Lupita Nyong'o

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Lupita Nyong'o
Lupita Nyong'o recentemente no Festival de Cannes.[1]
Nome completo Lupita Amondi Nyong'o
Nascimento 1 de março de 1983 (34 anos)
Cidade do México,  México
Nacionalidade México mexicana
Quénia queniana
Ocupação Atriz, Modelo
Oscares da Academia
Melhor Atriz Coadjuvante
2014 – 12 Years a Slave
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema
2014 – 12 Years a Slave
IMDb: (inglês)

Lupita Amondi Nyong'o [Pronuncia-se:loo-PEE-tə NYAWNG-oh] (Cidade do México, 1 de março de 1983) é uma atriz mexicana e queniana.[2] Foi a primeira atriz do seu país a ser indicada e a vencer um Óscar de Melhor Atriz Coadjuvante, pelo filme 12 Years a Slave, além da primeira a vencer o prémio SAG Award de Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema,[3][4][5] e indicada ao Tony de Melhor Atriz em 2015 pelo desempenho aclamado na peça teatral Eclipsed.[6]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Lupita Nyong'o nasceu na Cidade do México a 1 de março de 1983. É filha de Dorothy e Peter Anyang 'Nyong'o, um professor universitário que se tornou político no Quénia.[7][5][8] O nome Lupita é uma carinhosa referência à padroeira do México, Nossa Senhora de Guadalupe.[9]

Atualmente, Lupita Nyong'o reside em Brooklyn, Nova Iorque.[10] É fluente em Espanhol, Inglês, Luo e Suaíli.[9]

Em 27 de fevereiro de 2014, no Essence Mulheres Negras no almoço de Hollywood, em Beverly Hills, ela fez um discurso sobre a beleza das mulheres negras e falou sobre as inseguranças que tinha quando era adolescente.[11] Ela disse que seus pontos de vista mudaram quando ela viu a supermodelo sul-sudanesa Alek Wek se tornar um sucesso.[12] A mãe de Nyong'o é diretora da Fundação do Câncer África e a sua própria companhia de comunicação. Tem dois irmãos chamados Tavia Nyong'o e Isis Nyong'o.[13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lupita Nyong'o e Michael Fassbender.

Ela começou sua carreira no cinema trabalhando como parte da equipe de produção de diversos filmes, incluindo O Jardinairo Fiel, de Fernando Meirelles, com Ralph Fiennes , Mira Nair 's The Namesake e Salvatore Stabile de Onde Deus deixou os seus sapatos . Ela cita Fiennes como outra pessoa que inspirou a seguir a carreira de atriz profissional.[14]

Ela estrelou o curta-metragem 2008 East River, dirigido por Marc Grey e tiro no Brooklyn.[15] Ela retornou ao Quênia em 2008 e estrelou a série de televisão queniano Shuga , um MTV Base de África/UNICEF drama sobre HIV / AIDS prevenção.Em 2009, ela escreveu, dirigiu e produziu o documentário In My Genes (Em meus genes, tradução livre). Com direção de Lupita, ele mostra o cotidiano de oito quenianos albinos e a luta deles contra o preconceito.[16][17] Ele foi exibido em vários festivais de cinema e ganhou o primeiro prêmio no Five Colégio Film Festival 2008. Nyong'o também dirigiu o vídeo da música The Little coisas que você faz por Wahu , caracterizando Wine Bobi , que foi indicado para o prêmio de Melhor Vídeo nos MTV Africa Music Awards 2009.[18]

Matriculou-se no programa de grau de mestre em atuar na Yale School of Drama .[19] Em Yale, ela apareceu em várias produções teatrais, incluindo Gertrude Stein's Doctor Faustus Acende as luzes , Chekhov 's Uncle Vanya , e William Shakespeare 's A Megera Domada e Conto do Inverno .[20] Enquanto na Universidade de Yale, ela ganhou o Prêmio Williams Herschel para "estudantes que atuam com notável capacidade", durante o ano lectivo de 2011-12, e graduou-se.[21][22]

