independente, música, quadrinhos e cinema. Consultado em 5 de janeiro de 2016 
  6. Evocações da Arte Performática – 2010 – 2013. [S.l.]: Paco Editorial. 2014 
  7. «Projeto Futuro do Presente, Presente do Futuro #71 – Luiza Prado: Álbum de Viagens». Jornalistas Livres. Consultado em 7 de janeiro de 2021 
  8. «Achados e perdidos». Efêmero Concreto. Consultado em 5 de janeiro de 2016