Lupo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lupo (desambiguação).
Lupo
Meia Lupo 1937.png
Anúncio da Lupo em 1937
Razão social Lupo S.A.
Indústria Têxtil
Gênero Sociedade anônima
Fundação 1921 (96 anos)
Fundador(es) Itália Henrique Lupo
Sede BandeiraAraraquara.svgAraraquara, São PauloSP
Área(s) servida(s) Brasil
Presidente Brasil Liliana Aufiero
Produtos Roupas e vestuário esportivo.
Marcas Lupo
Lupo Sport
Faturamento Aumento R$686 milhões (2015)[1]
Website oficial lupo.com.br

A Lupo, é uma fabricante brasileira de moda íntima, meias e uniformes de times, com sede em Araraquara, interior do Estado de São Paulo, empregando cerca de 4.000 pessoas[2].

Histórico[editar | editar código-fonte]

A empresa foi fundada em 1921 por Henrique Lupo, com o nome fantasia de Meias Araraquara. A mudança da razão social para Meias Lupo S.A., ocorreu em 1937.

Em 1947, a empresa já era o maior fabricante de meias masculinas do Brasil e, em 1960, foram adquiridas as primeiras máquinas para a fabricação de meias femininas.

Em 1987, a empresa passou a chamar-se Lupo S.A., e neste mesmo ano, a Lupo recebeu as primeiras amostras do nylon, o fio sintético que viria a revolucionar o mercado de meias no mundo todo. A partir da década de 1990, a Lupo ampliou sua linha de produtos, passando a fabricar cuecas.

Foi escolhida como uma das 100 melhores empresas para se trabalhar no ano 2000. Em 2005, foi eleita pela revista ISTOÉ Dinheiro como a melhor empresa do setor têxtil no ranking "As Melhores da Dinheiro" do Brasil.[2] Em 2011 abriu sua loja virtual

A atual presidente da Lupo é Liliana Aufiero, neta do fundador[3].

Lupo Sport[editar | editar código-fonte]

A divisão esportiva Lupo Sport fornece material esportivo para equipes futebolísticas brasileiras, como em 2015 para a Figueirense, competindo com gigantes do setor como Adidas e Nike.[4] No ano de 2013 a divisão havia patrocinado o Atlético Mineiro, mas no ano seguinte desistiu em razão dos altos custos.[5]

Em 2011 a empresa contratou o jogador Neymar para ilustrar as campanhas de suas cuecas, meias e pijamas, por um valor à época de R$ 4,4 milhões, e com duração até 2014 - um acordo até então incomum no país.[6] O contrato foi renovado mesmo quando o atleta mudou do Santos para o Barcelona.[7] Em 2014 o jogador fora advertido pela UEFA por haver exibido a marca numa de suas competições.[8]

Atualmente é fornecedora de materiais esportivos da Ferroviária de Araraquara [9] e do América-MG.[10]

Referências

  1. Lupo: da quase falência ao topo do mercado - Revista Época
  2. a b Portal Textilia, 20.09.2005: Lupo chega ao topo e contrata top, acessado em 8 de agosto de 2007
  3. «Folha de S.Paulo - Especial - Lupo é exemplo de empresa que nasceu caseira e depois cresceu - 19/08/2012». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 28 de maio de 2016 
  4. Gabriela Murno (3 de fevereiro de 2015). «Fornecedores de material esportivo travam batalha por espaço no futebol». Brasil Econômico. Consultado em 28 de maio de 2016 
  5. Felipe Lobo (8 de abril de 2014). «Material esportivo é um negócio muito maior que o contrato da camisa de seu clube». Trivela. Consultado em 28 de maio de 2016 
  6. Emerson Gonçalves (17 de agosto de 2011). «O contrato de Neymar com a Lupo». Globo Esporte. Consultado em 28 de maio de 2016 
  7. Erich Beting (28 de abril de 2015). «Neymar assina novo patrocínio, mas mantém 'sina' local». Máquina do Esporte. Consultado em 28 de maio de 2016 
  8. Naiara Infante Bertão (24 de junho de 2014). «Garoto-propaganda da Lupo, Neymar promove Blue Man em jogo». Veja. Consultado em 28 de maio de 2016 
  9. Ferroviária e Lupo fecham parceria para 2016! - Site oficial Ferroviária
  10. América-MG renova com fornecedora de material esportivo por dois anos - Globoesporte

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]