No ano seguinte Nyong'o conseguiu seu primeiro papel de destaque, quando ela foi escalada para o drama histórico de Steve McQueen, 12 Years a Slave (2013).[23] O filme, que reuniu-se com grande aclamação da crítica, conta o relato histórico de Solomon Northup (interpretado por Chiwetel Ejiofor), um homem afro-americano nascido livre do interior de Nova York, que é sequestrado e vendido como escravo em Washington, DC, em 1841.[24]

Nyong'o desempenhou o papel de Patsey, uma escrava que trabalha ao lado de Northup em uma plantação de algodão Louisiana; seu desempenho se reuniu com elogios; Ian Freer do Império escreveu que ela "dá um do grande ecrã mais comprometidos estréia imagináveis", e crítico Peter Travers acrescentou que ela "é uma jovem atriz espetacular que impregna Patsey com garra e graça radiantes".[25] Nyong'o foi indicada para vários prêmios, incluindo um Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante, um prêmio BAFTA de Melhor Atriz Coadjuvante e dois Screen Actors Guild Awards, incluindo Melhor Atriz Coadjuvante,que ela ganhou.[26]Ela também foi premiada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, tornando-se a sexta atriz negra a ganhar o prêmio, a primeira atriz Africana para ganhar o prêmio, a primeira atriz queniana a ganhar um Oscar, e a primeira mexicana para ganhar o prêmio.[27]Ela também se tornou a atriz XV a ganhar um Oscar para uma performance de estréia em um longa-metragem.[28]

Ela desempenhou um pequeno papel retratando uma atendente de reserva de vôo ao lado de Liam Neeson e Julianne Moore no thriller de ação Non-Stop (2014).[29]

Em junho de 2014, Nyong'o foi escolhida para estrelar Star Wars: The Force Awakens (2015).[30] Ela também irá produzir e estrelar uma adaptação para o cinema do romance Americanah .[31]

Em setembro do mesmo ano é anunciado que a atriz terá uma participação especial na conhecida série para crianças Rua Sésamo, para falar sobre o tema da pele.[32] Lupita participou neste episódio com toda a sua simpatia para ajudar os mais novos a lidar com as diferenças.

Deadline anunciou que Nyong'o está em negociações para estrelar Mira Nair 's Queen Of Katwe, um filme biográfico baseado na verdadeira história sobre a ascensão de uma jovem prodígio do xadrez Africano. [33]

Em julho de 2016, no painel da Marvel na San Diego Comic Con, Lupita foi anunciada como parte do elenco do filme Black Panther, no papel de Nakia, uma das personagens de Wakanda.

Prémios e Nomeações[editar | editar código-fonte]

A sua estreia no filme 12 Years a Slave de Steve McQueen, rendeu-lhe o Óscar de Melhor Atriz Coadjuvante e o SAG Award de Melhor Atriz Coadjuvante em cinema.[3][4][5] Também conseguiu uma uma indicação ao Globo de Ouro e aos prêmios BAFTA pela sua participação no filme.[34][35]

Em abril de 2014, foi eleita como a mulher mais bonita do mundo pela revista People, numa lista de 50 mulheres.[36] Em dezembro de 2014, Lupita Nyong'o foi nomeada pela revista togolesa Africa Top Success para "Africana do Ano". A atriz disputou a distinção com cinco adversárias, nomeadamente Isabel dos Santos, Angélique Kidjo, Daphne Mashile-Nkosi, Fatou Bensouda e Koki Mutungi.[37]

Nyong'o foi mencionada na canção "Nuthin'" do rapper Lecrae,em seu álbum de 2014 Anomaly, assim como a música paródia "Girls" dos cantores Willam Belli, Act Courtney e Alaska Thunderfuck.[38][39]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota
2008 East River Curta-metragem
2013 12 Years a Slave Patsey Prêmios
Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante
SAG Award de Melhor Atriz Coadjuvante
Independent Spirit Awards de Melhor Atriz Coadjuvante
Broadcast Film Critics Association Award de Melhor Atriz Coadjuvante
Washington D.C. Area Film Critics Association de Melhor Atriz Coadjuvante
Phoenix Film Critics Society de Melhor Atriz Coadjuvante
London Film Critics Circle de Melhor Atriz Coadjuvante
Indicações
BAFTA de Melhor Atriz Coadjuvante
Golden Globe icon.svg Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante - Cinema
SAG Awards de melhor Elenco - Cinema
Broadcast Film Critics Association Award de melhor Elenco
Phoenix Film Critics Society de Melhor Atriz Coadjuvante
London Film Critics Circle de Melhor Atriz Coadjuvante
New York Film Critics Circle de Melhor Atriz Coadjuvante
2014 Non-Stop Gwen
2015 Star Wars: The Force Awakens Maz Kanata
2016 The Jungle Book Raksha Dublagem
Queen of Katwe[40] Harriet Mutesi
2017 Star Wars: The Last Jedi Maz Kanata Pós-produção
2018 Black Panther Nakia Pós-produção
2019 Star Wars: Episódio IX Maz Kanata Anunciado



Referências

  1. Cox, Gordon (5 de abril de 2016). «Lupita Nyong'o Backs Mother Health Intl. for African Relief». Variety. Consultado em 5 de abril de 2016 
  2. Shirley Genga (1 de novembro de 2013). «Lupita Nyong'os citizenship finally confirmed». The Nairobian 
  3. a b «Lupita Nyong`o bate Jennifer Lawrence e ganha prémio SAG 2014». Lux. 19 de janeiro de 2014 
  4. a b «Presidência do Quênia felicita Lupita Nyong'o por indicação ao Oscar». Terra. 16 de janeiro de 2014 
  5. a b c Baz Bamigboye (5 de setembro de 2013). «Fiennes start to a career: Lupita Nyong'o is female star of hottest movie of the year» (em inglês). Daily Mail 
  6. «Tony Award Nominations». Tony Award Productions. 3 de maio de 2016. Consultado em 3 de maio de 2016 
  7. «Lupita Nyong'o - Biography» (em inglês). Bio 
  8. Laura Walubengo (4 de novembro de 2013). «Interview: A moment with Dorothy Nyong'o» (em inglês). DStv 
  9. a b «Perfil: quem é Lupita Nyong'o, a nova queridinha do showbizz». Donna. 9 de março de 2014 
  10. Ayanna P. (3 de março). «In case you were wondering – Lupita Nyong'o resides in Brooklyn!» (em inglês). OurBKSocial  Verifique data em: |data= (ajuda)
  11. Gardner, Elysa (8 de fevereiro de 2014). «For '12 Years a Slave' actress, Oscar nod is "ultimate bonus" of amazing journey». USA Today. Consultado em 2 de março de 2014 
  12. Kimani, Ciku (31 de janeiro de 2014). «The rise and rise of Lupita Nyong'o - DN2». nation.co.ke. Consultado em 2 de março de 2014. Cópia arquivada em 4 de março de 2014 
  13. Nseheis, Mfonobong (12 de junho de 2012). «Africa's Most Successful Women: Isis Nyong'o». Forbes.com. Consultado em 23 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 21 de outubro de 2013 
  14. Jessica Herndon (18 de fevereiro de 2014). «Lupita Nyong'o is Hollywood's new fixation». Associated Press. Consultado em 18 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2014 
  15. «Kenyan Actress Lupita Nyong'o Gets Rave Reviews At Hollywood Movie Premiere». Vibe Weekly. Consultado em 2 de março de 2014. Cópia arquivada em 14 de dezembro de 2013 
  16. Freer, Ian. «12 Years a Slave». Empire. Consultado em 7 de março de 2014. Cópia arquivada em 7 de março de 2014 
  17. Travers, Peter (17 de outubro de 2013). «12 Years a Slave». Rolling Stones. Consultado em 7 de março de 2014. Cópia arquivada em 28 de março de 2014 
  18. R. Kurt Osenlund (16 de outubro de 2013). «On the Rise: Lupita Nyong'o, the Awards-Bound Breakout of 12 Years a Slave». The House Next Door. Slant Magazine. Consultado em 2 de março de 2014. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2013 
  19. «'12 Years a Slave' Actress Lupita Nyong'o Wins Oscar in Film Debut». Variety. 2 de março de 2014. Consultado em 6 de março de 2014. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2014 
  20. «'12 Years a Slave' Actress Lupita Nyong'o Wins Oscar in Film Debut». Variety. 2 de março de 2014. Consultado em 6 de março de 2014. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2014 
  21. Cieply, Michael; Barnesmarch, Brooks (2 de março de 2014). «'12 Years a Slave' Claims Best Picture Oscar». The New York Times. Cópia arquivada em 4 de março de 2014 
  22. «'Pride of Africa: Kenya celebrates Nyong'o's Oscar». Boston Herald. 3 de março de 2014. Consultado em 5 de setembro de 2014. Cópia arquivada em 9 de março de 2014 
  23. «About the Director». In My Genes. Consultado em 31 de agosto de 2013. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2013 
  24. Samuels, Michael. «Hampshire College 2009–2010 News & Events, "Alumni Profile: International Filmmaker and Actress Lupita Nyong'o». Hampshire College. Consultado em 17 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2014 
  25. Donna Freydkin (4 de abril de 2014). «Lupita Nyong'o is new face of Lancôme». USA Today. Consultado em 4 de abril de 2014 
  26. Marshall, Lee (20 de junho de 2014). «Lupita Nyong'o is Vogue's newest cover girl». Consultado em 21 de junho de 2014. Cópia arquivada em 21 de junho de 2014 
  27. «Lupita Nyong'o Makes Her US Vogue Debut & It's Seriously Beautiful» 
  28. Julee Wilson (14 de janeiro de 2014). «Lupita Nyong'o Covers Dazed & Confused, Proving Yet Again She Is Fashion's New 'It' Girl (PHOTOS)». The Huffington Post. Consultado em 2 de março de 2014. Arquivado do original em 17 de janeiro de 2014 
  29. Jamie Feldman (10 de fevereiro de 2014). «Lupita Nyong'o Covers New York Magazine's Spring Fashion Issue, Looks Stunning As Usual». The Huffington Post. Consultado em 2 de março de 2014. Cópia arquivada em 22 de fevereiro de 2014 
  30. Baz Bamigboye (5 de setembro de 2013). «Fiennes start to a career: Lupita Nyong'o is female star of hottest movie of the year». London: Daily Mail/Mail Online. Consultado em 19 de setembro de 2013. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2013 
  31. Jr. Fleming, Mike (9 de janeiro de 2015). «David Oyelowo & Lupita Nyong'o In Talks To Star In 'Queen Of Katwe' For Disney». Deadline. Consultado em 9 de janeiro de 2015 
  32. «Lupita dá lição sobre a pele na série Rua Sésamo». 17 de setembro de 2014. Consultado em 17 de setembro de 2014 
  33. Anthony Breznican (2 de junho de 2014). «'Star Wars: Episode VII' casts Lupita Nyong'o and Gwendoline Christie». Entertainment Weekly. Consultado em 2 de junho de 2014. Cópia arquivada em 7 de junho de 2014 
  34. John Lopez (12 de janeiro de 2015). «She's no shrinking violet! Lupita Nyong'o continues her red carpet reign in stunning floral gown at Golden Globes» (em inglês). Daily Mail 
  35. «Sheeran takes Brit Awards, Lupita Nyong'o's pearl dress stolen» (em inglês). Reuters. 26 de fevereiro de 2015 
  36. «Poderosa! Lupita Nyong'o é eleita a mulher mais bonita do mundo». Yahoo! Celebridades. 23 de abril de 2014 
  37. Roger ADZAFO (15 de dezembro de 2014). «Africa Top Success Awards: Votez pour l'Africaine de l'année 2014» (em francês). Africa Top Success 
  38. WRIC Newsroom (20 de outubro de 2014). «Lupita Nyong'o Pens #SaveShockoe Letter to Mayor Jones». wric.com. Consultado em 30 de novembro de 2014 
  39. Associated Press (24 de outubro de 2014). «Lupita Nyong'o seeks Va. slave-trade preservation». Richmond Times-Dispatch. Consultado em 24 de outubro de 2014 
  40. Bulletin of Yale University (30 de Augusto de 2012). «School of Drama 2012-2013» (PDF) (em inglês). Consultado em 6 de Dezembro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]